terça-feira, 31 de julho de 2018

The Jayhawks - The Jayhawks

Banda: The Jayhawks
Disco: The Jayhawks
Ano: 1986(*)
Gênero: Alternative Country, Americana, Roots Rock
Faixas:
1. Falling Star (Olson, Louris) 4:01
2. Tried And True (Olson, Louris) 2:25
3. Let The Critics Wonder (Olson) 2:31
4. Let The Last Night Be The Longest (Lonesome Memory) (Olson, Louris) 2:53
5. Behind Bars (Olson) 2:40
6. Cherry Pie (Olson) 2:04
7. The Liquor Store Came First (Olson) 3:00
8. People In This Place On Every Side (Olson) 2:25
9. Misery Tavern (Olson) 3:02
10. (I'm Not In) Prison (Olson) 2:15
11. King Of Kings (Olson) 4:05
12. Good Long Time (Olson) 3:19
13. Six Pack On The Dashboard (Olson) 3:12
Créditos:
Mark Olson: Lead Vocals, Guitar
Gary Louris: Electric Guitars, Vocals
Marc Perlman: Bass
Norm Rogers: Drums
Músicos adicionais:
Cal Hand: Pedal Steel Guitar
Charlie Pine: Piano (faixa 11)
(*) CD lançado em 2010.

Biografia:
George Drakoulias, produtor da Def American Records, descobriu a Jayhawks em Minneapolis, Minnesota, EUA, depois da banda ter lançado dois discos mornos. Reza a lenda que Drakoulias telefonou para Dave Ayers, da Twin/Tone Records e, ao ouvir uma coleção de demos do grupo durante a conversa, contratou-o.
Desde 1985, quando foi formada, até se transferir para a eclética gravadora de Rick Rubin, a Jayhawks havia vendido aproximadamente 10.000 discos. Seu lineup, quando lançou o primeiro álbum, homônimo, em 1986, incluía Mark Olson (nascido no dia 18 de setembro de 1961, em Minneapolis, Minnesota, EUA; vocais e guitarra), Gary Louris (nascido no dia 10 de março de 1955, em Toledo, Ohio, EUA; vocais e guitarra), Marc Perlman (baixo) e Norm Rogers (bateria). Rogers posteriormente cedeu seu lugar para Thad Spencer, mas a banda fez uma pausa após Louris se envolver num acidente automobilístico quase fatal em outubro de 1988. Enquanto isso, a gravadora Twin/Tone decidiu remixar várias demos da banda e agrupá-las no disco "Blue Earth", de 1989.
Após o fortuito telefonema de Drakoulias, a banda debutou na Def American com o novo baterista, Ken Callahan. Músicas como "Waiting For The Sun", faixa de abertura de "Hollywood Town Hall", de 1992, renderam comparações com a Black Crowes (outra descoberta de Drakoulias), porquanto revestidas da rusticidade típica do country rock e do blues bodegueiro. A banda, por sua vez, citou Flying Burrito Brothers e Charlie e Ira Louvin, da dupla Louvin Brothers, como suas principais influências. A tecladista Karen Grotberg uniu-se ao grupo, mas o rodízio de bateristas continuou: Don Heffington tocou o instrumento na gravação de "Tomorrow The Green Grass", porém nas turnês dedicadas à divulgação do álbum, Tim O'Reagan assumiu as baquetas. O disco continha "Miss Williams' Guitar" (homenagem à Victoria Williams, esposa de Mark Olson) e a primorosa "Blue". O som era simples e direto, tradicional, mas nunca mal-acabado.
Olson deixou a banda em 1996 e passou a gravar com o grupo Original Harmony Ridge Creek Dippers. Louris então se tornou o principal compositor da Jayhawks. O superlativo "Sound Of Lies" mostrou-se profundo e muitas vezes triste, sendo que a maioria das canções versava sobre o término do casamento de Louris. As semelhanças apontadas entre as canções "The Calvary Cross", de Richard Thompson, e "Stick In The Mud", do álbum da Jayhawks, não passaram de mera coincidência. Já "Big Star" mostrou-se uma grande canção, como há tempo não se via. Jen Gunderman substituiu Grotberg pouco antes do lançamento de "Smile", que apresentou uma coleção de músicas pop voltadas para a programação radiofônica, marcando o ingresso da banda na Columbia Records. Depois houve a transferência para a gravadora Lost Highway, que editou, em 2003, "Rainy Day Music", o sétimo álbum da banda. Louris reencontrou-se com seu ex-colega Mark Olson no começo de 2005 para uma série de concertos. Na ocasião, aproveitou a oportunidade para anunciar a dissolução da Jayhawks (nota minha: a banda retornou mais tarde, inclusive com Mark Olson durante um breve período, e emitiu mais três discos de estúdio com material inédito) (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, p. 747; tradução livre do inglês).

domingo, 29 de julho de 2018

The Long Ryders - BBC Radio One Live In Concert

Banda: The Long Ryders
Disco: BBC Radio One Live In Concert
Ano: 1994
Gênero: Alternative Rock, Roots Rock, Country Rock, Paisley Underground
Faixas:
Recorded at the Mayfair Club, Newcastle 3.6.87
1. Prairie Fire (Griffin, Sowders) 2:57
2. A Stitch In Time (Stevens) 3:53
3. Harriet Tubman's Gonna Carry Me Home (Griffin) 4:04
4. I Want You Bad (Adams, Crandon) 2:34
5. I Had A Dream (McCarthy) 3:45
6. You Just Can't Ride The Boxcars Anymore (Stevens) 3:15
7. Gunslinger Man (Griffin) 3:07
8. Looking For Lewis And Clark (Griffin) 3:56
Recorded for the Andy Kershaw show at the Chester Rendewouz Club 15.10.85
9. Ivory Tower (Shank) 3:16
10. Final Wild Son (Griffin, McCarthy) 2:56
11. State Of My Union (Griffin, Sowders) 4:44
12. Lights Of My Downtown (McCarthy) 2:56
Créditos:
Sid Griffin: Guitar, Harmonica, Vocals
Stephen McCarthy: Guitar, Vocals
Greg Sowders: Drums, Percussion
Tom Stevens: Bass, Vocals

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Native Sons (Deluxe Reissue)", de 2011.

quinta-feira, 26 de julho de 2018

The See See - Discografia básica

Banda: The See See
Gênero: Alternative Rock, Garage Rock Revival, Neo-Psychedelia


Disco: Late Morning Light
Ano: 2010
Faixas:
1. Mary Soul (Olson) 4:20
2. Tomorrow Come Today (Olson, Wood) 2:48
3. Deceiver Retriever (Olson) 2:24
4. Little Tease (Olson) 3:47
5. Keep Your Head (Olson, The See See) 3:27
6. It's True (Olson, Peyok, Greenwood) 3:25
7. Powers Of Ten (Doss, Olson, Greenwood) 3:07
8. Half A Man And A Horse's Head (Olson) 3:03
9. And I Wonder (Olson) 2:11
10. Late Morning Light (Olson) 4:38
11. Clap Your Hands And Shake A Chain (Olson, The See See) 3:08
12. That's My Sign (Olson) 2:26
Créditos:
Richard Olson: Guitar, Vocals, Harp
Pete Greenwood: Guitar, Keyboard, Banjo
Phil Anderson: Keyboard, Vocals
Kevin Peyok: Bass Guitar, Vocals, Guitar
Paulie Cobra, Ben Swank: Drums, Percussion
Músicos adicionais:
Keith Wood: Additional Backing Vocals, Guitar
David Rothon, Sean Read: Additional Keyboard
Lucy Evans: Additional Sleighbell
Bill Doss, Georgi Peyok, Liz Aspden: Additional Backing Vocals

Disco: Fountayne Mountain
Ano: 2012
Faixas:
1. Waltz (Olson) 0:52
2. Open Up Your Door (Olson) 2:53
3. Automobile (Olson) 2:27
4. Sweet Hands (Olson) 3:51
5. Fix Me Up (Olson) 2:34
6. Painted Blue (Olson) 3:09
7. Sunbleached (The See See) 3:36
8. Big Wheels (Olson) 2:21
9. Gold And Honey (Olson, Greenwood, Peyok) 3:00
10. Three More Days (Olson) 2:42
11. Fountayne Mountain (The See See) 3:19
12. The Day That Was The Day (The See See, Olson) 4:49
Créditos:
Pete Greenwood: Guitar, Keyboards
Kevin Peyok: Bass, Vocals
Richard Olson: Guitar, Vocals
Phil Anderson: Keyboards, Vocals
Paul Fitness: Drums
Músicos adicionais:
Sean Read: Some Vocals
Leon Beckenham: Horns (faixa 2)

Disco: Once, Forever And Again
Ano: 2014
Faixas:
1. Once, Forever And Again (Olson) 2:58
2. 400 Miles (Olson) 2:41
3. Big Bad Storm (Olson) 3:37
4. Mary Anne (Olson) 3:03
5. The Rain & The Snow (Olson) 3:09
6. Over & Under (Olson) 2:47
7. Sun Arrows (Olson) 2:36
8. Let Me Be The One (For You To Love) (Olson) 2:41
9. The Evil Clutch Of Dawn (Olson) 2:41
10. Ynys Las (Olson) 2:38
11. Jenny Said (Power) 3:08
12. Featherman (Olson) 3:02
13. Song For Billy Nova (Olson, Anderson) 6:06
14. 35 Across The Water [Single B-Side, 2013] [Bonus Track] (Olson, Noir) 3:00
15. Snowdrop [Single B-Side, 2013] [Bonus Track] (Olson) 2:56
Créditos:
Phil Anderson: Keyboards, Vocals
Sam Ferman: Guitar
Paulie Cobra: Drums, Percussion
Kevin Peyok: Bass Guitar, Vocals
Richard Olson: Guitar, Vocals
Músicos adicionais:
Leon Beckenham: Horns (faixas 2, 12)
Demian Castellanos: Bass & Tambourine (faixa 7)
Alison Cotton: Viola & Strings (faixa 12)

Disco: Rarities 2009 - 2013
Ano: 2016
Faixas:
1. Little Yellow Bee [Demo] (Unknown) 3:41
2. Paint It Blue [Demo] (Olson) 3:56
3. Deceiver Retriever [Demo] (Olson) 2:17
4. You'll Never Know (What's In My Heart) [Cover of The Hi Fives] (Unknown) 3:12
5. Fix Me Up [Demo] (Olson) 2:44
6. Late Morning Light [Demo] (Olson) 4:33
7. Powers Of Ten [Demo] (Doss, Olson, Grenwood) 2:58
8. Featherman [Dexy version] (Olson) 3:02
Créditos:
Sean Read: Brass
David Rothon: Pedal Steel
Richard Olson: Guitars, Vocals, Drums, Harp
Paulie Cobra, Ben Swank: Drums
Pete Greenwood, Sam Ferman: Guitars
Kevin Peyok: Bass Guitar


Biografia:
Integrada por músicos vindos dos quatro cantos do mundo, mas estabelecida em Londres, Inglaterra, a See See é uma banda psicodélica revivalista decidida a reaquecer a atraente e melodiosa sonoridade sessentista no novo milênio. 
Richard Olson, que já tocara na Eighteenth Day Of May, formou a See See com Paulie Cobra, Kevin Peyok, Sam Ferman e Phil Anderson. A banda promoveu-se à moda antiga: com uma série de singles em vinil. Os discos, juntamente com seus concertos, deram-lhe crédito para fazer a abertura de shows de grupos análogos, como Brian Jonestown Massacre e Racounteurs, e logo veio à tona o seu primeiro LP, "Late Morning Light", de 2010. Lançado em CD, em 2011, o disco acumulou boas resenhas na imprensa britânica. Em 2012, o segundo álbum, "Fountayne Mountain", também prosperou, e, em 2014, a banda realizou suas primeiras incursões em território americano, quando a Sundazed Records lançou uma coletânea dos seus dois discos. Um álbum novinho em folha encontra-se programado para sair em 2014 (Stephen Thomas Erlewine, AllMusic; tradução livre do inglês).

terça-feira, 24 de julho de 2018

The Stone Roses - The Stone Roses (20th Anniversary Edition)

Banda: The Stone Roses
Disco: The Stone Roses (20th Anniversary Edition)
Ano: 2009(*)
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Neo-Psychedelia
Faixas:
CD 1: LP
1. I Wanna Be Adored (4:52)
2. She Bangs The Drums (3:52)
3. Waterfall (4:41)
4. Don't Stop (5:20)
5. Bye Bye Badman (4:06)
6. Elizabeth My Dear (0:54)
7. (Song For My) Sugar Spun Sister (3:26)
8. Made Of Stone (4:15)
9. Shoot You Down (4:14)
10. This Is The One (4:59)
11. I Am The Resurrection (8:14)
CD 2: Extras
1. Elephant Stone (4:53)
2. Full Fathom Five (3:05)
3. The Hardest Thing In The World (2:44)
4. Going Down (2:49)
5. Guernica (4:24)
6. Mersey Paradise (2:48)
7. Standing Here (5:09)
8. Simone (4:27)
9. Fools Gold (9:55)
10. What The World Is Waiting For (3:52)
11. One Love [Full Length] (7:46)
12. Something's Burning [Full Length] (7:45)
13. Where Angels Play (4:16)
CD 3: Demos
1. I Wanna Be Adored (3:44)
2. She Bangs The Drums (3:49)
3. Waterfall (4:47)
4. Bye Bye Badman (4:07)
5. Sugar Spun Sister (3:31)
6. Shoot You Down (4:27)
7. This Is The One (4:02)
8. I Am The Resurrection (6:41)
9. Elephant Stone (3:16)
10. Going Down (2:41)
11. Mersey Paradise (2:49)
12. Where Angels Play (3:18)
13. Something's Burning (3:05)
14. One Love (6:23)
15. Pearl Bastard (3:42)
Músicas de autoria de John Squire e Ian Brown.
Créditos:
Reni: Drums, Backing Vocals
Gary Mounfield: Bass
John Squire: Guitar
Ian Brown: Vocals

Biografia:
A história da Stone Roses conta um caso de frustração. Sucesso da noite para o dia na Inglaterra com seu primeiro disco, a banda deixou de tocar nas pequenas casas noturnas em meados dos anos 80 para empolgar multidões em estádios no fim da década, estampando sua imagem em todas as publicações especializadas em música do Reino Unido.
O quarteto recebeu atenção também nos Estados Unidos, embora em menor escala, pelo fato de ocupar o posto de grupo mais celebrado de Manchester no extravagante cenário psicodélico da metade dos anos 80. A mistura de harmoniosas guitarras byrdsianas com a sensibilidade do pop moderno da Smiths ganhou aclamação da crítica. Em 1990, no entanto, problemas legais retardaram o crescimento da banda. Após conseguir desvencilhar-se da Silvertone, sua primeira gravadora, a Roses assinou com a americana Geffen por 4 milhões de dólares, e retornou no final de 1994 com o decepcionante "Second Coming" antes de dissolver-se pra sempre.
Ian Brown, um idealista, misto de beatnik, hippie, anarquista e roqueiro punk, reuniu-se com o pintor autodidata John Squire no início dos anos 80. Os dois formaram uma banda punk chamada Patrol, que se transformou na Stone Roses em 1985. Após um par de singles, a Roses emparceirou-se com o produtor John Leckie, que ajudou a moldar a sonoridade pop psicodélica do grupo.
O grupo ingressou no cast da Silvertone em 1988 e lançou o single "Elephant Stone", que atingiu o 8° lugar nas paradas do Reino Unido em março de 1990. Depois do lançamento do seu primeiro disco longo, homônimo (19° lugar no Reino Unido em 1989; 86° lugar nos Estados Unidos em 1990), a banda sequenciou sucessos na Grã-Bretanha: "What The World Is Waiting For/Fool's Gold" (8° lugar em 1989), "Made Of Stone" (20° lugar em 1990), "She Bangs The Drums" (34° lugar em 1990), "One Love" (4° lugar em 1990), "I Wanna Be Adored" (20° lugar em 1991), "Waterfall" (27° lugar em 1992) e "I Am The resurrection" (33° lugar em 1992).
Em 1990, os membros da Roses vandalizaram os escritórios da Revolver Records depois que a gravadora relançou material antigo do grupo sem sua permissão. O fato teve grande repercussão na imprensa britânica. No final daquele ano, a banda envolveu-se numa disputa judicial, buscando rescindir seu contrato com a Silvertone para integrar a Geffen; acabou ganhando a ação, mas, nesse meio-tempo, sua carreira estagnou. Nos dois anos seguintes, a banda gravou esporadicamente, e, mesmo assim, sem se empenhar durante as sessões, devido ao uso de drogas. Seu disco de regresso, "Second Coming" (lançado na Inglaterra no final de 1994), atendeu às expectativas sugeridas no título, despertando a atenção da mídia no Reino Unido e chegando ao 4° lugar nas paradas da Inglaterra. Não chegou a empolgar em território americano (chegou ao 49° nas paradas), se bem que até mesmo em casa a Roses já não se mostrava tão irresistível. Ademais, a incontestável arrogância do grupo em público e a chegada de novas bandas roqueiras britânicas, como a Oasis, trataram de ofuscar qualquer sedução remanescente da Roses.
A banda excursionou rapidamente nos Estados Unidos e na Inglaterra, mas, em 1996, Squire saiu, ressurgindo, no ano seguinte, encabeçando a Seahorses (nota minha: discografia da banda, aqui). O grupo ainda continuou por mais seis meses, mas dissipou-se após participar do Reading Festival, com Brown se apresentando visivelmente bêbado. O vocalista engrenou uma carreira solo, soltando um disco em 1998. Depois disso, ficou trancafiado dois meses numa prisão em Manchester, condenado por ameaçar um comissário de bordo de uma companhia aérea. Na cadeia, Brown compôs as músicas incluídas no seu segundo disco individual, "Golden Greats", de 2000 (The Rolling Stone Encyclopedia of Rock & Roll. Third Edition. Edited by Holly George-Warren and Patricia Romanoswki. New York: Fireside, 2001, pp. 947-8; tradução livre do inglês).

domingo, 22 de julho de 2018

Drivin' N' Cryin' - Discografia básica

Banda: Drivin' N' Cryin'
Gênero: Roots Rock, Southern Rock, Hard Rock


Disco: Scarred But Smarter
Ano: 1986
Faixas:
1. Scarred But Smarter (3:27)
2. Keys To Me (2:02)
3. Another Scarlet Butterfly (2:56)
4. You Mean Everything (3:25)
5. Saddle On The Side Of The Road (3:15)
6. Danger Stranger (1:26)
7. Count The Flowers (2:47)
8. Gotta Move On (2:50)
9. Bring Home The Bacon (1:54)
10. Watch The Fire/To Coin A Phrase (3:52)
11. Stand Up And Fight For It (4:48)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Kevn Kinney: Guitar, Lead Vocals
Paul Lenz: Drums, Vocals
Tim Nielsen: Bass, Mandolin, Vocals

Disco: Whisper Tames The Lion
Ano: 1988
Faixas:
1. The Whisper Tames The Lion (3:50)
2. Catch The Wind (4:02)
3. Powerhouse (3:33)
4. The Friend Song (4:11)
5. On A Clear Daze (2:30)
6. Ridin' On The Soul Road (4:50)
7. Can't Promise You The World (2:56)
8. Livin' By The Book (2:33)
9. Good Day Every Day (2:39)
10. Legal Gun (3:44)
11. Check Your Tears At The Door (5:08)
12. Blue Ridge Way (3:44)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Kevn Kinney: Guitars, Lead Vocals
Tim Nielsen: Bass, Mandolin, Background Vocals
Jeff Sullivan: Drums
Músicos adicionais:
Anton Fier: Drums
Irwin Fisch: Piano
Fats Kaplin: Accordion, Pedal Steel, Acoustic Guitar
Larry Saltzman: Acoustic Guitar
Bernie Worrell: Hammond Organ, Piano
Ann Barak: Violin ("Blue Ridge Way")
Richard Henrickson: Cello ("Blue Ridgne Way")
Regis Iandiorio: Violin ("Blue Ridge Way")
Eugene Moye: Violin ("Blue Ridge Way")

Disco: Mistery Road
Ano: 1989
Faixas:
1. Ain't It Strange (Kinney) 3:54
2. Toy Never Played With (Kinney, Nielson) 3:39
3. Honeysuckle Blue (Kinney) 4:50
4. With The People (Kinney) 3:37
5. Wild Dog Moon (Kinney, Nielson) 5:23
6. House For Sale (Kinney, Nielson) 3:16
7. Peacemaker (Kinney) 3:14
8. You Don't Know Me (Kinney, Nielson) 3:34
9. Malfunction Junction (Kinney, Nielson) 3:39
10. Straight To Hell (Kinney) 5:36
11. Syllables (Kinney) 1:24
Créditos:
Kevn Kinney: Lead Vocals, Electric & Acoustic Guitars
Tim Nielsen: Bass, Vocals, Percussion
Jeff Sullivan: Drums, Percussion, Vocals
Buren Fowler: Guitars, Dobro
Músicos adicionais:
Michelle Malone: Vocals
Scott MacPherson: Acoustic & 12-String Guitar
Edd Miller: Banjo
Gary Nielsen: Hammond B-3
Mikel Kinney: Mountain Fiddle
Peter Buck: Electric Dulcimer
Randy DeLay: Drums

Disco: Fly Me Courageous
Ano: 1990
Gênero: Roots Rock, Southern Rock, Hard Rock
Faixas:
1. Around The Block Again (3:31)
2. Chain Reaction (3:48)
3. Fly Me Courageous (3:24)
4. Look What You've Done To Your Brother (2:59)
5. For You (4:35)
6. Let's Go Dancing (3:19)
7. The Innocent (4:17)
8. Together (3:52)
9. Lost In The Shuffle (3:05)
10. Build A Fire (3:16)
11. Rush Hour (3:26)
Músicas de autoria da banda e Kevn Kinney.
Créditos:
Kevn Kinney: Guitar, Vocals
Tim Nielsen: Bass, Mandolin, Backing Vocals
Buren Fowler: Guitar
Jeff Sullivan: Drums, Percussion

Disco: Live On Fire
Ano: 1991
Faixas:
1. Build A Fire (Drivin' N' Cryin', Kinney) 3:17
2. Toy Never Played With [Live] (Drivin' N' Cryin', Kinney) 5:10
3. Wild Dog Moon [Live] (Drivin' N' Cryin', Kinney) 6:05
4. Scarred But Smarter [Live] (Drivin' N' Cryin') 4:07
Créditos:
Kevn Kinney: Guitar, Lead Vocals
Buren Fowler: Guitar
Tim Nielsen: Bass, Mandolin, Backing Vocals
Jeff Sullivan: Drums, Percussion
As faixas 2-4 foram gravadas ao vivo no Six Flags Diver, em Austell, Geórgia, EUA, em 9 de março de 1991.

Disco: Smoke
Ano: 1993
Faixas:
1. Back Against The Wall (4:11)
2. She Doesn't Wanna Go (3:14)
3. Smoke (3:20)
4. When You Come Back (2:59)
5. Patron Lady Beautiful (7:35)
6. 100 Swings (3:43)
7. 1988 (3:10)
8. Whiskey Soul Woman (4:10)
9. What's The Difference (5:28)
10. Eastern European Carny Man (3:19)
11. All Around The World (3:02)
12. Turn It Up Or Turn It Off (8:08)
Músicas de autoria da banda e Kevn Kinney, exceto "What's The Difference", composta por Kevn Kinney.
Créditos:
Kevn Kinney: Guitar, Lead Vocals
Buren Fowler: Guitar
Tim Nielsen: Bass, Backing Vocals
Jeff Sullivan: Drums, Percussion

Disco: Wrapped In Sky
Ano: 1995
Faixas:
1. Indian Song (Kinney, Buck, Nielsen, Sullivan, Fowler) 3:20
2. Telling Stories (Drivin' N' Cryin', Kinney) 3:33
3. Leader The Follow (Kinney) 3:38
4. Saving Grace (Kinney) 5:05
5. Underground Umbrella (Kinney) 4:48
6. Right Side Of Town (Kinney) 4:45
7. Señorita Louise (Kinney) 2:30
8. Pura Vida (Kinney, Nielsen) 3:09
9. Light (Kinney) 3:09
10. Silence Of Me (Kinney) 4:43
11. Wrapped In Sky (Kinney) 4:25
Créditos:
Kevn Kinney: Vocals, Guitar, Harmonica
Tim Nielsen: Bass, Mandolin, Backing Vocals
Jeff Sullivan: Drums
Músicos adicionais:
Joey Huffman: Piano, Organ, Melodica, Moog, Wurlitzer Piano
John Porter: Additional Guitar
Tony Braunagel: Additional Percussion
Peter Buck: Dulcimer ("Indian Song"), Mandolin ("Telling Stories")
Keith Joyner: Guitar ("Silence Of Me")
Ivan Julian: Guitar ("Light")

Disco: Drivin' N' Cryin'
Ano: 1997
Faixas:
1. Keepin' It Close To My Heart (3:03)
2. Roof Garden (4:26)
3. I've Got A Message (3:55)
4. Drivin' N' Cryin' (2:46)
5. Around The Long Way (3:33)
6. Let Lenny B. (3:27)
7. Paid In Full (3:18)
8. Everything's Gonna Be Alright (4:33)
9. Beneath The Undertow (4:26)
10. Passing Through (5:53)
11. Leaving On A Jet Plane (3:09)
12. Nothin' To Lose (2:20)
Músicas de autoria da banda e Kevn Kinney, menos "Leaving On A Jet Plane, composta por John Denver.
Créditos:
Kevn Kinney: Guitar, Vocals
Tim Nielsen: Bass, Backing Vocals, Mandolin
Jeff Sullivan: Drums, Percussion
Músicos adicionais:
Tom Gray: Scheerhoorn Resonator (faixa 3)
Luis Stefanell: Congas (faixas 4, 6)
Marty Kearns: Hammond & Piano (faixa 5), Electric Wurlitzer (faixa 8)
Phil Hadaway: Synthesizer & Clavinet (faixa 9)
Rosanne Kuutti: Viola (faixa 10)
Chip Epsten: Violin (faixa 10)

Disco: The Essential Live
Ano: 1999
Faixas:
1. To Build a Fire (Drivin' N' Cryin', Kinney) 4:34
2. Scarred But Smarter (Drivin' N' Cryin', Kinney) 2:40
3. Let's go Dancing (Drivin' N' Cryin', Kinney) 3:53
4. Honeysuckle Blue (Drivin' N' Cryin', Kinney) 9:20
5. Indian Song (Buck, Fowler, Kinney, Nielsen, Sullivan) 3:53
6. Dirty Angels (Kinney) 4:29
7. The Innocent (Drivin' N' Cryin', Kinney) 5:05
8. Peacemaker (Drivin' N' Cryin', Kinney) 3:30
9. Check Your Tears at the Door (Drivin' N' Cryin', Kinney) 5:36
10. House for Sale (Drivin' N' Cryin', Kinney) 3:39
11. For You (Drivin' N' Cryin', Kinney) 5:30
12. Fly Me Courageous (Drivin' N' Cryin', Kinney) 4:36
13. Sometimes I Wish I Didn't Care (Kinney) 3:09
14. Hey Son, Where Are You Going? (Kinney) 1:33
15. Straight to Hell (Kinney) 8:15
16. Rush Hour (Drivin' N' Cryin', Kinney) 4:06
Créditos:
Kevn Kinney: Vocals, Guitar
Tim Nielsen: Bass, Vocals
Jeff Sullivan: Drums
Músicos adicionais:
David Franklin: Guitars
Joey Huffman: Piano, Hammond B-3
Gravado ao vivo nos Estados Unidos nos seguintes locais e datas: a) The Tabernacle, Atlanta, Geórgia, em 23 de maio de 1999 (faixas 3, 4); b) Elizabeth Reed Music Hall, Macon, Geórgia, em 16 de julho de 1999 (faixas 1, 2, 7, 12); a) The Bay, Chattanooga, Tennessee, em 23 de julho de 1999 (faixas 5, 6, 8-11, 13-16).

Disco: Whatever Happened To The Great American Bubble Factory?
Ano: 2009
Faixas:
1. Detroit City (Drivin' N' Cryin') 4:34
2. (Whatever Happened to the) Great American Bubble Factory? (Drivin' N' Cryin') 3:33
3. I See Georgia (Drivin' N' Cryin') 6:02
4. Midwestern Blues (Kevn Kinney) 4:19
5. Let Me Down (Drivin' N' Cryin') 4:39
6. I Stand Tall (Andy Shernoff) 4:21
7. Don't You Know That I Know That You Know? (Drivin' N' Cryin') 4:01
8. Get Around Kid (Drivin' N' Cryin') 2:04
9. Preapproved, Predenied (Kevn Kinney) 4:51
10. The Hardest Part (Drivin' N' Cryin') 4:49
11. Trainwreck (Drivin' N' Cryin') 4:08
12. This Town (Kevn Kinney) 5:19
Créditos:
Kevn Kinney: Guitar & Vocals
Tim Nielsen: Bass, Mandolin, Backing Vocals
Mac Carter: Guitar
Dave Johnson: Drums, Percussion, Backing Vocals
Músicos adicionais:
Joey Huffman: Piano & Organ
Jeff Mosier: Banjo
Steven Bernstein: Trumpet
Erik Lawrence: Saxophone

Disco: Songs about Cars, Space and The Ramones
Ano: 2012
Faixas:
1. Hot Wheels (2:45)
2. Acceleration (3:18)
3. Johnny Rides Shotgun (3:32)
4. Moonshot (2:47)
5. Out Here In The Middle Of Nowhere (2:06)
6. Space Eyes (3:01)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Kevn Kinney: Guitar, Vocals
Tim Nielsen: Bass, Backing Vocals
Dave V. Johnson: Drums, Percussion
Sadler Vaden: Guitar
Músicos adicionais:
Cheetah Chrome: Guitar Solo & Background Vocals ("Out Here In The Middle Of Nowhere")
Takyah White: Background Vocals ("Out Here In The Middle Of Nowhere")

Disco: Songs From The Laundromat
Ano: 2012
Faixas:
1. Dirty (3:28)
2. Ain't Waitin' On Tomorrow (3:33)
3. REM (4:10)
4. Baloney (0:32)
5. Clean Up (3:07)
Músicas de autoria da banda, afora "Clean Up", composta por Tim Knol.
Créditos:
Kevn Kinney: Guitar, Vocals
Tim Nielsen: Bass, Backing Vocals
Dave V. Johnson: Drums, Percussion
Sadler Vaden: Guitar

Disco: Songs From The Psychedelic Time Clock
Ano: 2013
Faixas:
1. The Little Record Store Just Around The Corner (Kevn Kinney, Drivin' N' Cryin') 2:35
2. Metamorphcycle (Kevn Kinney, Drivin' N' Cryin') 4:12
3. Upside Down Round And Round (Kevn Kinney, Andy Shernoff) 4:44
4. Sometimes The Rain (is just the rain) (Kevn Kinney, Drivin' N' Cryin') 4:51
5. In The Sound Room (Jim "Tess" Tessier) 3:08
6. The Psychedelic Time Clock (Kevn Kinney, Drivin' N' Cryin') 2:25
Créditos:
Kevn Kinney: Guitar, Vocals
Tim Nielsen: Bass, Backing Vocals
Dave V. Johnson: Drums, Percussion
Sadler Vaden: Guitar
Músicos adicionais:
Roger Ruzow: Trumpet
Andre Griffin: Keys

Disco: Songs For The Turntable
Ano: 2013
Faixas:
1. Strangers (2:48)
2. Turn (4:42)
3. Roll Away The Song (4:59)
4. Love Is The World (4:52)
5. Jesus Christ! (5:00)
Músicas de autoria da banda e Kevn Kinney.
Créditos:
Kevn Kinney: Guitar, Vocals
Tim Nielsen: Bass, Backing Vocals
Dave V. Johnson: Drums, Percussion
Sadler Vaden: Guitar
Músicos adicionais:
Paul Ebersold: Keyboards & Farfisa Organ ("Strangers")
Molly Cherry Holms: Violin, Viola, Cello


Biografia:
Formada em Atlanta em 1986, a Drivin' N' Cryin', banda de hard e southern rock, nunca foi bem sucedida nacionalmente, mas, no âmbito regional, reinou suprema ao longo da sua carreira. Originalmente composta pelo cantor e compositor Kevn Kinney na guitarra e vocal, Tim Nielsen no baixo e Paul Lenz na bateria, a banda lançou seu primeiro disco, o atemporal  "Scarred But Smarter", em 1986, fundindo hard rock e bluegrass, através do selo 688 Records, que cresceu junto com a boate punk homônima de Atlanta. A banda continuou com "Whisper Tames The Lions", de 1988, entrando Jeff Sullivan no lugar de Lenz. 
Havia grande expectativa a seu respeito na época, devido ao sucesso da R.E.M.; tudo que era southern estava pronto para se tornar a próxima atração. Mas o southern singular da Drivin' N' Cryin' acabou se descolando do resto do mundo. Perseverando com "Mystery Road", e agora expandida com a adição de Buren Fowler, ex-guitarrista de turnês da R.E.M., a banda não alterou muito o seu estilo. Já no disco seguinte, "Fly Me Courageous" (1990), o grupo finalmente vestiu o manto do heavy metal (nota minha: a afirmação é estranhíssima; afinal de contas, o som da banda nunca chegou perto do gênero; acho que heavy metal foi empregado no texto mais no sentido de hard rock, como se comprova com a sequência da frase) e gerou um bom disco de hard rock, associado a uma extravagante trilha folk. 
Mas, mesmo assim, soou meio fora de moda para os padrões da música alternativa da época. A grande força da Drivin' N' Cryin' advinha da sua atuação ao vivo, e foi assim que a banda percorreu incansavelmente o sul do país, atraindo um entusiasmado público universitário. Um show da Drivin' N' Cryin' em Atlanta tinha que ser visto para constatar-se o som da multidão cantando junto com a banda e abafando totalmente a voz excepcionalmente forte de Kinney. Naquele mesmo ano, Kinney gravou o belo LP de folk acústico, "MacDougal Blues", para o selo Island. O disco "Smoke" aportou em 1993, trazido pela Island, e selou o fim da relação da banda com a gravadora. Seguiu-se outro álbum solo ainda mais despojado de Kinney, "Down Out Law" (Mammoth), de 1994. 
Ele divulgou o disco viajando com Peter Buck, guitarrista da R.E.M., que produziu o seu primeiro disco, enquanto ele e a banda também preenchiam a lacuna entre o quinto e o sexto álbuns do grupo com shows acústicos por todo o sul do país. Quando o requintado disco "Wrapped In Sky", que marcava a estreia da banda na etiqueta Geffen, chegou às prateleiras em 1996, o grupo estava quase esquecido – perdido no vazio que muitas bandas da sua geração acabaram caindo com o advento do grunge. Kinney, Nielsen e Sullivan se encorparam com a adição de Joey Huffman, que tocou teclados em "Wrapped In Sky". 
Fowler deixou a banda logo em seguida, mas o grupo continuou a gravar, lançando um disco homônimo em 1997. Um trabalho ao vivo, "The Essential Live", apareceu em 1999. Logo após, em 2003, surgiu o EP "Detroit City Rock", com quatro músicas, seguido por outro disco longo de estúdio, "The Great American Bubble Factory", de 2009. Abraçando o imediatismo e as possibilidades temáticas do formato EP, a banda criou seu próprio selo, New Records, e começou a emitir uma série de EPs com cinco músicas, principiando com "Songs from the Laundromat", em 2012. Um segundo EP, "Songs About Cars, Space and the Ramones", também apareceu em 2012. No início de 2013 saiu o terceiro dos quatro planejados EPs, "Songs from the Psychedelic Time Clock", uma coleção de canções revivalistas, homenageando os primeiros anos do rock garagem e a psicodelia sessentista (Denise Sullivan, AllMusic; tradução livre do inglês).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...