terça-feira, 6 de dezembro de 2016

The Wildbirds - Golden Daze [Bonus Track]

Banda: The Wildbirds
Disco: Golden Daze [Bonus Track]
Ano: 2007
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Garage Rock Revival
Faixas:
1. 421 (Everybody Loves You) (3:23)
2. Shake Shake (3:26)
3. Hard On Me (3:31)
4. It's Alright Now (3:55)
5. Way Down Low (4:45)
6. All Get Away (3:22)
7. Where Has Goodness Gone (3:29)
8. Someday We Will All Fly Away (2:56)
9. Slow Down (4:30)
10. Please Don't Go (4:29)
11. Suzanna (3:09)
12. Money In My Hand [Bonus Track] (4:43)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Jon Jon Fries: Drums, Vocals, Percussion
Mathew Reetz: Lead Guitar, Mellotron
Nicholas Stuart: Lead Vocals, Guitar, Acoustic Guitar, Piano
Michael Christopher: Bass
Greg Gordon: Additional Guitars ("Hard On Me")
Greg Fidelman: Additional Guitars ("421")

Biografia:
Uma banda dedicada a turnês, a Wildbirds começou em 2005, em uma cabana de caça isolada nas profundezas do Wisconsin.
Lá, os seus integrantes Nicholas Stuart (vocal e guitarra), Mateus Reetz (guitarra), Hugh Masterson (baixo) e Jon Jon Fries (bateria) conjuraram algumas canções de rock despojado e enviaram as toscas músicas para as gravadoras, apenas para ver se alguém morderia a isca ⏤ e a Universal Republic mordeu, em 2006. O produtor Greg Fidelman (U2, Green Day, Tom Petty, Red Hot Chili Peppers) e o engenheiro Greg Gordon (Oasis, Hot Hot Heat, Jet) foram encarregados de dar um polimento ao disco de estreia da Wildbirds, "Golden Daze", e, em 2007, o álbum foi concluído e colocado na rua. Convertendo um pequeno ônibus num hotel rodante, os rapazes da Wildbirds saíram em três grandes excursões pelos Estados Unidos e Canadá, com planos de ir ao Reino Unido em 2008 (J. Scott McClintock, AllMusic; tradução livre do inglês).

domingo, 4 de dezembro de 2016

The Nomads - All Wrecked Up [Bonus Tracks]

Banda: The Nomads
Disco: All Wrecked Up [Bonus Tracks]
Ano: 1989
Gênero: Alternative Rock, Garage Rock, Punk Rock
Faixas:
1. Holyhead (Vahlberg, Ahlén) 5:20
2. Twilight Fades (Fröberg, Johnson) 3:23
3. I Don't Need No Doctor (Ashford, Simpson, Armstead) 3:11
4. First You Dream Then You Die (Vahlberg, Johnson) 4:34
5. Beyond The Valley Of The Dolls (Östlund) 3:23
6. My Deadly Game (Östlund) 4:27
7. (You Call That) Friendship? (Östlund, Vahlberg, Fröberg, Persson) 3:14
8. I'm Gonna Make You Mine (Bayer, Carr, D'Errico) 2:46
9. Butcher Baker Nightmare Maker (Östlund) 2:48
10. Outburst! (The Nomads) 0:29
11. Down By The River (The Nomads, Johnson) 5:04
12. I Have Always Been Here Before [Bonus Track] (Erickson) 3:56
13. Cinderella [Bonus Track] (Roslie) 2:51
14. Fire And Brimstone [Bonus Track] (Wray) 5:06
Créditos:
Nick Vahlberg: Vocals, Guitar
Hans Östlund: Vocals, Lead Guitar
Frank Minarik: Organ, Tambourine, Maracas
Björne Fröberg: Bass Guitar, Vocals
Joakim Ericson: Drums, Cymbals
Músicos adicionais:
Ebba Forsberg: Backing Vocals
Johnny Thunders: Guitar Solos ("Beyond The Valley Of The Dolls")
Magnus Gehlin: Ancient Synthesizer ("My Deadly Game")

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com os discos "Where The Wolf Bane Blooms", de 1983, e "Temptation Pays Double", de 1984.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Living Things - Black Skies In Broad Daylight [Bonus Tracks]

Banda: Living Things
Disco: Black Skies In Broad Daylight [Bonus Tracks]
Ano: 2004
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Hard Rock, Post-Grunge
Faixas:
1. Bombs Below (3:01)
2. March In Daylight (3:36)
3. End Gospel (3:24)
4. New Year (3:39)
5. No New Jesus (3:48)
6. I Owe (2:58)
7. Born Under The Gun (2:33)
8. On All Fours (4:03)
9. Keep It Till You Fold (4:10)
10. Dead Deer (3:48)
11. Standard Oil Trust (3:14)
12. For Tomorrow We Die... I Wish The Best For You (4:21)
13. Body Worship (2:45)
14. Target Fixation [Bear All Mix] [Bonus Track] (4:32)
15. Bombs Below [Berlin Basement Version] [Bonus Track] (2:48)
16. Pick Out The Meat [Bonus Track] (2:34)
17. Bloody Nose [Bonus Track] (3:10)
18. Bom Bom Bom [Bonus Track] (3:06)
19. God Made Hate [Bonus Track] (4:23)
20. Monsters Of Man [Bonus Track] (2:07)
21. God Made Hate [Non Movement Mix] [Bonus Track] (4:27)
Músicas de autoria de Lillian Berlin e Living Things.
Créditos:
Lillian Berlin: Guitar, Vocals
Eve Berlin: Bass
Bosh Berlin: Drums
Cory Becker: Guitar (faixas 18-21)
Cha Cha Gonzales: Lead Guitar (faixa 17)

Biografia:
A biografia da banda, que segue, em tradução livre do inglês, foi extraída do site Oldies, que, por sua vez, cita, como fonte primária do texto, a Encyclopedia Of Popular Music, de Colin Larkin (sob licença da editora Muze).
Formada em 2000 pelos irmãos Lillian Berlin (guitarra e vocal), Eve Berlin (baixo) e Bosh Berlim (bateria), essa banda americana desenvolveu sua pegada punk no cenário roqueiro contemporâneo de St. Louis, Missouri, cidade natal do trio. Os irmãos Berlin mudaram-se para Los Angeles no final da adolescência e deram início a uma exaustiva maratona de apresentações em casas noturnas da cidade. O trabalho duro virou recompensa quando o trio passou a ser cortejado por várias gravadoras de peso, se bem que sua radical postura política tenha posto a pique um promissor contrato com a Geffen Records.
A banda acabou aterrissando na gravadora DreamWorks. Seu primeiro disco, "Black Skies In Broad Daylight", lançado em 2004, trazia uma excelente porção de rock & roll contemplativo, com a desprendida produção de Steve Albini adicionando a esperada motivação política em canções como "I Owe" e "New Year". Infelizmente, a ruína da DreamWorks frustrou o lançamento do disco nos Estados Unidos. Em contrapartida, a recepção na Europa mostrou-se contundente, e a banda ganhou uma segunda chance em seu país ao assinar com a Jive Records. Juntando o segundo guitarrista Cory Becker ao lineup, os irmãos Berlin decidiram transformar seu primeiro disco num outro disco, chamado "Ahead Of The Lions", inserindo canções inéditas e suprimindo outras. Entre as novas músicas, o destaque ficou por conta de "Bom Bom Bom".

terça-feira, 29 de novembro de 2016

The Big Wu - Tool For Evening

Banda: The Big Wu
Disco: Tool For Evening
Ano: 2004
Gênero: Jam Bands
Faixas:
1. Texas Fireball (4:21)
2. Stole My Girlfriend (3:56)
3. Dog's Dead (3:57)
4. Middle Of Nowhere (3:59)
5. Ray Charles Can See (5:19)
6. Jazz 88 (7:05)
7. Black Rain (5:40)
8. Kings Of Bass (2:18)
9. I'm Cryin' (4:27)
10. Lowdown (8:53)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:s
Padre Pienbique: Bass, Vocals
Terry Van DeWalker: Drums, Percussion, Vocals
Chris Castino: Acoustic & Electric Guitars, Mandolin, Percussion, Vocals
Al Oikari: Acoustic Guitar, Lap Steel Guitar, Keyboards, Accordion, Mandolin, Percussion, Vocals

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Tracking Buffalo Through The Bathtub", de 1997.

domingo, 27 de novembro de 2016

Mother Dynamite - Discografia básica

Banda: Mother Dynamite
Gênero: Classic Rock, Southern Rock, Hard Rock


Disco: Mother Dynamite
Ano: 2007
Faixas:
1. Mother Dynamite (3:58)
2. Love Gone Wrong (4:31)
3. Wake Up With The Blues (6:01)
4. Been So Good (7:11)
5. 30 Years (6:30)
6. Falling Down (2:34)
7. Open Letter Of Blues (5:58)
8. Little One (1:36)
9. Someday (5:12)
10. The Tide (4:20)
11. Far Behind (4:44)
12. Stay (4:49)
13. The Act Of Leaving (5:45)
14. Hash Stomp (3:40)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos (prováveis):
Keith Somers: Vocals
Marc Rienzi: Guitar
Chris Rienzi: Bass
Keith Nowicki: Drums
Keith Fenton: Keys

Disco: Honky Shaker Blues
Ano: 2012
Faixas:
1. Racking My Brain (4:40)
2. The Cramp (4:57)
3. Head Outside The City (5:08)
4. Blue Sky (3:10)
5. California (7:24)
6. Broken Wing (4:45)
7. I Believe (3:54)
8. Motherf**ker (3:59)
9. For Your Love (5:21)
10. The Only Place I Call Home (5:21)
11. Mule (6:07)
12. No Lullaby (4:01)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Keith Somers: Vocals
Marc Rienzi: Guitar
Chris Rienzi: Bass
Keith Nowicki: Drums
Músicos adicionais:
Megan Divine: Backup Vocals
Keith Fenton: Piano & Keys
Dan McCarrin: Piano & Keys
Tom Scheponik: Pedal Steel & Accordion
Kartinya Williams: Backup Vocals

Disco: III
Ano: 2014
Faixas:
1. The Arrival (1:07)
2. Welcome Home (10:19)
3. Eye In The Sky (6:39)
4. Shadow Of The Sun (4:13)
5. The Mourning (1:00)
6. Book Of Reason (5:33)
7. Why (2:14)
8. Satellite (8:50)
9. Leslie (2:55)
10. Fool On The Hill (7:45)
11. Frequencies (2:58)
12. The Message (6:03)
13. Morning Burn (2:00)
14. To Far From Home (7:07)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos (presumíveis):
Keith Somers: Vocals
Marc Rienzi: Guitar
Chris Rienzi: Bass
Keith Nowicki: Drums
Keith Fenton: Keys


Biografia:
A biografia da Mother Dynamite, oriunda de Marlton, New Jersey, EUA, que segue, em versão livre do inglês, foi retirada do seu site.
Essa banda está trazendo de volta as raízes e a alma do rock. Em todos os sentidos, essa banda movida a guitarra é clássica como Led Zeppelin, Black Crowes e Doors. Seu som é vintage, balançante e agradável. E uma parte é dedicada às suas peculiares canções folk. Não deve causar surpresa a audição de bandolim, acordeão ou violino no repertório do grupo.
A música da banda é genuína e verdadeira. É música que remete a um outro tempo, mas adaptada às vibrações contemporâneas. A musicalidade é profissional, meticulosa e de bom gosto. As melodias e as letras são exuberantes, contendo histórias e reflexões perspicazes sobre a vida. Ao vivo, a banda é incendiária e está se esforçando para oferecer um novo som à moda antiga para quem quiser ouvir.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

The Young Sinclairs - O Bummer

Banda: The Young Sinclairs
Disco: O Bummer
Ano: 2008
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock
Faixas:
1. Up Against The Wall (3:45)
2. Honeysuckle, Rose & Pumpkin (2:27)
3. You Got Inside But So Have I (3:44)
4. Golden Circles (3:15)
5. They're Not Writing (4:01)
6. Ballad Of Jimmy (1:55)
7. Talisman (2:30)
8. Not Today (3:18)
9. Tree In The Rain (2:07)
10. O Bummer (3:34)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos (prováveis):
Samuel Lunsford: Vocals, Guitar, Keyboards
John Thompson: Guitar
Joe Lunsford: Drums
Kyle Harris: Bass

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Feel Bad", de 2007.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

The Sore Losers - Discografia básica

Banda: The Sore Losers
Gênero: Alternative Rock, Hard Rock


Disco: The Sore Losers
Ano: 2010
Faixas:
1. Beyond Repair (2:42)
2. Into Your Head (3:56)
3. Girl (3:26)
4. Waiting (4:04)
5. Silver Seas (5:32)
6. Born To Please (3:50)
7. Your Smile (3:35)
8. Juvenile Heart Attack (3:25)
9. Hollow Tree (5:34)
10. Coming Home (4:18)
11. Goodmorning Sunshine (8:20)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Jan Straetemans: Lead Vocals, Backing Vocals, Rhythm Guitar
Cedric Maes: Lead Guitar, Acoustic Guitar, Dobro, Backing Vocals
Kevin Maenen: Bass, Backing Vocals
Alessio Di Turi: Drums, Percussion
Músicos adicionais:
Micha Volders: Drums, Backing Vocals
Christophe Vaes: Blues Harp
Pascal Deweze: Backing Vocals

Disco: Roslyn
Ano: 2014
Faixas:
1. Tripper (2:58)
2. Working Overtime (2:54)
3. Girl's Gonna Break It (3:20)
4. Gold In Them Hills (5:08)
5. Shakey Painters (5:11)
6. Reasons (2:20)
7. Don't Know Nothing (3:01)
8. Us, Uniform (4:03)
9. Drop Your Disguise (4:05)
10. Blue Shoes (4:08)
11. All My Friends (5:57)
Músicas de autoria da banda, salvo "Don't Know Nothing", composta pela banda e Rudolf De Borst.
Créditos:
Alessio Di Turi: Drums, Percussion
Jan Straetemans: Vocals, Electric & Acoustic Guitars, Honky Tonk Piano
Kevin Maenen: Bass Guitar, Fender Rhodes
Cedric Maes: Electric Guitar
Músicos adicionais:
Monique Harcum: Backing Vocals ("Gold In Them Hills")
Rudolf De Borst: Fender Rhodes ("Working Overtime"), Backing Vocals ("Don't Know Nothing", "Blue Shoes")

Disco: Skydogs
Ano: 2016
Faixas:
1. Blood Moon Shining (3:34)
2. Got It Bad (3:12)
3. Cherry Cherry (2:17)
4. Can't You See Me Running (4:39)
5. Emily (2:56)
6. Dirty Little Pretty Thing (2:46)
7. All I Am (3:21)
8. Nightcrawler (3:19)
9. Don't Want It Here (3:18)
10. White Whale (3:24)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Kevin Maenen: Bass
Alessio Di Turi: Drums
Cedric Maes: Guitar, Backing Vocals
Jan Straetemans: Lead Vocals, Guitar
Dave Cobb: Percussion, Acoustic Guitar


Biografia:
A Sore Losers é uma banda roqueira da Bélgica, formada em 2009. Jan Straetemans (vocais e guitarra), Cedric Maes (guitarra), Kevin Maenen (baixo) e Alessio Di Turi (bateria) combinam sua paixão pelo country, blues e rock garagem, fermentando-a numa sonoridade pura e rústica. Atualmente o grupo pertence ao cast da gravadora Excelsior Recordings.
A Sore Losers foi finalista da competição belga Humo's Rock Rally, em 28 de março de 2010. A banda assinou com a Excelsior Recordings e gravou seu primeiro e homônimo disco em outubro de 2010. A canção "Beyond Repair" permaneceu 21 semanas sendo tocada no programa De Afrekening, transmitido pela rádio Studio Brussell, batendo o recorde de execuções da estação em 2010. A banda participou do Pukkelpop 2010 e recebeu convite para fazer a abertura do evento em 2011, no palco principal. Mas, logo após o seu show, o festival acabou cancelado devido aos danos causados por tempestades, que ocasionaram a morte de cinco pessoas.
O grupo lançou o segundo disco longo, "Roslyn", em fevereiro de 2014, que chegou ao 5° lugar na parada de álbuns da Ultratop, na Bélgica, conservando-se ali durante 52 semanas. As músicas "Working Overtime", "Don't Know Nothing" e "Tripper" alcançaram o topo das paradas dos programas De Afrekening e Hotlist, da rádio Studio Brussel. Em julho de 2014, a banda tocou no Rock Werchter e, em 20 de dezembro de 2014, conseguiu lotar seu primeiro e propagandeado show, realizado no Ancienne Belgique e televisionado pelo canal Acht.
Também foi indicada para a premiação oferecida pela Belgian Music Industry, em 2014, nas categorias "artista alternativo" e "artista inovador". Em 20 de fevereiro de 2015, "Roslyn" chegou às lojas da Alemanha, Suíça e Áustria, seguido de apresentações da banda em casas noturnas alemãs, juntamente com o grupo belga Triggerfinger.
Em novembro de 2015, a Sore Losers entrou no estúdio Vox Ton, em Berlim, com o produtor Dave Cobb, ganhador do Grammy, e gravou, em apenas dez dias, o seu terceiro disco longo, "Skydogs". Lançado em 18 de março de 2016, o álbum recebeu elogios dos críticos no Benelux ⏤ Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo.
A música do grupo é descrita como uma mistura deslapidada do som de Black Sabatth (no começo), Jack White, Stooges e Black Keys, mas sempre buscando a essência do rock e da psicodelia. Outro apinhado e destacado show aconteceu novamente no Ancienne Belgique, em 15 de abril de 2016, e a banda abriu para a Boss Hoss na Suíça e na Áustria em maio de 2016.
A Sore Losers é influenciada por bandas bluseiras-roqueiras dos anos 60/70, especialmente MC5, Led Zeppelin e Yardbirds. Sua denominação advém do cultuado filme homônimo do diretor John Michael McCarthy. E "Skydogs", título do seu terceiro álbum, reporta-se ao apelido de Duane Allman (Wikipedia; tradução livre do inglês).



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...