sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Lou Reed - The Raven (Limited Edition)

Músico: Lou Reed
Disco: The Raven (Limited Edition)
Ano: 2003
Gênero: Hard Rock, Classic Rock
Faixas:
Disc 1: Act 1 - The Play
1. The Conqueror Worm (2:16)
2. Overture (1:05)
3. Old Poe (0:40)
4. Prologue (Ligiea) (4:49)
5. Edgar Allan Poe (3:20)
6. The Valley Of Unrest (2:26)
7. Call On Me (2:07)
8. The City In The Sea/Shadow (4:14)
9. A Thousand Departed Friends (4:55)
10. Change (2:18)
11. The Fall Of The House Of Usher (8:43)
12. The Bed (3:32)
13. Perfect Day (3:27)
14. The Raven (6:30)
15. Balloon (1:01)
Músicas de autoria de Lou Reed.
Créditos:
Lou Reed: Vocals & Guitar
Mike Rathke: Guitar (faixas 2, 5, 7, 9-12)
Fernando Saunders: Bass (faixas 2, 5, 7, 9, 10, 12), Guitar (faixa 3)
Tony Smith: Drums (faixas 2, 5, 7, 9, 10, 12)
Doug Wieselman: Tenor Saxophone (2, 5), Baritone Saxophone (faixas 9, 10)
Friedrich Paravicini: Cello (faixas 4, 7, 14), Keyboards (faixas 2, 5, 13, 14), Synthesizer (faixa 8)
Jane Scarpantoni: Cello (faixas 7, 10)
Frank Wulff: Hurdy-Gurdy (faixas 2, 11), Didgeridoo (faixa 8), Oboe (faixa 14)
Steve Bernstein: Trumpet (faixas 2, 5, 9, 10)
Antoine Silverman, Marti Sweet: Violin (faixa 7)
Laurie Anderson: Vocals (faixa 7)
Paul Shapiro: Tenor Saxophone (faixas 2, 5, 10), Baritone Saxophone (faixa 9)
Hal Willner: Sound Effects (faixa 11)
Antony: Vocals (faixa 13), Backing Vocals (faixas 10, 12)
Kate & Anna McGarrigle: Vocals (faixa 15), Backing Vocals (faixas 7, 8)
Amanda Plummer: Voice (faixa 8)
Elizabeth Ashley: Voice (faixas 6, 8, 11)
Fisher Stevens: Voice (faixa 11)
Steve Buscemi: Voice (faixas 3, 8)
Willem Dafoe: Voice (faixas 1, 4, 8, 11, 14)
Disc 2: Act 2
1. Broadway Song (3:12)
2. The Tell-Tale Heart Pt. 1 (2:24)
3. Blind Rage (3:27)
4. The Tell-Tale Heart Pt. 2 (1:43)
5. Burning Embers (3:21)
6. Imp Of The Perverse (3:12)
7. Vanishing Act (5:23)
8. The Cask (6:41)
9. Guilty (Spoken) (2:45)
10. Guilty (Song) (4:54)
11. A Wild Being From Birth (5:34)
12. I Wanna Know (The Pit And The Pendulum) (6:58)
13. Science Of The Mind (1:36)
14. Annabel Lee/The Bells (1:41)
15. Hop Frog (1:46)
16. Every Frog Has His Day (1:06)
17. Tripitena's Speech (2:19)
18. Who Am I? (Tripitena's Song) (4:30)
19. Courtly Orangutans (1:41)
20. Fire Music (2:44)
21. Guardian Angel (6:51)
Músicas de autoria de Lou Reed.
Créditos:
Lou Reed: Vocals & Guitar
Mike Rathke: Guitar (faixas 1, 3, 5, 8, 10, 12, 15, 21)
Fernando Saunders: Bass (faixas 1, 3, 5, 8, 12, 15, 21), Guitar (faixa 10), Backing Vocals (faixa 21)
Tony Smith: Drums (faixas 1, 3, 5, 8, 10, 12, 15, 21), Backing Vocals (faixa 21)
Antony: Backing Vocals (faixas 3, 5, 13, 21)
Kate & Anna McGarrigle: Backing Vocals (faixa 21)
Doug Wieselman: Baritone Saxophone (faixa 1), Tenor Saxophone (faixa 10)
Jane Scarpantoni: Cello (faixa 5)
Paul Shapiro: Tenor & Alto Saxophones (faixa 1), Soprano Saxophone (faixa 10)
Art Baron: Trombone (faixa 1)
Steve Buscemi: Vocals (faixa 1), Voice (faixas 2, 4, 6, 8)
Antoine Silverman: Violin (faixa 5)
Friedrich Paravicini: Electric Piano (faixa 8), Hammond Organ (faixa 12), Keyboards (faixas 2, 4, 15), Piano (faixas 1, 7, 13), Synthesizer (faixas 4, 8, 14, 16)
Ornette Coleman: Alto Saxophone (faixa 10)
The Blind Boys Of Alabama: Vocals (faixa 12)
David Bowie: Vocals (faixa 15)
Patrick Carroll: Bass & Drum Programming (faixa 18)
Shelly Woodworth: English Horn (faixa 18)
Russ DeSalvo: Guitar & Keyboards (faixa 18)
Steve Bernstein: Trumpet (faixas 1, 5, 10), Flugelhorn (faixa 21)
Amanda Plummer: Voice (faixas 14, 16, 17, 19)
Elizabeth Ashley: Voice (faixas 9, 11)
Fisher Stevens: Voice (faixas 2, 4)
Kate Valk: Voice (faixas 2, 4, 6, 9, 11)
Willem Dafoe: Voice (faixas 2, 4, 8, 16, 19)
http://freetexthost.com/uvyesokhvb

Biografia:


A biografia de Lou Reed já foi postada aqui, juntamente com o disco "Walk On The Wild Side: Recorded Live! New York 1972", de 2011.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

The Naomi Star - Discografia básica

Banda: The Naomi Star
Gênero: Powerpop


Disco: The Naomi Star
Ano: 2003
Faixas:
1. Voices (3:07)
2. Glad That You Came (4:01)
3. December Sun (3:20)
4. So Cool (2:55)
5. This Man (2:56)
6. Poor (3:50)
7. Waiting (3:05)
8. Holding On (2:15)
9. (I Wonder Where You Are) Tonight (3:52)
10. Sunny Day (3:40)
11. Walking To The Water (3:40)
12. Hard Getting Over You (4:24)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos (presumíveis):
Paul Kohler: Lead Vocals, Guitar
Stephen Bunovsky: Lead Guitar, Backing Vocals
Rocco Villavicencio: Bass, Backing Vocals
Steve Raccagni: Drums, Percussion
http://tinyurl.com/p92tn89

Disco: Sunshine Girl
Ano: 2006
Faixas:
1. Sunshine Girl (2:46)
2. Just Let Go (4:00)
3. Hazy Sunshine (4:45)
4. Enlighten (3:35)
5. Gonna Find Her (3:03)
6. Paperback Writer (2:49)
7. Misty Water (3:31)
8. Saturday (3:57)
9. Find My Way Home (3:43)
10. Annihilation Blues (3:50)
11. Down My Road (3:11)
12. Sky So Blue (3:22)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas, exceto "Paperback Writer", composta por Lennon e McCartney.
Créditos (prováveis):
Paul Kohler: Lead Vocals, Guitar
Stephen Bunovsky: Lead Guitar, Rhythm Guitar, Backing Vocals
Dan Kohler: Bass, Rhythm Guitar, Backing Vocals
Steve Raccagni: Drums, Percussion
http://tinyurl.com/nv25vtg

Disco: Through The Eyes
Ano: 2009
Faixas:
1. Karma (Bunovsky, P. Kohler, Raccagni) 3:23
2. Where Are You Going (Bunovsky, D. Kohler, P. Kohler) 3:03
3. She Told Me (D. Kohler) 3:12
4. Moneyman (Bunovsky) 3:17
5. Powerpop Nugget (P. Kohler, Raccagni) 2:37
6. Anjoulie (Bunovsky) 3:02
7. Through The Eyes (D. Kohler) 3:21
8. A Better Place (D. Kohler) 3:59
9. Brighter Star (Bunovsky) 2:56
10. Truly (Bunovsky) 3:28
11. Slowing Down (D. Kohler) 3:38
12. Another World (Bunovsky, Ledoux) 2:47
13. Your Love (Annabelle) (P. Kohler) 1:41
Créditos (esperáveis):
Paul Kohler: Lead Vocals, Guitar
Stephen Bunovsky: Lead Guitar, Rhythm Guitar, Backing Vocals
Dan Kohler: Bass, Rhythm Guitar, Backing Vocals
Steve Raccagni: Drums, Percussion
http://tinyurl.com/oy7vj4j


Biografia:


Formada das cinzas da aclamada Hannah Cranna, do elenco da gravadora Big Deal, a Naomi Star criou seu próprio estilo de pop rock, tocando ressonantes guitarras e cativantes melodias, como os gigantes da British Invasion, The Beatles, The Kinks e The Who, com os potentes grooves e a intimidade emocional (nota minha: sei lá o que isso quer dizer...) do folk-pop americano (MySpace; tradução livre do inglês).

sábado, 24 de outubro de 2015

Ocean Colour Scene - North Atlantic Drift [Bonus Tracks]

Banda: Ocean Colour Scene
Disco: North Atlantic Drift [Bonus Tracks]
Ano: 2003
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock
Faixas:
1. I Just Need Myself (3:24)
2. Oh Collector (3:54)
3. North Atlantic Drift (3:09)
4. Golden Gate Bridge (4:10)
5. Make The Deal (3:59)
6. For Every Corner (3:48)
7. On My Way (3:28)
8. Second Hand Car (2:57)
9. She's Been Writing (4:13)
10. The Song Goes On (5:22)
11. When Evil Comes (6:24)
12. Will You Take Her Love [Bonus Track] (3:16)
13. Me, I'm Left Unsure [Bonus Track] (4:53)
14. Questions [Bonus Track] (2:42)
15. I Want To See The Bright Lights [Bonus Track] (2:49)
Músicas de autoria da banda, exceto "I Want To See The Bright Lights", composta por Richard Thompson.
Créditos:
Simon Fowler: Lead Vocals, Acoustic & Nashville Guitars
Steve Cradock: Acoustic, Electric & Nashville Guitars, E-Bow, Piano, Hammond Organ, Autoharp, Percussion
Damon Minchella: Bass
Oscar Harrison: Drums, Percussion, Backing Vocals
Músicos adicionais:
Kevin "Ewok" Rowe: 2nd Guitar (faixa 1)
Steve White: Percussion (faixa 1)
James Hunt: Saxophone (faixa 7)
Nichol Tompson: Trombone (faixa 7)
Duncan Mackay: Trumpet (faixa 7)
Linda Thompson: Vocals (faixa 9)
Dalbir Singh Rattan: Tabla (faixa 11)
http://tinyurl.com/q8rajrk

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Moseley Shoals [Deluxe Edition]", de 2011.

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Chasing Edison - Black Maria [Bonus Track]

Banda: Chasing Edison
Disco: Black Maria [Bonus Track]
Ano: 2010
Gênero: Jam Bands
Faixas:
1. Watch It Burn (6:15)
2. People (6:21)
3. Pendejo (5:03)
4. Fog (10:06)
5. The Example (5:39)
6. Wizard Part 1 (5:32)
7. Wizard Part 2 (5:05)
8. Heffro's Revenge (10:44)
9. Folks (5:11)
10. Wizard Part 3 (1:39)
11. Wizard Part 4 (1:53)
12. Morphine Tiger (9:51)
13. Big Fat Elephant [Bonus Track] (5:10)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Justin Babcock: Drums
Greg Dalton: Guitar, Lead Vocals
Alex Giles: Keys, Vocals
Jeff Lewis: Bass

Biografia:
A Chasing Edison é uma banda de groove sediada em Charlotte, Carolina do Norte, EUA. Seus integrantes, Justin Babcok, Greg Dalton, Alex Giles e Jeff Lewis, desenvolvem estilos bastante diversos, que vão do metal progressivo ao improvisado jazz fusion.


O grupo proporciona uma constante e envolvente experiência através de vigorosos e intrincados grooves, precisas e variadas distorções e um excelente espetáculo de iluminação. A Chasing Edison simboliza uma intensa aventura, que não deve ser desperdiçada (Facebook; tradução livre do inglês).

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Los Lobos - "...and a time to dance"

Banda: Los Lobos
Disco: "...and a time to dance"
Ano: 1983(*)
Gênero: Latin Rock, Blues Rock, Classic Rock
Faixas:
1. Let's Say Goodnight (Hidalgo, Perez) 2:30
2. Walking Song (Hidalgo, Perez) 2:45
3. Anselma (Cesar Suedan, Guadalupe Trigo) 3:04
4. Come On Let's Go (Ritchie Valens) 2:08
5. How Much Can I Do? (Hidalgo, Perez) 2:34
6. Why Do You Do (Cesar Rosas) 2:17
7. Ay Te Dejo En San Antonio (Don Santiago Jimenez) 2:31
Créditos:
Conrad Lozano: Bass, Vocals, Guitarrón
Louie Perez: Drums, Vocals
David Hidalgo: Guitar, Accordion, Vocals
Cesar Rosas: Guitar, Bajo Sexto, Vocals
Steve Berlin: Saxophone
(*) CD lançado em 1987.
http://tinyurl.com/qf7k8r2

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Kiko", de 1992.

domingo, 18 de outubro de 2015

East Ash Street Band - Discografia básica

Banda: East Ash Street Band
Gênero: Jam Bands, Psychedelic Rock, Classic Rock


Disco: The World Keeps On Spinning
Ano: 2008
Faixas:
1. Big City (5:00)
2. Hearts, Clubs, And Suits (4:07)
3. Mcgigly (6:15)
4. World Keeps On Spinning (5:33)
5. Body Bags (4:46)
6. I Know What I Know (5:14)
7. Something Of Nature (6:32)
8. What Ya Gonna Do (4:04)
9. Colorado (3:46)
10. Way Things Are Going (5:41)
11. Last Time (5:39)
12. Hidden Track (10:47)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
http://tinyurl.com/oj4o27p

Disco: Mama Told Me
Ano: 2009
Faixas:
1. Water (4:28)
2. Messenger (4:49)
3. The Love We've Got (4:40)
4. Mind Plug (3:50)
5. Black Leather Sweater (4:56)
6. Mama Told Me (4:01)
7. Swimming In Hell (4:50)
8. Birds (4:05)
9. Testify (5:13)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
http://tinyurl.com/oct5afa


Créditos nos dois discos:
Todd Day Wait: Vocals, Rythm Guitar
Mike Jones: Lead Guitar
Dominick Michael Lee: Bass Guitar
Ty Ledbetter: Drums
Joseph Jones: Keyboards, Organ


Biografia:
A East Ash Street Band é uma banda americana de jam rock, que traz um mundo visual e auditivo cheio de vida perante seus olhos. Transcendendo gêneros musicais seculares, acalmando a mente e animando o corpo. Apaixonado por melodias, letras e longos improvisos, o grupo toca, com maestria, funk, blues, reggae, rock, country e psicodelia, tudo junto, com um show de luzes transparentes, para inspirar variados públicos, jovens e velhos, a dançarem.


Beirando 300 apresentações ao vivo no último ano (2007), a East Ash Street Band tocou em festivais nacionais pela primeira vez, incluindo o Wakarusa Music Festival, em Lawrence, Kansas, EUA, o Dogstock, em Melvern, Kansas, e o Roots N' Blues Festival, em Colúmbia, Missouri, EUA, atraindo mais de 60 mil fãs para um dos mais promissores cenários da música independente do Centro-Oeste americano.


Após o lançamento do seu primeiro disco longo de estúdio (2008), "The World Keeps On Spinning", a East Ash Street Band continua excursionando bastante, contando com um público regional fiel, enquanto aguarda o retorno ao eventos musicais ao vivo em Colúmbia e também ao Wakarusa Festival deste ano.


Além disso, a banda voltou às manchetes do Mushroom Festival e recebeu a oportunidade de tocar no Blue Bird Music Festival. Pelo seus cálculos, foram 400 shows até agora, vendendo 100 discos desde o lançamento, em abril de 2008, e uma média de 5 a 10 álbuns durante as apresentações. Com uma formação que mistura veteranos e novatos, a banda continua compondo e gravando diariamente, acumulando um catálogo grande de sessões ao vivo e em estúdio (CD Universe; tradução livre do inglês).

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Strangefolk - Open Road

Banda: Strangefolk
Disco: Open Road
Ano: 2001
Gênero: Alternative Rock, Folk Rock, Jam Bands
Faixas:
1. House of Pearl (Glocker) 3:32
2. In Deep (Trafton) 7:20
3. Leave a Message (Montgomery) 6:05
4. First Time (Glocker, Trafton) 7:07
5. Escalator (Unknown) 5:05
6. Paint (Trafton) 5:25
7. Bait (Glocker) 4:17
8. Open Road (Trafton) 5:16
9. Criminal (Unknown) 4:45
10. Rubber Band (Unknown) 5:03
11. Go to a Show (Glocker) 7:28
Créditos:
Erik Glocker: Vocals, Bass
Luke Patchen Montgomery: Vocals, Acoustic & Electric Guitars
Scott Shdeed: Keyboards
Luke Powell Smith: Drums
Jon Trafton: Vocals, Electric Guitar
http://tinyurl.com/pvdbark

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Lore", de 1997.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

The Stoneage Hearts - Discografia básica

Banda: The Stoneage Hearts
Gênero: Alternative Rock, Powerpop


Disco: Turn On
Ano: 2002
Faixas:
1. Wish You Were Mine (Baty, McDonald, Wettenhall) 1:59
2.I'm In Love (The Zippers) 2:07
3. So Glad (That You're Gone) (Baty, McDonald, Wettenhall) 2:32
4. Rock 'N' Roll Gurls (Paul Collins) 2:31
5. Kimberly (Baty, McDonald, Wettenhall) 2:38
6. Two Timin' Gurl (Baty, McDonald, Wettenhall)  3:15
7. Stranded On A Dateless Night (Cordell Jackson) 2:27
8. Out Side (Baty, McDonald, Wettenhall) 2:25
9. 185 Gipps (Wettenhall) 2:13
10. Son Of A Houndog Man (The Good, The Bad And The Ugly) 2:28
11. Long Way To Your Heart (Baty, McDonald, Wettenhall) 4:21
Créditos:
Danny McDonald: Vocals, Guitars
Ian Wettenhall: Bass, Backing Vocals, Lead Vocals ("185 Gipps"), Harmonica, Chord Organ, Fuzz Guitar
Mickster: Drums
http://freetexthost.com/tl1iivhnkp

Disco: Guilty As Sin
Ano: 2005
Faixas:
1. Eye Of A Lie (Mariani) 3:23
2. Your Smile (Wettenhall) 2:44
3. Green With Envy (Mariani) 3:53
4. Fussy Garbos (Wettenhall, Tabert, Lucas) 2:50
5. Trouble Girl (Mariani) 3:32
6. Rock 'n' Roll Boys & Rock 'n' Roll Girls (Mariani) 2:35
7. Your Greed (Wetthenhal, Baty) 2:49
8. I'm For You (Wettenhall) 2:27
9. Get Down (Baty, McDonald, Wettenhall) 2:02
10. Sick Of You (Mariani) 3:26
11. Biff Bang Pow (The Creation) 2:44
12. Someone Else's Bubblegum (Unknown) 2:21
Créditos:
Dom Mariani: Guitars, Lead Vocals
Ian Wettenhall: Bass, Lead Vocals ("Fussy Garbos", "I'm For You"), Maracas, Harmonica
Mickster: Drums, Tambourine
Músicos convidados:
Ashley Naylor: Backing Vocals, Organ ("Your Greed")
Ernie O: Organ
http://freetexthost.com/lj3hrrtzny

Disco: Hung Up (On You)
Ano: 2015
Faixas:
1. Train At 8 (4:49)
2. Sky High Heels (3:35)
3. Is She? (3:34)
4. First Kiss (1:49)
5. I Thought That Time (2:55)
6. Motor Away (2:05)
7. Menai Hotel (3:48)
8. Trying To Wash Away Some Of My Past (3:33)
9. I'm Ready (2:39)
10. I Couldn't Change (5:05)
11. Can I Go Home? (3:16)
Músicas de autoria da banda, salvo "Motor Away", composta por Robert Pollard e Tobin Sproud, e "Can I Go Home", composta por Peter Tulloch.   
Créditos:
Tony Dyer: Vocals, Guitar
Simon Kay: Lead Guitar
Dave (Spud) Hine: Bass
Mick Baty: Drums, Percussion
Músico convidado:
Ashley Naylor: Farfisa Organ (faixas 3, 4, 7, 10)
http://freetexthost.com/tvmsoun6gl


Biografia:
A Stoneage Hearts (nota minha: a banda é australiana) começou como um powerpop trio, com Danny McDonald (P76, Jericho), Ian Wettenhal (Philisteins, Seminal Rats, Hands Of Time, Freeloaders) e Mickster (Finkers, Crusaders, Pyramidiacs).


Em 2002 o grupo lançou o seu primeiro disco, "Turn On", pelo selo de Mickster, Off The Hip, com 2 singles de 7" logo em seguida, por gravadoras da França e da Espanha, respectivamente. Pouco depois, Danny saiu para seguir carreira solo, tendo sido substituído por Dom Mariani (Stems, DMS, Someloves, Stonefish).


Essa nova formação gravou, em 2004, o CD "Guilty As Sin", novamente pela Off The Hip, mas na América o disco também foi lançado, em vinil e CD, pela Bomp, subsidiária da gravadora Alive Records (MySpace; tradução livre do inglês).

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Tea Leaf Green - Raise Up the Tent

Banda: Tea Leaf Green
Disco: Raise Up the Tent
Ano: 2008
Gênero: Jam Bands
Faixas:
1. Let Us Go (Garrod) 3:31
2. Don't Curse at the Night (Garrod) 4:34
3. Red Ribbons (Garrod) 4:06
4. I've Got a Truck (Garrod) 3:45
5. Innocence (Garrod) 3:58
6. Not Fit (Garrod) 4:35
7. Borrowed Time (Clark) 3:19
8. Slept Through Sunday (Garrod) 5:30
9. Standing Still (Garrod) 4:38
10. Stick to the Shallows (Clark) 3:28
11. Keeping the Faith (Garrod) 3:50
Créditos:
Josh Clark: Guitar, Vocals
Reed Mathis: Bass, Cello, Vocals
Scott Rager: Drums, Percussion, Backing Vocals
Trevor Garrod: Keyboards, Banjo, Harmonica, Vocals
Músicos convidados:
Dan Lebowitz: Pedal Steel ("Stick to the Shallow")
Aaron Redner: Violin ("Innocence")
Sasha Butterfly Rose: Backing Vocals ("Innocence", "Standing Still")
http://rarme.com/?rwKY9

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Tea Leaf Green", de 1999.

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

The Hi-Nobles - Shake!

Banda: The Hi-Nobles
Disco: Shake!
Ano: 2009
Gênero: Garage Rock, Classic Rock
Faixas:
1. Soul Sister (Holderby) 2:13
2. Ain't No Sin (Holderby) 3:07
3. Big Black Car (Deluna, Holderby) 3:32
4. Stings A Bit (Deluna, Holderby) 3:07
5. Shake! (Holderby) 2:15
6. International Playboys (Holderby) 3:07
7. Red Eye (Holderby) 2:44
8. Shelter (Hashfield, Holderby) 3:09
9. Love Don't Come Around (Holderby) 3:07
10. Miss Addy (Holderby) 3:27
11. Don't Go (Deluna, Holderby) 2:15
12. Gold Tipped Rhino (Holderby) 3:22
Créditos:
Henry Austin: Bass
Scott Holderby: Vocals
Greg Ingraham: Guitar
Guy Alvarez: Drums
Jeff Hashfield: Keyboards
http://freetexthost.com/wmhnrtjmaw

Biografia:
À procura de um cantor. Precisa ser uma pessoa metida a besta, mas não um babaca total.
Para uma banda que atualiza e revigora o clássico mod/garage rock, não é nenhuma surpresa que a Hi-Nobles – um grupo integrado por músicos com décadas de experiência coletiva de música e mais algumas histórias pessoais envolvendo Pearl Jam, Sex Pistols e a cena metaleira da Bay Area (nota minha: região metropolitana de São Francisco, Califórnia, EUA) – pode colocar o vigésimo primeiro século a girar sobre o padrão "como fizemos" história. Para esta banda, tudo começou com um  anúncio no Craigslist (nota minha: um site americano de classificados) – o acima citado. "Eu vi o anúncio, e eu tinha como encontrá-los sem me rebaixar", diz Scott Holderby, um veterano da cena musical da Bay Area, provavelmente mais lembrado pelo seu tempo no grupo de metal Mordred. "E era a hora certa; eu estava procurando uma banda para fazer uma experiência. Então eu pensei em ir para a audição e dar-lhes uma chance". Ele ri. "Porque, você sabe, eu sou metido a besta, mas não um imbecil".


O cantor empenhou-se bastante para impressionar o grupo improvisado, que na época estava contribuindo para um projeto paralelo de um par de grandes músicos locais (incluindo membros da Black Furies, que você definitivamente conhece se você é da Bay Area). Quando Holderby chegou para a audição, já tinha tomado vários drinques durante a noite e estava segurando um copo descartável de vodca. Profissional? Talvez não. Mas como a banda deu a largada com dois originais e um cover dos Sonics, ambas as partes, possivelmente embriagadas, sentiram uma comunhão musical. Naquela noite, a Hi-Nobles nasceu. "Acho que o meu terno ajudou também", diz Holderby. "Eu estava vestindo um terno de lapela fina de $20, de um brechó. Eles gostaram, 'este é o visual! Devíamos todos fazer isso!'. Então, agora todos nos vestimos formalmente".
Alguns meses de composições, algumas mudanças de formação e um par de agitados shows locais mais tarde, o Craigslist trouxe outra parte importante do grupo – o guitarrista Greg Ingraham, mais conhecido por seu trabalho com a Avengers. Embora a lendária banda punk tivesse passado por uma reformulação há alguns anos, Ingraham tinha tempo em suas mãos e uma ânsia para fazer algo original. "Eu precisava de algo mais para me ocupar", diz o guitarrista. "Então eu vi o anúncio, já com um olho no MySpace, e achei que eles eram muito legais".


"Eu gosto de ter Greg na banda", diz Holderby. "Ele traz sabedoria, paciência, compreensão... e um pouco de agito. Quero dizer, nós ainda estamos meio tensos, mas ele nos faz desordeiros". Curiosamente, Ingraham – possivelmente o único cara no mundo que "abriu para a Sex Pistols no Winterland" e "improvisou com a Pearl Jam" em seu currículo musical – inicialmente estava preocupado em se encaixar na banda. "Na época, a Hi-Nobles tinha um som limpo. Esse foi um desafio para mim", diz ele. "Eu sou um punk, um roqueiro hard, um bluseiro. Mas quanto mais eu tocava com eles, mais eu trabalhava em algumas distorções. Eu fiz as canções um pouco sujas".
Você pode definitivamente ouvir a "sujeira" em "Shake!", o disco de estreia da Hi-Nobles para o novo selo Zaentz Records. As duas faixas mais altas, "Ain't No Sin" e "Miss Addy", mostram Ingraham, como ele diz, "atacando no heavy fuzz". Nas outras músicas, o álbum é um tour de force de garage rock e soul, com tempos acelerados ("Shake"), aspirações pop ("Shelter") e um groovy explodido de órgão encharcado de R&B ("Stings a Bit"), com as teclas maníacas da arma secreta da Hi-Nobles, Jeff Hashfield.


"Jeff, no dia-a-dia, é um sujeito muito quieto, mas, no palco, uau", diz Holderby. "A primeira vez que tocamos juntos, ele estava enlouquecido. Eu estava fazendo piruetas, Jeff também... o nosso guitarrista estava entre mim e ele, e ele acabou se enroscando entre dois amplificadores, com o medo transparecendo no seu rosto. Ele estava com muita raiva de nós depois do show".
Nas letras, Holderby mantém as coisas simples; embora ele lamente que esta "política/raça/religião está causando toda essa guerra e divisão" em "International Playboys", a maioria dos seus temas hi-nobleanos gira em torno dos clássicos: "sexo, amor, traição... você sabe, as coisas normais".
Embora grande parte das canções seja inicialmente escrita por Holderby e Hashfield, a banda como um todo contribui com arranjos e peças individuais. "Quem quiser pode contribuir", diz Ingraham. "É assim que eu adicionei o meu próprio som à mistura. É bastante colaborativo" (o grupo é completado pelo baixista Henry Austin e o baterista Guy Alvarez, que fornecem o contratempo groove).


Para o guitarrista, "Shake" representa um retorno muito atrasado para a ribalta. Embora a Avengers permaneça ativa e muito amada no mundo da música – foi a Pearl Jam que solicitou pessoalmente ao grupo entrar no palco, há alguns anos, para tocar o seu clássico punk, "The American In Me" – a Hi-Nobles deu a Ingraham uma chance de formar um grupo com futuro promissor. É algo que não aconteceu em quase três décadas. "Com a Avengers, eu acho que começamos em junho de 77 e eu parei em dezembro de 78", diz ele. "Quero dizer, eu consigo lembrar da abertura para a Sex Pistols na data da sua última turnê americana, olhando a banda ser atingida por latas de cerveja, roupas e qualquer outra coisa que você pode pensar, e ver todo o tipo de louco nos bastidores. Bill Graham não achou graça. Mas sim, desde a Avengers, eu trabalhei com um monte de grupos menores, mas nada que realmente viajou ou foi a qualquer lugar. É bom estar de volta ao estúdio e retornar para a estrada, com algo realmente muito legal e novo" (Kirk Miller, MySpace; tradução livre do inglês).

sábado, 3 de outubro de 2015

Graveyard - Discografia básica

Banda: Graveyard
Gênero: Hard Rock, Stoner Rock


Disco: Graveyard
Ano: 2008
Faixas:
1. Evil Ways (3:27)
2. Thin Line (5:24)
3. Lost In Confusion (3:24)
4. Don't Take Us For Fools (4:01)
5. Blue Soul (6:17)
6. Submarine Blues (2:24)
7. As The Years Pass By, The Hours Bend (4:40)
8. Right Is Wrong (4:26)
9. Satan's Finest (5:32)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Rikard Edlund: Bass
Axel Sjöberg: Drums & Percussion
Joakim Nilsson: Guitar & Vocals
Truls Mörck: Guitar, Lead Vocals ("Blue Soul", "As The Years Pass By, The Hours Bend"), Organ ("Blue Soul"), Piano ("Blue Soul")
Jonatan Larocca Ramm: Guitar & Vocals
http://freetexthost.com/4rjbq5ffcf

Disco: Live @ Roadburn Festival, Netherlands, April 4, 2008 [Bootleg]
Ano: 2008
Faixas:
1. Blues Soul (8:52)
2. As The Years Pass By, The Hours Bend (6:24)
3. Submarine Blues (2:50)
4. Granny And Davis (3:45)
6. Thin Line (9:02)
7. Evil Ways (3:35)
8. Ungrateful are the Dead (4:58)
9. The Siren (8:38)
10. Satan's Finest (6:36)
Músicas de autoria da banda.
Créditos (prováveis):
Rikard Edlund: Bass
Axel Sjöberg: Drums & Percussion
Joakim Nilsson: Guitar & Vocals
Jonatan Larocca Ramm: Guitar & Vocals
http://freetexthost.com/ole55goajd

Disco: Hisingen Blues [Bonus Track]
Ano: 2011
Faixas:
1. Ain't Fit to Live Here (3:05)
2. No Good, Mr Holden (4:46)
3. Hisingen Blues (4:13)
4. Uncomfortably Numb (6:11)
5. Buying Truth (Tack & Förlåt) (3:27)
6. Longing (4:49)
7. Ungrateful are the Dead (3:10)
8. Rss (3:48)
9. The Siren (6:00)
10. Cooking Brew [Bonus Track] (4:05)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Joakim Nilsson: Vocals & Guitar
Rikard Edlund: Bass
Axel Sjöberg: Drums
Jonatan Larocca Ramm: Guitar
Músicos adicionais:
Petrus Fredestad: Hammond ("Longing", "Ungrateful are the Dead")
Nils Dahl: Piano ("Longing")
Erik Sjöberg Ridderström: Lergok [swedish ocarina] ("Longing")
http://freetexthost.com/gqmmwaeil3

Disco: Hisingen Blues [7"]
Ano: 2011
Faixas:
1. Hisingen Blues (4:13)
2. Granny And Davis (3:21)
Músicas de autoria da banda.
Créditos (presumíveis):
Joakim Nilsson: Vocals & Guitar
Rikard Edlund: Bass
Axel Sjöberg: Drums
Jonatan Larocca Ramm: Guitar
http://freetexthost.com/yrk4galtdl

Disco: Lights Out
Ano: 2012
Faixas:
1. An Industry Of Murder (4:02)
2. Slow Motion Countdown (5:35)
3. Seven Seven (2:33)
4. The Suits, The Law & The Uniforms (4:50)
5. Endless Night (2:46)
6. Hard Times Lovin' (4:27)
7. Goliath (2:49)
8. Fools In The End (3:31)
9. 20/20 (Tunnel Vision) (5:00)
Músicas de autoria da banda.   
Créditos:
Joakim Nilsson: Vocals & Guitar
Jonatan Larocca Ramm: Vocals & Guitar
Rikard Edlund: Bass
Axel Sjöberg: Drums
Participações especiais:
Erik Sjöberg Ridderström: Norwegian Fiddle ("An Industry Of Murder")
Nils Dahl: Piano ("Slow Motion Countdown"), Mellotron ("Slow Motion Countdown"), Rhodes ("Slow Motion Countdown", "20/20")
Martin Holm: Saxophone ("The Suits, The Law & The Uniforms")
Magnus Jäverling: Hammond Organ ("Hard Times Lovin'")
http://freetexthost.com/cdbylkejpk

Disco: Innocence & Decadence
Ano: 2015
Faixas:
1. Magnetic Shunk (3:02)
2. The Apple & The Tree (3:05)
3. Exit 97 (3:50)
4. Never Theirs To Sell (2:15)
5. Can't Walk Out (5:43)
6. Too Much Is Not Enough (4:37)
7. From A Hole In The Wall (3:47)
8. Cause & Defect (3:47)
9. Hard-Headed (3:12)
10. Far Too Close (4:43)
11. Stay For A Song (4:35)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Joakim Nilsson: Vocals & Guitar
Jonatan Ramm: Guitar, Vocals ("Far Too Close")
Truls Mörck: Bass, Vibraphone, Vocals ("From A Hole In The Wall")
Axel Sjöberg: Drums & Percussion
Johan Lindström: Organ, Piano, Backing Vocals
Melinda De Lange, Sabrina Ddumba: Backing Vocals ("Too Much Is Not Enough")
http://freetexthost.com/vn34sbrmao


Biografia:
A banda de rock retrô Graveyard, oriunda de Gothenburg, Suécia, que carrega muito de Witchcraft ou Priestess na veia, foi formada no final de 2006. Os membros originais Joakim Nilsson (guitarra e vocais), Truls Mörck (guitarra e vocais), Rikard Edlund (baixo) e Axel Sjoberg (bateria) foram movidos pelo legado de gigantes como a Cream e a Black Sabbath, e rapidamente o grupo gravou sua primeira demo.


Mais rápido ainda, a banda obteve um contrato de distribuição dupla com a Tee Pee Records e a Transubstans Records. Seu primeiro álbum, intitulado simplesmente Graveyard, foi lançado no início de 2008.

1
Ao término da gravação do referido disco, a banda substituiu o guitarrista Sjöberg (nota minha: é evidente o equívoco, já que o guitarrista era Truls Mörck) por Jonathan (sic) Ramm. Depois de excursionar com os grupos Witchcraft, Clutch e CKY, a Graveyard lançou o segundo disco, "Hisingen Blues", em  2011. No ano seguinte, saiu "Lights Out". "Innocence & Decadence" chegou em 2015. Em setembro de 2016, a banda anunciou sua dissolução (Chris True, AllMusic; tradução livre do inglês).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...