sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Dead Confederate - Wrecking Ball [Bonus Tracks]

Banda: Dead Confederate
Disco: Wrecking Ball [Bonus Tracks]
Ano: 2008
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Post-Grunge, Stoner Rock
Faixas:
1. Heavy Petting (Morris) 5:16
2. The Rat (Senn) 5:15
3. Goner (Morris) 3:29
4. It Was A Rose (Morris) 5:22
5. Yer Circus (Senn) 4:57
6. All The Angels (Senn) 5:10
7. Start Me Laughing (Morris) 3:20
8. The News Underneath (Senn) 7:11
9. Flesh Colored Canvas (Senn) 12:08
10. Wrecking Ball (Morris) 5:06
11. Get Out [From EP "Dead Confederate", 2008] [Bonus Track] (Morris) 4:50
12. Tortured Artist Saint [From EP "Dead Confederate", 2008] [Bonus Track] (Senn) 6:37
13. Shadow The Walls [From EP "Dead Confederate", 2008] [Bonus Track] (Senn) 5:29
Créditos:
Hardy Morris: Vocals, Guitar
Brantley Senn: Bass, Vocals
Walker Howle: Guitar
John Watkins: Keys
Jason Scarboro: Drums

Biografia:
A banda americana Dead Confederate usa uma abordagem pós-grunge na sua música, que também recebe forte influência dos grupos psicodélicos e do southern.
As sementes para a formação do grupo foram lançadas durante o final dos anos 90, quando seus futuros componentes, Hardy Morris (vocais e guitarra), Brantley Senn (baixo), Walker Howle (guitarra), John Watkins (teclados) e Jason Scarboro (bateria), uniram-se em torno de uma identificação por Pink Floyd e Black Sabbath. Embora vindo de Augusta, na Geórgia, o quinteto deslocou-se para Atlanta após a graduação universitária. Seguiu-se uma segunda mudança, desta vez para Athens, onde a banda intensificou as turnês e chamou a atenção de Gary Gersh, ex-presidente da Capitol Records. Impressionado com o incisivo som da Dead Confederate, Gersh integrou-a no elenco da sua nova gravadora, The Artists Organization, lançando o primeiro EP da banda no começo de 2008. Seguiu-se um disco longo, "Wrecking Ball", em setembro de 2008. Dois anos mais tarde, saiu o segundo álbum, "Sugar". O EP "Peyote People" apareceu em 2012, e, na sequência, o terceiro disco longo, "In The Marrow, editado no começo de 2013 (Andrew Leahey, AllMusic; tradução livre do inglês).

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Soulhat - Discografia básica

Banda: Soulhat
Gênero: Alternative Rock, Alternative Country, Jam Bands


Disco: Outdebox
Ano: 1993
Faixas:
1. Prayin' For Rain (McKinney, Walsh) 3:51
2. Stranger Things (McKinney) 3:10
3. Alone (McKinney) 5:06
4. Brian Waltz (McKinney, Walsh) 6:10
5. Big Backyard (McKinney) 6:16
6. Things Aren't Like That Anymore (Cassis) 4:37
7. Here (McKinney) 3:54
8. Stink Pot (McKinney) 11:26
9. Holy Cow (McKinney, Cassis, Walsh) 4:39
10. Build It Up, Tear It Down (McKinney) 4:23
Créditos:
Kevin McKinney: Guitar, Vocals
Bill Cassis: Guitar, Vocals
Brian Walsh: Bass, Vocals
Barry "Frosty" Smith: Drums, Percussion
Músicos adicionais:
Jon Blondell: Trombone
Danny Levin: Cello

Disco: Good To Be Gone
Ano: 1994
Faixas:
1. Homer (McKinney, Walsh) 4:33
2. Good To Be Gone (McKinney) 5:17
3. Wiggin' (McKinney, Ladd) 4:51
4. Big Nose (McKinney) 4:12
5. Psychological Bone (McKinney, Smith) 6:45
6. Preacher Man (McKinney, Walsh) 4:51
7. Bonecrusher (McKinney, Smith) 5:23
8. Emugga (McKinney, Cassis, Walsh, Smith) 4:00
9. Dirty Old Man (McKinney, Walsh, Cassis, Smith) 4:31
10. Waited (McKinney, Cassis, Walsh, Smith) 5:51
11. 15 More Miles (McKinney) 12:16
Créditos:
Kevin McKinney: Vocals & Guitar
Bill Cassis: Guitars
Brian Walsh: Bass
Barry "Frosty" Smith: Drums

Disco: Soulhat
Ano: 1998
Faixas:
1. Pay At The Pump (3:49)
2. Straight Hair Curl (3:42)
3. My Man Joe (3:21)
4. Luggage (5:49)
5. Young Ones (4:03)
6. For The Drinkers (4:19)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Kevin McKinney: Guitar, Vocals
Barry "Frosty" Smith: Drums
Brian Walsh: Bass, Vocals ("Young Ones")

Disco: Experiment On A Flat Planet
Ano: 2000
Faixas:
1. Loading (McKinney, Smith) 0:56
2. Plastic (McKinney, Smith) 3:58
3. Flat Plane (McKinney, Smith) 3:53
4. Mailbox (McKinney) 4:41
5. Gone (McKinney, Smith) 3:47
6. My Man Joe (McKinney) 3:54
7. WNBA (McKinney) 1:59
8. Cash (McKinney) 3:27
9. City (McKinney) 3:35
10. Skin (McKinney) 3:15
11. Microwave (McKinney, Smith) 5:08
12. Deep Sleeper (McKinney) 1:38
Créditos:
Kevin McKinney: Guitar, Vocals
Mack McNabb: Guitar, Bass
Barry "Frosty" Smith: Drums
John Vogelsang: Bass

Disco: Live At The Black Cat Lounge
Ano: 2009
Faixas:
1. Find The Time (3:40)
2. Garbageman (4:14)
3. Preacherman (3:42)
4. Neighbor (8:11)
5. Revenge Of The Electric Man (5:03)
6. Barely (3:35)
7. Skinny Dipping (4:29)
8. Write It All Down (3:38)
9. Alone (5:07)
10. Wanna Know (4:04)
11. Better (3:01)
12. Mailbox (7:36)
13. Longtime (3:33)
14. Son Of Big Chief (4:06)
15. ...Love Me Now (7:21)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas, à exceção de "Preacherman", composta por Kevin McKinney e Brian Walsh, e "Alone", composta por Kevin McKinney.
Créditos:
Ian Bailey: Drums
Bill Cassis: Guitar, Vocals
Kevin McKinney: Guitar, Vocals
Barry "Frosty" Smith: Percussion
Brian Walsh: Bass
(*) CD lançado originalmente em 1991. Gravado ao vivo no Black Cat Lounge, em Austin, Texas, nos dias 29 e 30 de agosto de 1991.


Biografia:
Os guitarristas e vocalistas Kevin McKinney e Bill Cassis formaram a Soulhat no Texas, em 1990, com o baixista Brian Walsh. Barry E. "Frosty" Smith, ex-baterista da Funkadelic, foi convidado para complementar o grupo bluseiro psicodélico. O disco independente "Outdebox" surgiu em 1993 (a Epic relançou-o posteriormente). "Live At The Black Cat" e o segundo álbum de estúdio da banda, "Good to Be Gone", apareceram em 1994. Seis anos depois, veio "Experiment On A Flat Plane" (John Bush, AllMusic; tradução livre do inglês).

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

U-Melt - The Unbelievable Meltdown

Banda: U-Melt
Disco: The Unbelievable Meltdown
Ano: 2004
Gênero: Jam Bands
Faixas:
1. Green Amber (8:52)
2. Still I Go (5:27)
3. Infectious Groove (6:33)
4. Missed (10:49)
5. Vulpecula (2:10)
6. Through The Prism (8:48)
7. Song Behind The Time (5:23)
8. Schizophrenia (9:01)
9. Tomorrow, My Friend (6:30)
10. Human Compass (8:55)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Adam Bendy: Electric Bass
George Miller: Drums, Vocals
Rob Salzer: Lead Guitar, Vocals
Zac Lasher: Keyboards, Vocals

A biografia da banda, que segue, escrita pelo jornalista musical David Schultz, foi retirada da página da U-Melt no Facebook e traduzida livremente do inglês.
O espírito do rock progressivo ⏤ a propensão para experimentar, a qualidade da precisão e a abertura para ultrapassar limites preconcebidos ⏤ vive na música e no ethos da U-Melt.
O som fora do comum vem das várias origens dos músicos que compõem a banda de Nova Iorque: um dos guitarristas jovens mais eletrizantes tocando hoje, Rob Salzer começou sua carreira musical como violinista de formação clássica; o tecladista Zac Lasher estudou teatro no Emerson College e trocou as canções da Broadway pela emoção do rock and roll; o baixista Adam Bendy tem uma licenciatura em performance musical e o baterista George Miller desfilou com a Virgínia Ocidental Mountaineer Marching Band.
Desde o seu primeiro show no estacionamento de uma base da Força Aérea, em Maine, a U-Melt cresceu em estatura no mesmo ritmo que seus fãs têm aumentado a nível nacional, tornando-se o centro de uma comunidade crescente de admiradores e músicos que se nutrem do espírito generoso e criativo da banda.  No disco "The I's Mind", de 2006, lançado depois de "The Unbelievable Meltdown", de 2004, você pode ouvir o quarteto ir além além de suas raízes improvisatórias e desenvolver um som que engloba uma variedade de gêneros.
Os dois lançamentos de estúdio foram calorosamente recebidos, tendo as músicas "Schizophrenia", do álbum "The Unbelievable Meltdown", e "Air", "Escape" e "415", do disco "The I's Mind", ocupado significativos postos nas paradas da Sirius Satellite Radio e nas estações de rádio comerciais em todo o país.
O disco "The I's Mind" mostra a habilidade de composição da U-Melt em soberbas canções, apresentando uma grande variedade de criativas passagens musicais. Não obstante o dom de Miller para criar músicas de forma concisa e trabalhada, Lasher e Salzer lidam com a maioria das composições, infundindo seu profundo conhecimento de teoria musical, juntamente com sons progressivos, letras prosaicas e imaginativo jogo de palavras, para criar uma expressão musical que é única no mundo do rock.
Os shows ao vivo da U-Melt, que incluem uma maratona de sete horas no festival Garden Of Eden, a sua tradicional celebração da noite de ano-novo em Nova Iorque, e tributos, no Halloween, aos filmes Pulp Fiction e Quase Famosos, revelam inovação e profundidade. 
Um fã experiente sabe esperar pelo inesperado quando a U-Melt sobe ao palco. Deliciando a multidão com ritmos de rápida assimilação, a banda atinge novos estágios quando Salzer começa seu extasiante trabalho de guitarra e os teclados de Lasher encontram espaços para vagar. Suas improvisações são possíveis graças ao inovador trabalho do baixo de Bendy e a vanguardista bateria de Miller, que abrem as portas para Lasher e Salzer deleitar o público com altas doses de criatividade, com uma interação bastante fluída.
Disciplinada, sem cair na rigidez, a U-Melt exibe uma elegância que não é normalmente encontrada em uma banda que toca tão livremente e coloca a experiência a serviço da diversão.
A música da U-Melt vai entrar no seu cérebro, agradará sua psique no seu mais profundo nível emocional e falará com a parte da sua alma que responde à música até atingir a perfeição.
Presentemente, a U-Melt está dando os retoques finais em seu terceiro disco de estúdio. Estando a banda dividindo o seu tempo entre a estrada e o estúdio de gravação em Brooklyn, Nova Iorque, o álbum ainda sem título está previsto para ser concluído nos próximos meses (nota minha: o disco é "Perfect World", lançado em 2010).

sábado, 24 de dezembro de 2016

The Dandy Warhols - ...The Dandy Warhols Come Down

Banda: The Dandy Warhols
Disco: ...The Dandy Warhols Come Down
Ano: 1997
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock
Faixas:
1. Be-In (Taylor) 6:59
2. Boys Better (Taylor) 4:33
3. Minnesoter (Taylor) 3:03
4. Orange (Taylor) 5:42
5. I Love You (Taylor) 4:12
6. Not If You Were The Last Junkie On Earth (Taylor) 3:11
7. Every Day Should Be A Holiday (Taylor) 4:02
8. Good Morning (Taylor) 5:00
9. Whipping Tree (Taylor) 3:49
10. Green (Taylor) 3:10
11. Cool As Kim Deal (Taylor) 3:02
12. Hard On For Jesus (Taylor, Holmstrom) 4:36
13. Pete International Airport (Taylor, Holmstrom) 5:57
14. The Creep Out (The Dandy Warhols) 8:57
Créditos:
Courtney Taylor: Vocals, Guitar
Peter Holmstrom: Guitar, Additional Vocals
Zia McCabe: Key Bass, Percussion, Additional Vocals
Eric Hedford: Drums, Harmony Vocals
Músico adicional:
Tony Lash: Keyboards, Percussion

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Dandys Rule OK", de 1995.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Wooden Shjips - Wooden Shjips

Banda: Wooden Shjips
Disco: Wooden Shjips
Ano: 2007
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Neo-Psychedelia
Faixas:
1. We Ask You To Ride (4:53)
2. Losin' Time (4:18)
3. Lucy's Ride (6:10)
4. Blue Sky Bends (7:42)
5. Shine Like Suns (10:18)
Músicas de autoria da banda e Ripley Johnson.
Créditos:
Ripley Johnson: Guitar, Vocals
Omar Ahsanuddin: Drums
Dusty Jermier: Bass
Nash Whalen: Organ

Biografia:
A enigmática Wooden Shjips, de São Francisco, Califórnia, EUA, executa uma minimalista e monocórdica mistura de rock garagem com psicodelia, influenciada perceptivelmente pelo Krautrock sessentista. Os vocais da banda espalham-se sobre ondas de mínimos e pulsantes ritmos, enquanto guitarras distorcidas e órgãos estridentes costumam pular para o primeiro plano.
Quando Ripley Johnson, líder da Wooden Shjips, montou o grupo, em 2003, não lhe interessava fazer shows ou torná-lo famoso; ao contrário, sua intenção inicial era reunir um conjunto de músicos amadores visando à criação de música progressista. Na sua concepção, os inexperientes músicos dariam uma nova perspectiva à música, algo novo, quem sabe uma combinação do rock geralmente barulhento e hipnótico da Velvet Underground e o frenético entusiasmo das obscuras bandas punks garageiras do começo dos anos 60. O baixista Dusty Jermier, por exemplo, foi escalado originalmente para tocar saxofone, um instrumento que ele nunca havia manuseado antes. Outros membros da primeira formação mostravam-se tão desinteressados em apresentar-se ao vivo que a banda nem sequer se preocupava em realizar shows.
Finalmente, a Wooden Shjips cortou na própria carne e moldou um lineup mais produtivo, abrangendo Dusty Jermier (trompete e baixo), Omar Ahsanuddin (bateria), Nash Whalen (órgão) e Ripley Johnson (guitarra e vocais). O grupo sabia que o seu trabalho não era rentável, mas isso parecia não incomodar Johnson, um grande fã de discos inacessíveis e de intrincadas obras de poesia alternativa, que cresceu fascinado por livros obscuros e discos fora de catálogo descobertos por colecionadores e incensados como obras-primas. Com isso em mente, a banda começou a gravar discos propositalmente herméticos, que Johnson imaginou que estariam disponíveis em discotecas públicas, em estantes de sebos ou em bancos de parques. O primeiro LP do grupo, de 10", continha três canções: "Shrinking Moon For You", no lado A, e "Death's Not Your Friend" e "Space Clothes", uma experiência em música concretista, no lado B.
Evitando tanto uma página no MySpace quanto um site convencional, com downloads em MP3, a banda distribuiu de graça todas as 300 cópias do álbum, mesmo pagando o frete para os pedidos oriundos de outras localidades. Algumas poucas e inesperadas resenhas elogiosas, incluindo uma estampada na revista Rolling Stone, emprestaram importância ao disco e alavancaram a reputação da banda.
O single seguinte, "Dance, California/Clouds Over The Earthquake", saiu em 2006, rememorando o centenário do terremoto de 1906 em São Francisco. A Shjips vendeu cópias suficientes para equilibrar as despesas e fortalecer seu cartaz, também impulsionado pelo vídeo de "Dance, California", que apresentou diversas cenas urbanas de domínio público e garotas dançando numa festa dos anos 60 debaixo de uma luz estroboscópica.
O terceiro single em vinil (pré-disco longo), "Summer Of Love 2007", rendeu tributo a todos que trabalharam para fazer do mundo um lugar melhor para se viver – incluindo instituições como o Diggers, um coletivo anarquista de São Francisco que criou a primeira loja com produtos gratuitos e servia refeições de graça às pessoas pobres no parque Golden Gate. A renda do single reverteu para a Food Not Bombs, entidade contemporânea com área de atuação semelhante à desenvolvida pelo Diggers, e a banda comemorou o lançamento do disco abrindo uma apresentação do legendário músico psicodélico Roky Erickson. Foi o segundo show desde o seu nascimento.
A Wooden Shjips gravou seu primeiro disco longo, homônimo, entre março e maio de 2007, cujo lançamento ocorreu através de uma pequena e vanguardista gravadora, Holy Mountain, com produção de Johnson e Jermier sob os pseudônimos de Tedrick G. Rippy e Don Rifle, respectivamente.
A banda registrou o álbum no mesmo local onde ensaiava, num precário equipamento de oito canais pertencente a Jermier; um trabalho exclusivamente analógico, com baixo custo, mas sem perda da qualidade. Algumas faixas assentaram-se sobre demos gravadas por Johnson; outras, incluindo "Shine Like Suns", resultaram de improvisos registrados ao vivo em estúdio, com a bateria adicionada posteriormente, porque senão faltariam canais para a interligação dos demais instrumentos. O álbum surgiu em setembro de 2007 e rendeu à banda mais resenhas elogiosas. Pouco tempo depois, saiu outro single de 7", "Loose Lips/Start To Dreaming", desta vez pela gravadora Sub Pop.
A segunda coletânea de singles, simplesmente intitulada "Vol. 2", chegou em 2010, por intermédio da gravadora Sick Thirst, e abarcava todos os singles lançados pelos selos Sub Pop e Mexican Summer, dois singles lançados pela própria banda, contendo gravações ao vivo de uma turnê europeia, e uma faixa gravada para a revista Yeti. A Wooden Shjips parecia prestes a dar uma parada no momento em que Johnson e sua outra banda, Moon Duo, lançava seu terceiro disco, "Mazes", na primavera de 2011. Todavia, isso foi apenas uma cortina de fumaça, pois a WS excursionou em tempo integral no verão, como uma prévia do segundo disco longo, "West", lançado pela Thrill Jockey no outono. Na sequência, a banda mudou-se, com armas e bagagem, para os arredores chuvosos de Portland, no Oregon. E regressou às suas origens (rock clássico cadenciado e vigoroso, aliado a texturas psicodélicas) no disco "Back To Land", de 2013 (Thom Jurek, AllMusic; tradução livre do inglês).

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Green On Red - Gravity Talks

Banda: Green On Red
Disco: Gravity Talks
Ano: 1983
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Paisley Underground, Neo-Psychedelia
Faixas:
1. Gravity Talks (Stuart, Cavacas) 2:37
2. Old Chief (Stuart) 3:30
3. 5 Easy Pieces (Stuart, Cavacas) 2:23
4. Deliverance (Stuart) 5:46
5. Over My Head (Stuart) 3:06
6. Snake Bit (Stuart) 4:29
7. Alice (Stuart) 4:11
8. Blue Parade (Stuart) 4:31
9. That's What You're Here For (Cavacas) 2:11
10. Brave Generation (Stuart) 4:16
11. Abigail's Ghost (Stuart) 2:41
12. Cheap Wine (Stuart) 4:10
13. Narcolepsy (Stuart) 5:37
Créditos:
Dan Stuart: Vocals, Acoustic & Electric Guitars
Chris Cavacas: Organ, Electric & Acoustic Piano, Electric 6 String, 12 String & Lap Steel Guitar, Vocals
Jack Waterson: Bass, Vocals
Alex MacNicol: Drums
Matthew Piucci: Lead Guitar ("Snake Bit")
(*) CD lançado em 2003.

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com os discos "Two Bibles", de 1981, e "Green On Red", de 1982.

domingo, 18 de dezembro de 2016

Big Sugar - Live At Paradise Rock Club Boston/Eliminate Ya! Live!

Banda: Big Sugar
Gênero: Blues, Blues Rock, Classic Rock


Disco: Live At Paradise Rock Club Boston [Bootleg]
Ano: 1999
Faixas:
1. I'm A Ram (Al Green, Mabon Hodges) 7:11
2. Better Get Used To It (Dan Gallagher, Dave Wall, Gavin Brown, Gordie Johnson) 3:05
3. Turn The Lights On (Garry Lowe, Gordie Johnson) 5:32
4. Diggin' A Hole (Gordie Johnson, Dan Gallagher, Andy Curran) 5:14
5. Cop A Plea (Gordie Johnson, Patrick Ballantyne) 5:20
6. Dear Mr. Fantasy (Stevie Winwood, Jim Capaldi, Chris Wood) 7:04
7. The Scene (David Whiteman, Dan Gallagher, Dave Wall) 4:11
8. Round And Round (Chris Johnson, Gordie Johnson) 5:17
9. Sun Is Shining (Bob Marley) 2:47
10. When The Levee Breaks (Jimmy Page, Robert Plant, John Paul Jones, John Bonham) 8:06
11. Ride Like Hell (A. Wise, Gordie Johnson) 8:25
Créditos:
Gordie Johnson: Guitar, Vocals
Garry Lowe: Bass
Kelly Hoppe: Harmonica
All Cross: Drums
http://thinfi.com/0bb4

Disco: Eliminate Ya! Live!
Ano: 2012
Faixas:
1. Work It Now! (Chris Hatton, Gordie Johnson, Jay Borkowski) 3:47
2. Diggin' A Hole (Gordie Johnson, Dan Gallagher, Andy Curran) 4:39
3. Cop A Plea (Gordie Johnson, Patrick Ballantyne) 6:18
4. If I Had My Way (Gordie Johnson, Patrick Ballantyne)/Leadbelly (Garry Lowe, Gordie Johnson, Kelly Hoppe, Stich Wynston)/Sinsemilla (Michael Rose) 10:39
5. Roads Ahead (Adrian Mack, Chris Read, Gordie Johnson, Paul Keyahas, Rich Hope) 2:24
6. If Santa Don't Bring You No Funk (Dusty D'Annunzio, Jamie Mascola) 3:59
7. Come A Little Closer... Now Come! (Gordie Johnson, Meredith Shaw) 4:32
8. Counterfeit Wings (Gordie Johnson, Patrick Ballantyne) 4:36
9. Little Bit A All Right (Chris Hatton, Gordie Johnson, Meredith Shaw) 5:30
10. Kensington's A Little Bit A All Right (Chris Hatton, Gordie Johnson, Meredith Shaw) 1:30
11. Ganjaman (Chris Hatton) 1:39
12. Nicotina (Alex Johnson, Gordie Johnson) 3:55
13. Better Get Used To It (Dan Gallagher, Dave Wall, Gavin Brown, Gordie Johnson)/I Want You/She's So Heavy (Lennon, McCartney) 4:36
14. Turn The Lights On (Garry Lowe, Gordie Johnson)/Acted Badly (Chris Hatton, Gordie Johnson, Meredith Shaw) 6:20
15. All Hell For A Basement (Gordie Johnson, Patrick Ballantyne) 5:45
16. O Canada! (Traditional; arranged by Gordie Johnson) 2:48
17. Eliminate Ya! (Gordie Johnson, Al Tuck) 4:45
Créditos:
Gordie Johnson: Guitar, Vocals
Garry Lowe: Bass
Kelly "Mr. Chill" Hoppe: Harmonica, Sax, Keyboards, Melodica
Friendlyness: Keyboards, Toasting
Stephane "Bodean" Beaudin: Drums
Safwan Javed: Percussion
Shaun Verreault: Guitar, Vocals
Meredith "Muffy" Shaw: Vocals
Gravado ao vivo no Burton Cummings Theatre Winipeg, Manitoba, Canadá, em 10 de novembro de 2011.
http://nsfw.in/kEo


Biografia:
A eclética banda de blues rock Big Sugar, oriunda de Toronto, foi, originalmente, um projeto do cantor e guitarrista Gordie Johnson, que fechou o trio com o baixista Terry Wilkins e o baterista Al Cross para gravar o primeiro LP do grupo, homônimo, em 1992.
Na época em que saiu o disco "Five Hundred Pounds", de 1993, Wilkins tinha saído da banda; um grande número de convidados participou da gravação do álbum, dentre eles o multi-instrumentista Kelly Hoppe, que, juntamente com o novo baixista Garry Lowe, foi fixado como um membro permanente da banda a partir do EP "Dear Mr. Fantasy". O baterista Walter "Crash" Morgan substituiu Cross durante a turnê subsequente da Big Sugar pelos Estados Unidos; infelizmente, enquanto tocava num show em Iowa, Morgan morreu no palco e, no seu lugar, entrou Paul Brennan, ex-Odds, a tempo de tocar no disco lançado em 1996, "Hemi-Vision". Depois, Gavin Brown assumiu as funções de Brennan no disco "Heated". A banda manteve-se ocupada nos anos 2000, com álbuns e EPs, como "Brothers & Sisters, Are You Ready?" e "Dear M.F." (Jason Ankeny, AllMusic; tradução livre do inglês).

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Ocean Colour Scene - A Hyperactive Workout For The Flying Squad

Banda: Ocean Colour Scene
Disco: A Hyperactive Workout For The Flying Squad
Ano: 2005
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock
Faixas:
1. Everything Comes At The Right Time (Oscar Harrison, Simon Fowler, Steve Cradock) 3:49
2. Free My Name (Oscar Harrison, Simon Fowler, Steve Cradock) 2:41
3. Wah Wah (George Harrison) 3:32
4. Drive Away (Oscar Harrison, Simon Fowler, Steve Cradock) 4:41
5. I Love You (Oscar Harrison, Simon Fowler, Steve Cradock) 3:29
6. This Day Should Last Forever (Oscar Harrison, Simon Fowler, Steve Cradock) 3:05
7. Move Things Over (Oscar Harrison, Simon Fowler, Steve Cradock) 5:09
8. Waving Not Drowning (Oscar Harrison, Simon Fowler, Steve Cradock) 3:20
9. God's World (Oscar Harrison, Simon Fowler, Steve Cradock) 3:21
10. Another Time To Stay (Oscar Harrison, Simon Fowler, Steve Cradock) 4:56
11. Have You Got The Right (Oscar Harrison, Simon Fowler, Steve Cradock) 2:02
12. Start Of The Day (Anthony Griffiths, Christopher Griffiths) 3:46
13. My Time (Keith Anderson) 3:18
Créditos:
Simon Fowler: Lead Vocals, Acoustic Guitar, Harmonica, Backing Vocals
Steve Cradock: Guitar, Bass, Piano, Xylophone, Percussion, Tamboura, Mandolin, Harmonium, Backing Vocals
Oscar Harrison: Drums, Percussion, Backing Vocals
Músicos adicionais:
Dave Eringa: Synthesizer, Keyboards
Jacko Peake: Alto & Baritone Saxophones
Dominic Glover: Trumpet
Paul Weller: Guitar
Jools Holland: Piano, Hammond
Carleen Anderson: Backing Vocals
Ian Budge: Cello
Claire Orsler: Viola
John McCusker: Viola, Violin
Anne Stephenson, Gini Ball, Julia Singleton, Sally Herbert: Violin

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Moseley Shoals [Deluxe Edition]", de 2011.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

The Flashing Lights - Discografia básica

Banda: The Flashing Lights
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Powerpop


Disco: Where The Change Is [Bonus Tracks]
Ano: 2000
Faixas:
1. Where The Change Is (3:05)
2. Highschool (2:22)
3. Half The Time (3:02)
4. Heart Like Mine (3:50)
5. Rotary Hotel (4:26)
6. Summertime Climb (2:50)
7. Where Do The Days Go? (4:07)
8. Talk To The Hand (2:58)
9. The Unattached (4:31)
10. The Patient You Forgot To See (2:31)
11. Elevature (3:36)
12. Day Like That (2:50)
13. Gone Are The Good Times (4:37)
14. Never Let You Live It Down [Recorded in Studio 2 at CBC Vancouver, November 8, 1999] [Bonus Track] (4:36)
15. The Flashing Lights Are On [Recorded in Studio 2 at CBC Vancouver, November 8, 1999] [Bonus Track] (3:48)
Músicas de autoria de Matt Murphy.
Créditos:
Matt Murphy: Guitar, Lead Vocals
Henri Sangalang: Bass, Background Vocals
Steve Pitkin: Drums
Gaven Dianda: Keyboards, Tambourine, Harmonica
Brendan McGuire: Drums & Some Guitars ("Gone Are The Good Times")
Dave Marsh: Drums ("Gone Are The Good Times")
http://tinyurl.com/gowkcye

Disco: Sweet Release
Ano: 2001
Faixas:
1. Been Waiting (4:04)
2. Same Thing Twice (3:38)
3. Since They Were Crowned (3:06)
4. Friends You Learn To Hate (3:55)
5. Keep It To Yourself (4:47)
6. Too Delightful (3:20)
7. Same Old Life (4:21)
8. It's Alright (7:49)
9. Aim To Please (4:23)
10. Where It Started (3:41)
11. Landslide (3:26)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Matt Murphy: Guitar, Lead Vocals
Henri Sangalang: Bass, Background Vocals
Steve Pitkin: Drums
Gaven Dianda: Keyboards, Tambourine, Harmonica
Carl Newman: Background Vocals ("Since They Were Crowned"), Extra Background Vocals ("Keep It To Yourself")
Mike O'Neill: Background Vocals ("Since They Were Crowned")
Hi-Five Clapping Ensemble: Handclaps


Biografia:
A Flashing Lights começou como uma banda de covers sessentistas, que tocava na região de Halifax, Nova Escócia, Canadá, quando o guitarrista e vocalista Matt Murphy não estava ocupado com a Super Friendz, sua banda principal.
Após a dissolução da Super Friendz em 1997, Murphy mudou-se para Toronto com o velho amigo e baixista Henri Sangalang, aos quais logo se acresceram o tecladista Gaven Dianda e o baterista Steve Pitkin, constituindo o lineup da Lights. O grupo concentrou-se na sonoridade dos anos 60, recebendo influência de Kinks, Game Theory e Who. Tocando na localidade, construiu um sólido fã-clube enquanto gravava seu primeiro disco, "Where The Change Is", que preferiu lançar de forma independente, abrindo mão das gravadoras convencionais. No outono de 1999, a Lights excursionou com Local Rabbits e Thrush Hermit; "Where The Change Is" saiu nos Estados Unidos na primavera de 2000 (Gina Boldman, AllMusic; tradução livre do inglês).

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Plan 9 - I've Just Killed A Man I Don't Want To See Any Meat [Live]

Banda: Plan 9
Disco: I've Just Killed A Man I Don't Want To See Any Meat [Live]
Ano: 1985
Gênero: Alternative Rock, Psychedelic Rock
Faixas:
1. Intro Poem By Kenne Highland [Recorded at Rat Club, Boston, Massachusetts] (1:03)
2. Dealing With The Dead [Recorded at Rat Club, Boston, Massachusetts] (Stumpo) 4:21
3. I'm Gone [Recorded at Rat Club, Boston, Massachusetts] (Stumpo) 3:07
4. Gotta Move [Recorded at 9:30 Club, Washington, D.C.] (Unknown) 2:49
5. I Like Girls [Recorded at Grotto, New Haven, Connecticut] (Stumpo, DeVault) 3:55
6. Step Out Of Time [Recorded at Rat Club, Boston, Massachusetts] (Williams) 3:42
7. Looking At You (Recorded at The Living Room, Providence, Rhode Island] (MC5) 7:54
8. B-3-11 [Recorded at Rat Club, Boston, Massachusetts] (Stumpo) 4:06
9. Try To Run [Recorded at Grotto, New Haven, Connecticut] (DeMarco, Stumpo) 3:03
10. I Can Only Give You Everything [Recorded at Rat Club, Boston, Massachusetts] (Tommy Scott, Phil Coulter) 3:38
Créditos (presumíveis):
Eric Stumpo: Guitar, Vocals
Debora DeMarco: Keyboards, Vocals
Evan Williams: Guitar
Brian Thomas: Guitar
John Florence: Bass
Evan LaBoissonniere: Drums
Brent Hosier: Vocals
Jeff Conolly: Keyboards ("I'm Gone")

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "ham and sam jammin' [bonus track]", de 1989.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...