domingo, 31 de dezembro de 2017

Sloan - One Chord To Another

Banda: Sloan
Disco: One Chord To Another
Ano: 1996
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Powerpop
Faixas:
1. The Good In Everyone (2:18)
2. Nothing Left To Make Me Want To Stay (2:38)
3. Autobiography (3:19)
4. Junior Panthers (2:38)
5. G Turns To D (3:25)
6. A Side Wins (3:11)
7. Everything You've Done Wrong (3:27)
8. Anyone Who's Anyone (2:47)
9. The Lines You Amend (2:33)
10. Take The Bench (3:51)
11. Can't Face Up (3:55)
12. 400 Metres (4:29)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Jay Ferguson, Patrick Pentland: Guitars, Vocals
Chris Murphy: Bass, Guitar, Vocals
Andrew Scott: Drums, Vocals
Mike Cowie: Trumpet
Brendan McGuire: Bass ("400 Metres")

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Smeared [Bonus Tracks]", de 1992.

Guided By Voices - Self-Inflicted Aerial Nostalgia

Banda: Guided By Voices
Disco: Self-Inflicted Aerial Nostalgia
Ano: 1989
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock
Faixas:
1. The Future Is In Eggs (Robert Pollard, Jim Pollard, Mitch Mitchell) 3:29
2. The Great Blake Street Canoe Race (Robert Pollard) 2:54
3. Slopes Of Big Ugly (Robert Pollard) 2:06
4. Paper Girl (Robert Pollard) 2:16
5. Navigating Flood Regions (Robert Pollard) 2:38
6. An Earful O' Wax (Robert Pollard) 4:22
7. White Whale (Robert Pollard, Jim Pollard) 2:39
8. Trampoline (Robert Pollard) 2:12
9. Short On Posters (Robert Pollard, Jim Pollard) 1:46
10. Chief Barrel Belly (Robert Pollard) 3:16
11. Dying To Try This (Robert Pollard) 1:17
12. The Qualifying Remainder (Robert Pollard, Jim Pollard, Mitch Mitchell, Kevin Fennell) 2:55
13. Liar's Tale (Robert Pollard) 1:57
14. Radio Show (Trust The Wizard) (Robert Pollard, Jim Pollard) 4:01
Créditos:
Robert Pollard: Guitar, Vocals
Jim Pollard: Guitar
Peyton Eric: Drums
Steve Wilbur: Bass, Guitar
Bruce Smith: Drums ("An Earful O' Wax")

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Devil Between My Toes", de 1987.

sábado, 30 de dezembro de 2017

The Last Days - Like When We Were Kids

Banda: The Last Days
Disco: Like When We Were Kids
Ano: 2004
Gênero: Classic Rock, Hard Rock
Faixas:
1. Bring It Down (Gatti, Venella) 4:02
2. Television (Venella) 3:34
3. Independence Day (Gatti, Venella) 3:16
4. Lazy (Gatti, Venella) 4:14
5. Sleepwalker (Venella) 4:21
6. Unglued Again (Venella) 3:17
7. Depresssion Dance (Venella) 4:43
8. Follow (Gatti, Venella) 5:20
Créditos:
Matthew Venella: Guitar, Vocals
Greg Gatti: Lead Guitar
Pat Giordano: Bass Guitar
Steve Ackerman: Drums

Biografia:
A Last Days é a prova de que o rock and roll de verdade está vivo e próspero num bar enfumaçado do outro lado da cidade. O quarteto americano de Nova Jérsei, EUA, tem um talento nato para encontrar o refrão certo, trazendo você para o seu mundo. O álbum de estreia, "Like When We Were Kids" é embalado com músicas eletrizantes que irão fazê-lo levitar. A sua música possui uma sensibilidade visionária para o rock alternativo moderno, com resultados que surpreendem até mesmo o crítico mais pessimista. Não é uma corrida para chegar à bosta do Top 40. A música da Last Days é abastecida com inteligentes e bem trabalhadas canções.
A banda foi formada em agosto de 2001, a partir de sessões de improviso do cantor Matthew Venella, um artista solo de Nova Jérsei, que passou anos aperfeiçoando sua arte em Santa Cruz, Califórnia, EUA, e do guitarrista Greg Gatti, que deu duro nos cenários musicais de Nova Iorque, NY, EUA, e Seattle, Washington, DC, EUA.


Eles se encontraram por acaso na cidade de New Hope, Pensilvânia, EUA, onde começaram a compor músicas e cultivar um som distintivo, que rivaliza com o executado pelas maiores bandas de rock do passado e do presente. O baterista Steve Ackerman e o baixista Pat Giordano completaram o quebra-cabeça de uma banda em formação, jovem, dinâmica e talentosa.
Como um sonho lúcido, a voz de Venella forja um caminho para o seu coração, mente e alma. Suas letras são confessionais, especialmente "Television", onde ele evoca a imagem de um amor perdido revisitado. A banda toca rock afiado, de forma apaixonada, menos obcecado com o mundo de hoje e mais preocupado pela maneira como você se sente por estar vivo.
O primeiro CD contém oito canções dinâmicas, ora leves, ora pesadas, guiadas por uma camada sonora de guitarras elétricas e um bonito trabalho de guitarras acústicas. A música é bastante sedutora e capta a intensidade da energia contagiante da banda ao vivo. O disco foi sonorizado e produzido pelos engenheiros de som Jim Sweeney (Creeper Lagoon, Glasstown) e Claude Coleman, da banda "Ween" (cdbaby; tradução livre do inglês).

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Redeye - Redeye

Banda: Redeye
Disco: Redeye
Ano: 2011
Gênero: Hard Rock
Faixas:
1. Intro (2:06)
2. Stand (4:50)
3. Smoke And Mirrors (5:04)
4. Mangy Dog (3:31)
5. Nailed (4:26)
6. Long Mile Walk (3:43)
7. Painter's Eye (4:40)
8. Surfer (5:01)
9. Closer (5:02)
10. Come Down (4:41)
11. Awac (3:43)
12. Cream (3:26)
13. Debutant (6:22)
14. Planetary (5:11)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
David Smith: Vocals
Jim Wharf, Neil Webb: Guitars
Iain Marchant: Bass
Dave 'Basha' Sheldon: Drums

Biografia:
A Redeye é joia rara, uma verdadeira banda de rock local, composta de caras comuns da classe trabalhadora, que cresceram e aprenderam a tocar seus instrumentos juntos. Os membros da Redeye tocam e fazem shows ao redor da East London e Essex (onde, nos últimos anos, o grupo é conhecido como "Lenda Local") há mais de 15 anos, com incursões esporádicas no centro de Londres. Embora, eventualmente, toquem em outras bandas (Revolver, Physical Wreck, Fortunes Lost), os rapazes sempre retornam à Redeye como se voltassem para casa.
Com o apoio de uma recém-contratada e entusiasmada agência empresarial, a Redeye dirigiu-se ao estúdio e gravou o seu primeiro disco com 14 faixas, num intervalo de apenas 12 dias, entre dezembro de 2010 e fevereiro de 2011. Todas as músicas do álbum foram compostas coletivamente, arranjadas pela Redeye e escolhidas de material acumulado ao longo de 18 anos de trabalho conjunto.


A escolha do estúdio de gravação levou em conta a qualidade do som como prioridade máxima, e convidou-se um dos melhores profissionais do ramo para mixar e editar o disco: Jez Larder, que já havia trabalhado com David Bowie, One Eskimo, Katie Melhua, Hazel O'Connor e Amy MacDonald. Depois houve a revisão de Frank Arkwright, com serviços prestados a U2 (Joshua Tree), Joy Division, New Order, Arctic Fire (sic), Coldplay e ABBA (Gold). Jez e Frank gostaram do material e ficaram animados com o resultado.
O disco, homônimo, foi lançado em 18 de março de 2011.
Na primavera de 2011, a banda embarcou numa turnê de 20 shows, apresentando o álbum em alguns dos mais conceituados espaços musicais no centro de Londres e no Reino Unido (The Dublin Castle, The Cavern, O2 Academy, Fiddlers Elbow e outros).
Atualmente, a banda concentra-se na promoção do disco de outras formas, incluindo fixar residência durante um mês na sua cidade natal, Romford, em Essex, e haverá mais chances de assisti-la, lá e no centro de Londres (...). O grupo sempre se esforçará ao máximo nos seus shows e você não vai se decepcionar. Veja-o agora e você poderá dizer que esteve lá... (Facebook; tradução livre do inglês).

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

God Street Wine - $1,99 Romances

Banda: God Street Wine
Disco: $1,99 Romances
Ano: 1994
Gênero: Jam Bands
Faixas:
1. Princess Henrietta (6:50)
2. Mile By Mile (3:40)
3. Nightingale (4:41)
4. Thirsty (4:03)
5. Stone House (3:55)
6. Molly (4:45)
7. The Ballroom (5:24)
8. Run To You (4:21)
9. Crazy Head (4:01)
10. Hammer And A Spike (4:43)
11. Wendy (4:47)
12. Imogene (5:33)
13. Tina's Town (4:38)
14. Into The Sea (6:24)
Músicas de autoria de Lo Faber, menos "Mile By Mile", composta por Aaron Maxwell e Lo Faber.
Créditos:
Jon Bevo: Piano, Organ, Vocals
Lo Faber: Guitar, Lead Vocals
Aaron Maxwell: Guitar, Lead Vocals
Dan Pifer: Bass Guitar, Vocals
Tomo: Traps, Vocals

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Bag", de 1992.

Arctic Monkeys - Live In Texas

Banda: Arctic Monkeys
Disco: Live In Texas
Ano: 2008
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock
Faixas:
1. Riot Van (3:57)
2. The View From The Afternoon (3:55)
3. Still Take You Home (2:33)
4. You Probably Couldn't See For The Lights, But You Were Staring Straight At Me (2:22)
5. Cigarette Smoker Fiona (2:58)
6. Perhaps Vampires Is A Bit Strong But… (3:55)
7. Dancing Shoes (2:50)
8. I Bet You Look Good On The Dancefloor (3:07)
9. When The Sun Goes Down (3:37)
10. A Certain Romance (6:46)
Músicas de autoria da banda e Alex Turner.
Alex Turner: Guitar, Vocals
Jamie Cook: Guitar
Nick O'Malley: Bass
Matt Helders: Drums
Gravado ao vivo no Stubb's BBQ, em Austin, Texas, EUA, no dia 7 de junho de 2006.

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Whatever People Say I Am, That's What I'm Not", de 2006.

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

The Subways - Young For Eternity [Bonus Tracks]

Banda: The Subways
Disco: Young For Eternity [Bonus Tracks]
Ano: 2005
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Punk Rock
Faixas:
1. I Want To Hear What You Have Got To Say (3:25)
2. Holiday (1:52)
3. Rock & Roll Queen (2:51)
4. Mary (2:59)
5. Young For Eternity (2:08)
6. Lines Of Light (2:12)
7. Oh Yeah (2:58)
8. City Pavement (2:44)
9. No Goodbyes (3:31)
10. With You (3:02)
11. She Sun (3:21)
12. Somewhere (4:38)
13. Encore: At 1 AM (1:50)
14. I Want To Hear What You Have Got To Say [Single Version] [Bonus Track] (2:29)
15. You Got Me [Single B-Side, 2004] [Bonus Track] (2:54)
16. You've Got To Hide Your Love Away [Single B-Side, 2005] [Bonus Track] (3:08)
Músicas de autoria da banda e Billy Lunn, exceto "You've Got To Hide Your Love Away", composta por John Lennon e Paul McCartney.
Crédtos:
Billy Lunn: Guitar, Vocals
Charlotte Cooper: Bass, Vocals
Josh Morgan: Drums

Biografia:
A Subways é uma energética banda britânica de rock alternativo, integrada por Billy Lunn (guitarra e vocais), Charlotte Cooper (baixo e vocais) e Josh Morgan (bateria). Foi formada em Welwyn Garden City, Hertfordshire, Inglaterra, no ano de 2002, quando os três músicos eram adolescentes. 
Apesar de jovens, os irmãos Morgan e Lunn (Billy adotou o sobrenome de solteira da mãe para criar sua identidade artística) sempre gostaram de música, ouvindo a coleção de discos dos seus pais. Crescendo escutando AC/DC, Carpenters, T. Rex, Beatles e Ramones, os irmãos passaram a admirar o som mais roqueiro, e a performance da Oasis no programa Top Of The Pops, da BBC, convenceu Lunn a aprender a tocar a velha guitarra acústica de seu pai.
Nessa época, Lunn conheceu Charlotte Cooper, sua futura namorada e que tinha um gosto musical parecido com o dele. Ambos apreciavam Nirvana, Pixies, Jam, Mudhoney e Sex Pistols – assim, Cooper  começou a estudar contrabaixo para tocar ao lado de Lunn, enquanto Morgan encarava a bateria. 
O trio logo passou a executar um vigoroso som punk, captado em uma série de gravações caseiras, que usou para angariar shows em Londres. Em 2004, cimentou seu status ascensional ao vencer a competição de novos talentos do festival de Glastonbury, no Reino Unido.
Antes do encerramento de 2004, a banda principiou a trabalhar com o produtor Ian Broudie (Echo & The Bunnymen, The Coral) visando à gravação do seu primeiro álbum. Engrossado por quatro singles Top 40 britânicos, "Young For Eternity" foi lançado no Reino Unido em junho de 2005. Seguiu-se, naquele outono, uma aparição na popular série de televisão "The O.C.", da Fox (bem como uma canção encaixada na trilha sonora respectiva), e "Young For Eternity" ganhou lançamento nos Estados Unidos em fevereiro de 2006 – "Rock & Roll Queen", sua canção mais popular, foi agraciada com disco de ouro nos Estados Unidos. 
A seguir, o grupo viajou para a Califórnia, EUA, para registrar o segundo álbum. Parcialmente inspirado na ruptura do relacionamento entre Lunn e Cooper, "All Or Nothing", de 2008, apresentou uma sonoridade mais pesada, sob influência do veterano produtor Butch Vig, tendo alcançado o 17° lugar nas paradas do Reino Unido. A banda acentuou suas raízes britânicas ao contratar Stephen Street, conhecido por seus trabalhos com Smiths e Blur, para produzir "Money And Celebrity", editado em 2011. E permaneceu ativa no circuito dos festivais de música europeus. Em 2014, lançou "My Heart Is Pumping To A Brand New Beat", seu primeiro single independente. O álbum homônimo de 2015 seguiu o mesmo caminho: gravado, produzido, mixado e lançado pela própria banda (MacKenzie Wilson, AllMusic; tradução livre do inglês).



sábado, 23 de dezembro de 2017

The Silos - When The Telephone Rings

Banda: The Silos
Disco: When The Telephone Rings
Ano: 2004
Gênero: Alternative Rock, Folk Rock, Roots Rock, Alternative Country
Faixas:
1. The Only Love (Walter Salas-Humara) 5:38
2. Whistled A Slow Waltz (Walter Salas-Humara) 2:37
3. Ready For Anything (Walter Salas-Humara) 3:44
4. Holding On To Life (Konrad Meissner, Walter Salas-Humara) 3:33
5. Innocent (Walter Salas-Humara) 3:13
6. When The Telephone Rings (Paul Opperman, Walter Salas-Humara) 4:03
7. The First Move (Walter Salas-Humara) 4:12
8. Don't Wanna Know (Walter Salas-Humara) 2:57
9. 15 Days (Walter Salas-Humara) 3:05
10. Dumbest On Parade (Walter Salas-Humara) 3:53
11. Take A Hit (Tom Freund, Walter Salas-Humara) 7:18
Créditos:
Walter Salas-Humara: Voice, Guitar, Drums, Keyboard
Drew Glackin: Bass, Lap Steel, Supporting Voice, Mandolin, Guitar
Konrad Meissner: Drums, Percussion, Supporting Voice
Músicios adicionais:
Richard Lloyd: Guitar (faixa 1), Backward Guitar (faixa 9)
Amy Allison: Supporting Voice (faixas 1, 7, 10)
Paul Wallfisch: Organ (faixa 1)
Mary Rowell: Violin (faixas 2, 7)
David Boyle: Electric Piano (faixas 2, 9, 10), Organ (faixas 5, 8, 9)
Dave Bassett: Supporting Voice, Guitar, Bass & Mellotron (faixa 3)
Mary Lee Kortes: Supporting Voice (faixas 4, 5)
Dennis Cronin: Trumpet (faixas 4, 10), Accordion (faixa 10)
Jason Victor: Guitar (faixas 5, 8)
Don Piper: Supporting Voice (faixa 6)
Dave McNair: Latin Percussion (faixa 8)
Bruce Martin: Congas (faixas 9, 10)
Tom Freund: Supporting Voice, Bass, Piano & Harmonica (faixa 11)
Steve McCormick: Steel Guitar & Organ (faixa 11)

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "About Her Steps", de 1985.

Bushman's Revenge - You Lost Me At Hello

Banda: Bushman's Revenge
Disco: You Lost Me At Hello
Ano: 2009
Gênero: Free Jazz, Instrumental Rock, Jazz Rock, Hard Rock
Faixas:
1. Count The Holes In Your Head (3:50)
2. Bølehøgda Rock City (5:45)
3. Ginsberg (5:44)
4. Hell Is For Hello (2:39)
5. King Of Hello (10:45)
6. Ghostwriters In The Sky (5:44)
7. No Sleep 'Till Hammerfest (8:54)
8. Champagne For My Real Friends (4:51)
Músicas de autoria de Even Helte Hermansen, salvo "Hell Is For Hello", composta por Even Helte Hermansen e Rune Nergaard.
Créditos:
Even Helte Hermansen: Guitar
Rune Nergaard: Bass
Gard Nilssen: Drums, Percussion

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Cowboy Music", de 2007.

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Terrorvision - Formaldehyde

Banda: Terrorvision
Disco: Formaldehyde
Ano: 1992
Gênero: Alternative Rock, Hard Rock
Faixas:
1. Problem Solved (3:41)
2. Ships That Sink (3:27)
3. American TV (4:24)
4. New Policy One (3:29)
5. Jason (4:02)
6. Killing Time (3:23)
7. Urban Space Crime (3:44)
8. Hole For A Soul (4:01)
9. Don't Shoot My Dog (5:27)
10. Desolation Town (2:56)
11. My House (3:09)
12. Human Being (4:00)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Tony Wright: Vocals
Shutty: Drums
Mark Yates: Guitars
Leigh Marklew: Bass
Músicos adicionais:
Gavin Wright: Violin ("Killing Time", "Hole For A Soul")
Nick Roberts: Harmonica ("Desolation Town")

Biografia:
Esse quarteto de Bradford, Inglaterra, formou-se em 1986, inicialmente com o nome de Spoilt Bratz, e de imediato conciliou rock, funk e influências do thrash num contagiante e animado estilo pop-metaleiro.
Tony Wright (nascido em 6 de maio de 1968, em Yorkshire, Inglaterra; vocais), Mark Yates (nascido em 4 de abril de 1968, em Bradford, Yorkshire, Inglaterra; guitarra), Leigh Marklew (nascido em 10 de agosto de 1968, na Inglaterra; baixo) e Shutty (nascido em 20 de março de 1967, na Inglaterra; bateria) assinaram com a EMI Records a partir da poderosa demo de "Pump Action Sunshine", e também negociaram a formação do seu próprio selo, Total Vegas. Duas demos remixadas, "Urban Space Crime" e "Jason", constaram no EP "Thrive". Seguiu-se uma agitada turnê previamente ao lançamento de "Formaldehyde", que gerou os pequenos sucessos "American TV" e "New Policy One". A promoção do disco aconteceu com excursões europeias, ao lado de Ramones e Motörhead. Por sua vez, Joe Elliott, frontman da Def Leppard, ficou tão impressionado com as apresentações da Terrorvision que a convidou para abrir seus shows no estádio Don Valley, em Sheffield, Inglaterra, no ano de 1993.
1994 foi um ano memorável para a banda, começando com a marcante chegada da canção "My House" ao Top 30 do Reino Unido. E "How To Make Friends And Influence People", lançado naquele ano, ganhou resenhas favoráveis e entrou no Top 20 britânico, proporcionando à banda seu primeiro disco de prata. Ainda em 1994, quatro singles alcançaram o Top 30: "Oblivion", "Middleman", "Pretend Best Friend" e "Alice, What's The Matter?". O grupo também tocou nos festivais Reading e Donington e realizou duas turnês fora do Reino Unido, além de uma série de apresentações na Europa, para só então iniciar os preparativos do novo álbum, em 1995. Maiores elogios da crítica e vendas consideráveis rodearam "Regular Urban Survivors", o disco mais comercial da banda e que lhe assegurou apresentações regulares. Exatamente 10 anos após a formação da Spoilt Bratz, a Terrorvision finalmente emplacou um blockbuster Top 5 com o single "Perseverance".
E manteve a pegada comercial em "Shaving Peaches" e no seu single mais exitoso no Reino Unido,  "Tequila", que chegou ao 2° lugar nas paradas em janeiro de 1999. Pouco depois, contudo, deixou a gravadora EMI, sua longeva parceira. O álbum posterior, "Good To Go", marcou o retorno à despojada e acessível vitalidade do seu material primitivo. Em seguida, a banda anunciou a intenção de separar-se. Uma série derradeira de shows no Reino Unido foi seguida pelo lançamento da coletânea "Whales & Dolphins". A separação, porém, só durou alguns anos, pois o quarteto voltou reformulado em 2005 para a primeira de várias turnês (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, p. 1382; tradução livre do inglês).

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Lyres - Lyres Lyres

Banda: Lyres
Disco: Lyres Lyres
Ano: 1986
Gênero: Garage Rock
Faixas:
1. Not Looking Back (Jeff Connoly) 4:20
2. She Pays The Rent (Jeff Connoly) 4:43
3. You'll Never Do It Baby (Brian Smith, Terry Fox) 3:22
4. I Love Her Still, I Always Will (Wladimir Tax, Ronny Splinter) 3:15
5. No Reasons To Complain (Mike Pierce) 3:26
6. The Only Thing (Jeff Connoly) 4:04
7. Stacey (Louis Castaldo) 2:35
8. How Do You Know? (Jeff Connoly) 3:13
9. You Won't Be Sad Anymore (Jeff Connoly) 2:47
10. If You Want My Love (Chuck Conlon) 3:28
11. Busy Men (Jeff Connoly) 4:39
12. Teach Me To Forget You (Wladimir Tax, Ronny Splinter) 3:09
13. Stormy (Ed Cusby) 3:17
Créditos:
Jeff Conolly: Vocals, Vox Continental Organ, Tambourine, Cymbal, Farfisa ("The Only Things")
Danny McCormack: Guitar
John Bernardo: Drums
Rick Coraccio: Bass

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "AHS 1005", de 1998.

Cracker - Countrysides

Banda: Cracker
Disco: Countrysides
Ano: 2003
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Country Rock
Faixas:
1. Truckload Of Art (Terry Allen) 3:42
2. Duty Free (Ike Reilly) 5:53
3. Up Against The Wall Redneck Mothers (Ray Hubbard) 4:09
4. Sinaloa Cowboys (Bruce Springsteen) 3:53
5. Family Tradition (Hank Williams Jr.) 4:42
6. The Bottle Let Me Down (Merle Haggard) 4:40
7. Reasons To Quit (Merle Haggard) 3:29
8. Buenas Noches From A Lonely Room (Dwight Yoakam) 3:46
9. Ain't Gonna Suck Itself (David Lowery) 5:49
Créditos:
David Lowery: Vocals, Guitar
Johnny Hickman: Guitar, Vocals
Kenny Margolis: Accordion, Keyboards, Percussion
Brandy Wood: Bass, Vocals
Frank Funaro: Drums
Craig Harmon: Keyboards
Alan Weatherhead: Pedal Steel

Biografia:


A biografia da banda já foi postada aqui, juntamente com o disco "Cracker", de 1992.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

The Plimsouls - Discografia básica

Banda: The Plimsouls
Gênero: Alternative Rock, Powerpop


Disco: The Plimsouls ...Plus
Ano: 1992(*)
Faixas:
1. Lost Time (Case) 3:41
2. Now (Case, Alkes, Fradkin) 2:57
3. In This Town (Case) 2:36
4. Zero Hour (Case) 2:30
5. Women (Wright, Young) 2:50
6. Hush, Hush (Case, Alkes, Fradkin) 2:34
7. I Want What You Got (Case) 3:25
8. Nickels And Dimes (Case) 3:05
9. I Want You Back (Case) 2:33
10. Mini-Skirt Minnie (Hill, Jackson, Cage Jr.) 2:42
11. Everyday Things (Case) 2:29
12. Memory [1980 Studio Outtake] [Bonus Track] (Case) 2:23
13. Dizzy Miss Lizzie [Single B-Side, 1981] [Bonus Track] (Williams) 3:01
14. Great Big World [From EP "Zero Hour", 1980] [Bonus Track] (Case) 3:00
15. Zero Hour [Original Version] [EP "Zero Hour", 1980] [Bonus Track] (Case) 2:36
16. Hypnotized [From EP "Zero Hour", 1980] [Bonus Track] (Case, Fradkin, Alkes) 2:57
17. How Long Will It Take? [From EP "Zero Hour", 1980] [Bonus Track] (Case) 2:51
18. I Can't Turn You Loose [From EP "Zero Hour", 1980] [Bonus Track] (Redding) 3:22
19. When You Find Out [Single B-Side, 1981] [Bonus Track] (Case) 2:27
20. Hush, Hush [Live Version] [Single B-Side, 1981] [Bonus Track] (Case, Alkes, Fradkin) 3:03
Créditos:
Peter Case: Lead Vocals, Guitars, Keyboards
Eddie Muñoz: Lead Guitar
Dave Pahoa: Bass, Vocals
Lou Ramirez: Drums
Músicos adicionais:
Jackie Kelso: Baritone Saxophone ("Lost Time", "Mini-Skirt Minnie")
Doug Richardson: Tenor Saxophone ("Lost Time", "Mini-Skirt Minnie")
Herman Riley: Tenor Saxophone ("Lost Time", "Mini-Skirt Minnie")
(*) LP lançado originalmente em 1981.

Disco: Everywhere At Once [Bonus Track]
Ano: 1983
Faixas:
1. Shaky City (Case, Muñoz) 2:37
2. Magic Touch (Case, Muñoz) 3:10
3. Oldest Story In The World (Case) 3:21
4. Lie, Beg, Borrow And Steal (Weiss) 2:46
5. Play The Breaks (Case, Muñoz, Cahoa, Ramirez) 4:19
6. How Long Will It Take? (Case) 2:31
7. A Million Miles Away (Case, Alkes, Fradkin) 3:35
8. My Life Ain't Easy (Grant, L. Gordon, D. Gordon) 2:37
9. Inch By Inch (Case, Williams, Caffey) 3:16
10. I'll Get Lucky (Case) 2:43
11. Everywhere At Once (Case) 3:18
12. Hobo [Bonus Track] (Case, Muñoz, Pahoa, Ramirez, Eyrich) 3:21
Créditos:
Peter Case: Lead Vocals, Six & Twelve Strings Guitars, Harmonica
Eddie Muñoz: Lead Guitar, Backing Vocals
Dave Pahoa: Bass Guitar, Backing Vocals
Lou Ramirez: Drums, Maracas, Tambourine, Timbales, Castanets, Backing Vocals
Jeff Eyrich: Guitar, Casio, Backing Vocals
Andy Williams, David Williams: Backing Vocals
Steve Hunter: Acoustic Guitar ("Oldest Story In The World")
Phast Phreddie: Backing Vocals ("Lie, Beg, Borrow And Steal")
Scott Wilk: Farfisa ("Lie, Beg, Borrow And Steal")
William Norwood: High Vocal ("How Long Will It Take?")
Brandon Matheson: Tom-Tom ("My Life Ain't Easy")

Disco: One Night In America [Bonus Track]
Ano: 2005(*)
Faixas:
1. Hush Hush (Case, Alkes, Fradkin) 2:38
2. Now (Case, Alkes, Fradkin) 2:55
3. How Long Will It Take? (Case) 2:55
4. A Million Miles Away (Case, Alkes, Fradkin) 3:29
5. I Want What You Got (Case) 4:10
6. Time Won't Let Me (King, Kelly) 2:49
7. In This Town (Case) 2:36
8. One More Heartache (Robinson, Moore, Tarplin, White, Rogers) 2:29
9. Help Yourself (Reed) 3:30
10. Dizzy Miss Lizzy (Williams) 2:55
11. I'll Get Lucky (Case) 3:00
12. Come On Now (Davies) 3:30
13. Sorry [Bonus Track] (Unknown) 2:19
Créditos:
Lou Ramirez: Drums
David Pahoa: Bass, Vocals
Eddie Muñoz: Guitar
Peter Case: Vocals, Guitar, Harp
(*) Disco gravado ao vivo em 1981 e lançado originalmente em 1989.

Disco: Kool Trash
Ano: 1998
Gênero: Alternative Rock, Powerpop
Faixas:
1. Playing With Jack (Case) 3:09
2. Feeling Strange (Case) 3:11
3. Down (Case, Sherry) 4:22
4. Falling Awake (Case) 4:26
5. Pile Up (Case) 3:26
6. 12 O'Clock Midnight (Case) 5:32
7. Kool Trash (Case) 3:43
8. Lost (Case, Muñoz) 4:03
9. Dangerous Book (Case) 3:27
10. Not Of This World (Case, Vaughn) 5:42
11. Too Much Satisfaction (Case) 4:51
Créditos:
David Pahoa: Bass
Clem Burke: Drums
Eddie Muñoz: Guitar
Peter Case: Vocals, Guitar, Harmonica, Piano
The William Brothers: Harmony Vocals ("Playing With Jack")
"Jammin" Jon Brion: Organ ("Falling Awake", "Dangerous Book"), Piano ("Dangerous Book")
"Breezin" Bret Gurezitz: Harmony Vocals ("Pile Up")

Disco: Live! Beg, Borrow & Steal
Ano: 2010(*)
Faixas:
1. Hush Hush (Case, Alkes, Fradkin) 2:44
2. Shaky City (Case, Muñoz) 2:46
3. Lost Time (Case) 3:25
4. Inch By Inch (Case, Williams, Caffey) 2:30
5. Sorry (Unknown) 2:15
6. Now (Case, Alkes, Fradkin) 2:58
7. Women (Steve Wright, George Young) 3:12
8. A Million Miles Away (Case, Alkes, Fradkin) 3:32
9. I'll Get Lucky (Case) 2:40
10. Zero Hour (Case) 2:41
11. I Want You Back (Case) 2:27
12. Everyday Things (Case) 2:18
13. Jump, Jive & Harmonize (Espinoza, Marquez) 2:43
14. Come On Now (Davies) 3:47
15. Dizzy Miss Lizzy (Williams) 2:50
16. New Orleans (Royster) 3:27
17. Hey! Hey! Hey! Hey! (Penniman) 2:54
18. Run Run Run/Who Do You Love? (McDaniel) 4:37
Créditos:
Eddie Muñoz: Lead Guitar
David Pahoa: Bass, Vocals
Lou Ramirez: Drums
Peter Case: Guitar, Lead Vocals
(*) Gravado ao vivo no Whisky A Go-Go, em West Hollywood, Califórnia, EUA, no dia 31 de outubro de 1981.

Disco: Beach Town Confidential
Ano: 2012(*)
Faixas:
1. Introduction (0:11)
2. Shaky City (Case, Muñoz) 2:32
3. Making Time (Phillips, Pickett) 2:36
4. Zero Hour (Case) 2:37
5. Hobo (Case, Muñoz, Pahoa, Ramirez, Eyrich) 3:38
6. Who's Gonna Break the Ice? (Unknown) 4:01
7. Fall On You (Lewis) 2:16
8. Oldest Story in the World (Case) 3:37
9. Magic Touch (Case, Muñoz) 3;16
10. A Million Miles Away (Case, Alkes, Fradkin) 4:00
11. Jump, Jive and Harmonize (Espinoza, Marquez) 4:39
12. Jumpin' in the Night (Unknown) 4:22
13. Now (Case, Alkes, Fradkin) 3:19
14. How Long Will it Take? (Case) 2:40
15. In this Town (Case) 2:29
16. Price of Love (D. Everly, P. Everly) 2:23
17. You Can't Judge a Book by the Cover (Willie Dixon) 3:09
Créditos:
Peter Case: Lead Vocals, Guitar, Harmonica
Eddie Muñoz, Keith Streng: Guitars
Andrew Williams: Twelve-String Guitar, Vocals
David Williams: Keyboards, Vocals
David Pahoa: Bass, Vocals
Lou Ramirez: Drums
(*) Gravado ao vivo no Golden Bear, em Huntington Beach, Califórnia, EUA, no dia 13 de agosto de 1983.


Biografia:
A biografia da banda, que segue, em tradução livre do inglês, foi extraída do site Oldies, que, por sua vez, cita, como fonte primária do texto, a Encyclopedia Of Popular Music, de Colin Larkin (sob licença da editora Muze).
Uma das muitas bandas powerpop de Los Angeles, Califórnia, EUA, compreendia Peter Case (nascido em 5 de abril de 1954, nos Estados Unidos; vocais e guitarra, ex-Nerves), Lou Ramirez (bateria), Dave Pahoa (baixo) e Eddie Muñoz (guitarra solo). Formada em 1979, trabalhou no começo com o nome de Tone Dogs. Depois mudou sua denominação e ganhou fama localmente mediante apresentações ao vivo. Isso permitiu-lhe gravar um EP barato, em 1980, chamado "Zero Hour", pelo seu próprio selo, Beat Records, que lhe capturou a energia ao vivo, em que pese a baixa qualidade da gravação.
Sua admiração pelo pop sessentista reproduziu-se melhor em "The Plimsouls", cujas canções ganharam uma produção mais assimilável. Todavia, decepcionada com as vendas do álbum, sua relação com a gravadora Planet Records deteriorou-se, forçando-a a transferir-se para a Geffen Records. E na nova casa permaneceu tempo suficiente para lançar somente um disco, "Everywhere At Once", amplamente aclamado, que incluía "A Million Miles Away", editado em 12 polegadas enquanto a banda trocava de gravadora. Uma das faixas mais consistentes do álbum, "How Long Will It Take", parecia prenunciar o fim da banda, devido ao baixo potencial de vendas dos seus discos, o que realmente acabou ocorrendo pouco tempo depois. Case dedicou-se à carreira solo. Um disco ao vivo da banda, gravado em 1981, saiu em 1988 através da gravadora francesa Fan Club. Reformulado, o grupo voltou em 1996 e gravou um novo álbum de estúdio, "Kool Trash".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...