terça-feira, 23 de março de 2010

The Soul Movers - On The In Side


Banda: The Soul Movers
Disco: On The In Side
Ano: 2009
Gênero: Soul, Blues Rock
Faixas:
1. Stickin’ Around (McKenzie, Tek) 2:54
2. Baby I Love You (Shannon) 2:41
3. Slip In Mules (Davis, Higgenbotham) 2:37
4. Not With Her (McKenzie, Tek) 3:20
5. Dead (Dillard, Huffman) 2:58
6. Gotta Run (McKenzie, Tek) 3:57
7. Hold Me (McKenzie, Tek) 3:27
8. Few Good Reasons (McKenzie, Tek) 2:48
9. Low And Slow (McKenzie, Tek) 3:04
10. Change (McKenzie, Tek) 2:48
11. Piece O’ Me (McKenzie, Tek) 3:26
12. Krazy Kats (McKenzie, Tek) 3:12
Créditos:
Lizzie Mack: Vocals
Deniz Tek: Guitar, Percussion
Craig Harnath: Bass, Percussion, Backing Vocals
Brett Wolfendon: Drums
Philip Hoyle: Piano, Organ
Frank Bennett: Tenor Saxophone
Mark Sisto: Vocals on “Gotta Run”
Elyce Peters, Ron Peno, Nicole Sabjak: Backing Vocals on “Baby I Love You”
https://mega.co.nz/#!ExMwBLTS!U4tp6GvYx7LGwJh03tgekBRvP50F1EcHxSHMqp2E09Y

Biografia:
A biografia da Soul Movers, que segue, em tradução livre do inglês, foi retirada da página do grupo no MySpace.
!! EMOCIONAL **** RÚSTICO **** PODEROSO !!!!! Movers Soul: “A velha escola soul com uma pegada moderna”. Inspirado por artistas como Etta James e Julie London, Lizzie cantou um jazz abafado pela percussão em Sydney, escravizando os fãs com sua cativante presença de palco e sua voz sedutora. Em 2007 ela se uniu a Deniz Tek para prosseguir uma vida de amor à soul music. Juntos, eles formaram a Movers Soul ... tocando uma música única, que mistura o R&B original de Memphis da década de 60 com o beat rock. A formação hard rock de Deniz com a Radio Birdman é bem conhecida. Sua longa carreira solo paralela compreende dezenas de álbuns e turnês de hard rock (Deniz Tek Group), punk da velha escola (Last Of the Bad Men) e som experimental (Glass Insects). Ele fez uma turnê com o MC5 e tem trabalhado extensamente com os irmãos Asheton dos Stooges. Nos últimos anos, ele também dividiu o palco com Scott Morgan, frontman da banda Rationals, de Detroit. Juntos, eles realizaram números como “Respect”, de Otis Redding, e Hijackin’ Love, de Johnnie Taylor, para audiências enlouquecidas dos Estados Unidos e da Europa, com os Three Assassins.


O primeiros singles da Soul Movers, surgidos num vinil de 7 polegadas (Munster Records), apresentaram um respeitoso porém lúdico cover de Aretha Franklin, “Baby I Love You”, e uma original balada soul, “Piece O’ Me”. Sessões de gravações adicionais balançaram as paredes da Hothouse Studios, em Melbourne, em 09 de fevereiro, e resultaram no álbum “On The In Side”, aguardando liberação dede 1/9/09 (Cool Time Records) (comentário meu: é óbvio que o disco já foi lançado; a biografia é que está desatualizada, o que demonstra o desleixo da banda em matéria de marketing, já que o texto foi extraído da sua própria página no MySpace; vamos convir: não custava nada atualizá-lo...). A seção rítmica, ao estilo de Memphis, contou com o veterano produtor e baixista Craig Harnath e o baterista Brett Wolfenden, cujo jogo de força e atitude mais do que fez justiça ao som do seu kit Ludwig dos anos 60. Os últimos retoques ficaram a cargo do veterano da Radio Birdman, Pip Hoyle, nos teclados, e o veterano da cena jazzística de Sydney, Frank Bennett, no saxofone tenor. Veja imagens do show ao vivo da Soul Movers e ouça a biografia da banda pela voz de Deniz Tek no YouTube.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...