sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Teenage Fanclub - A Catholic Education

Banda: Teenage Fanclub
Disco: A Catholic Education
Ano: 1990
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock
Faixas:
1. Heavy Metal (McGinley) 2:15
2. Everything Flows (Blake) 5:13
3. Catholic Education (Blake) 2:34
4. Too Involved (Blake, McGinley) 2:39
5. Don't Need A Drum (Blake, McGinley) 3:18
6. Critical Mass (Blake) 2:48
7. Heavy Metal II (Blake, McGinley) 7:22
8. Catholic Education 2 (Blake) 3:02
9. Eternal Light (Blake) 4:12
10. Every Picture I Paint (Blake, McGinley) 3:23
11. Everybody's Fool (Blake, Love, McGinley) 2:55
Créditos:
Norman Blake: Vocals, Guitar
Gerard Love: Vocals, Bass
Raymond McGinley: Vocals, Guitar
Francis MacDonald: Drums
Brendan O'Hare: Drums
https://thinfi.com/0dw6

Biografia:
Formada pela maioria dos membros da efêmera banda escocesa Boy Hairdressers, de Glasgow, a Teenage Fanclub – uma denominação mais sóbria do que Teenage Fanny, cogitada inicialmente – surgiu depois que Norman Blake (nascido em 20 de outubro de 1965, em Bellshill, Escócia; guitarra e vocais), Raymond McGinley (nascido em 3 janeiro de 1964, em Glasgow, Escócia; guitarra e vocais) e Francis MacDonald (nascido em 21 de novembro de 1970, em Bellshill, Escócia; bateria) deixaram aquele grupo pseudopunk e uniram-se a Gerard Love (nascido em 31 de agosto de 1967, em Motherwell, Escócia; baixo e vocais).
Durante o ano de 1989, o quarteto gravou um disco longo (terminado sem que o grupo sequer tivesse se apresentado alguma vez ao vivo) antes que MacDonald (posteriormente integrado à Pastels) cedesse seu posto para Brendan O'Hare (nascido em 16 de janeiro de 1970, em Glasgow, Escócia). Além de historicamente ligados à Boy Hairdressers,  membros da Teenage Fanclub também integraram a conterrânea BMX Bandits. Movida a diversão, guitarras barulhentas e irreverência, a banda emplacou sua marca em 1990 com uma série de inebriantes shows ao vivo e através do seu primeiro disco, o americanizado e errático, muitas vezes fora de sintonia, mas altamente promissor, "A Catholic Education". Em outubro, a banda prestou homenagem a John Lennon, gravando o single "Ballad Of John And Yoko", lançado e retirado das lojas no mesmo dia. Um ano depois, tendo assinado com a Creation Records e escorada por uma imprensa musical ruidosa, a Teenage Fanclub atenuou seu som, compondo canções mais vigorosas, que, conscientemente, lembravam a música movida a guitarra dos anos 70 de Byrds, Big Star e Neil Young (artistas que se tornaram fundamentais para fomentar a anterior sonoridade revivalista da banda no começo dos anos 90).
Inevitavelmente, "Star Sign" (com o cover "Like A Virgin", da Madonna, no lado B) foi um lance arriscado, sobretudo levando-se em conta o sucesso anterior da banda, se bem que o desastroso single, contendo a versão da música da Madonna, retirada do álbum "The King", acabou descartado no mesmo dia do seu lançamento. "Bandwagonesque" surgiu no final de 1991 e se transformou num dos discos mais memoráveis do ano (em contraste marcante com "The King", duramente criticado). Elaborado com harmoniosas guitarras e melodias irresistíveis, "Bandwagonesque" revelou um grupo pronto para superar suas origens humildes e desprendidas, além de uma trinca de talentosos compositores: Blake, Love e McGinley.
Um sentimento de grande decepção cercou o lançamento de "Thirteen", de 1993, finalizado em oito meses, na esteira de turnês destinados à divulgação de "Bandwagonesque" (que vendeu 70.000 cópias no Reino Unido e 150.000 nos Estados Unidos). Isso provocou um esforço redobrado para a gravação do quinto álbum de estúdio da banda, "Grand Prix", lançado em 1995 e que marcou o seu retorno à velha forma. As músicas foram ensaiadas por três meses antes que o grupo entrasse no estúdio, em Manor, Oxford, onde as burilou, no período de cinco semanas, juntamente com o produtor Dave Bianco (ex-engenheiro de som do produtor George Drakoulias, da Black Crowes). O disco também assinalou a estreia do novo baterista Paul Quinn, ex-Soup Dragons. O'Hare, por sua vez, formou a Telstar Ponies com o guitarrista David Keenan, ex-Creation. Inspirando confiança, os singles "Mellow Doubt", de Blake, e "Sparky's Dream", de Love, extraídos de "Grand Prix", exibiram a banda continuando a compor canções pop básicas, com letras românticas e guitarras altaneiras.
O disco seguinte, "Songs From Northern Britain", de 1997, persistiu na mesma temática, com canções lembrando compositores sessentistas e forte influência de Beatles e Byrds. Embora o ritmo mais ameno, o disco continha alguns dos melhores momentos da banda, destacando-se "Ain't That Enough", de Love, e a gloriosa "I Don't Want Control Of You", de Blake. Gene Clark teria tirado o chapéu para essa magnífica obra da música pop.
Finlay McDonald, ex-tecladista da BMX Bandits, ingressou na banda, de modo permanente, no encerramento de 1997. Após a quebra da Creation Records, o grupo entrou no cast da Columbia Records e lançou o inexpressivo "Howdy!". Durante a mixagem do disco, Quinn cedeu as baquetas a Francis MacDonald, baterista fundador da banda. Na sequência, a Teenage Fanclub gravou um disco – mais ou menos inspirado – em parceria com o cantor e compositor independente Jad Fair, chamado "Words Of Wisdom And Hope" e baseado na sonoridade da Velvet Underground, que, não obstante gravado em 1999, recebeu lançamento somente em 2002. Ainda em 2002, a banda gravou três faixas inéditas para a compilação "Four Thousand Seven Hundred And Sixty-Six Seconds: A Short Cut To Teenage Fanclub".
Novamente desprovida de gravadora, a banda, em vez de se desesperar, compôs e gravou várias canções, trabalhando com afinco para sobreviver. Daí adveio o excelente "Man-Made", editado pelo seu próprio selo, Pema, no verão de 2005, o disco mais convincente do grupo desde "Songs From Northern Britain". Muitas das canções do álbum eram simples e despojadas ("It's All In My Mind", "Cells" e "Only With You") e, portanto, facilmente assimiláveis. Outra canção fascinante, "Born Under A Good Sign", prestou homenagem a "Eight Miles High", da Byrds. Em 2007, membros do grupo participaram do novo disco de Kevin Ayers, "The Unfairground" (The Encyclopedia Of Popular Music. Compiled and edited by Colin Larkin. New York: Omnibus Press, 2007, pp. 1377-8; tradução livre do inglês).

10 comentários:

Jaimemellorock Mello disse...

Este álbum da Teenage Fanclub é o que mais gosto. Foi difícil de adquiri. Obrigado, Indignaldo. Forte Abraço.

Indignaldo Silva disse...

Eu que agradeço o comentário, Jaime. Abraço.

Túlio Souza disse...

Maluco, acabei de baixar este "Catholic Education" o único que me faltava, tenho todos dêles agora.
você conhece "The New Pornographers" ? Estou precisando do Without Conditions que é o nôvo disco deles, você conseguiria ele pra mim ?

Túlio Souza de Almeida - Leblon/Rio.

Indignaldo Silva disse...

Obrigado pelo comentário, Túlio.
Link para baixar o disco que tu quer: https://downloadthenewpornographerswhiteoutconditions.wordpress.com/
Testei e está funcionando.

Túlio Souza disse...

Falaê Indignaldo! Maluco, te agradeço de montão o link me indicado, mas eu já tentei nêle várias vezes, eu faço o download aí quando termina o download, vou na minha pasta descompactar, e abre a aquela caixa pedindo a senha, mas o cara não dispõe tá foda, voce não conhece outro limk ? Valeu cara.

Túlio, Leblon-Rio

Indignaldo Silva disse...

Depois te passo outro link.

Tulio disse...

Ok, aguardo falôu Indignaldo, obrigadão mesmo maluco e desculpa a porrinhação.

Tulio Souza

Indignaldo Silva disse...

Tulio, o link: http://www31.zippyshare.com/v/Bm6kjW3K/file.html

Túlio Souza disse...

Cara, como voces conseguem isso ?? Não entendo, só vcs bloguistas tem essas trêtas, eu vasculhei a Net todinha atrás desse disco pra baixar, e vc consegue fácil maluco rsrsrsrs....tô pasmo maluco, sério!! Mas valeu demais maluco, obrigadão !

Túlio Souza ( aqui do Leblon )

Indignaldo Silva disse...

Não há de quê, Tulio. Sempre que possível, procuro ajudar os frequentadores do blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...