sábado, 14 de abril de 2018

Dizzy Mizz Lizzy - Dizzcography

Banda: Dizzy Mizz Lizzy
Disco: Dizzcography
Ano: 2010(*)
Gênero: Alternative Rock, Post Grunge
Faixas:
Disc 1: Dizzy Mizz Lizzy (1994)
1. Waterline (Tim Christensen) 4:33
2. Barbedwired Baby's Dream (Tim Christensen) 3:09
3. Love Is A Loser's Game (Tim Christensen) 3:47
4. Glory (Tim Christensen) 3:47
5. 67 Seas In Your Eyes (Tim Christensen) 4:39
6. Silverflame (Tim Christensen) 5:12
7. Love Me A Little (Tim Christensen, Thomas Rockwell) 4:02
8. Mother Nature's Recipe (Tim Christensen) 3:08
9. ...And So Did I (Tim Christensen) 4:41
10. Wishing Well (Tim Christensen) 3:36
11. Hidden War (Tim Christensen, Thomas Rockwell) 4:47
12. For God's Sake (Tim Christensen) 3:57
13. Too Close To Stab (Tim Christensen, Thomas Rockwell) 5:09
Disc 2: Rotator (1996)
1. Thorn In My Pride (Tim Christensen, Martin Nielsen) 3:06
2. Run (Tim Christensen, Nic Wastell) 4:05
3. Rotator (Tim Christensen) 3:30
4. 11:07 PM (Tim Christensen, Nic Wastell) 4:10
5. Back-Bone-Beat (Tim Christensen, Martin Nielsen) 4:39
6. When The River Runs Dry (Tim Christensen) 3:51
7. Break (Tim Christensen) 4:05
8. I Like Surprises (Tim Christensen, Nic Wastell) 3:13
9. Riff Sang (Tim Christensen) 3:20
10. Take It Or Leave It (Tim Christensen, Nic Wastell) 4:23
11. Find My Way (Tim Christensen, Nic Wastell) 3:06
12. Two Of You (Tim Christensen, Nic Wastell) 4:41
13. Rise And Fall (Tim Christensen, Nic Wastell) 3:24
14. Outro (Alexander Salamander) (Tim Christensen) 1:06
Disc 3: Live In Aarhus '96 (2002)
1. Thorn In My Pride (Tim Christensen, Martin Nielsen) 3:29
2. Rotator (Tim Christensen) 3:56
3. Barbedwired Baby's Dream (Tim Christensen) 4:35
4. Run (Tim Christensen, Nic Wastell) 4:27
5. When The River Runs Dry (Tim Christensen) 4:05
6. 11:07 PM (Tim Christensen, Nic Wastell) 4:54
7. Glory (Tim Christensen) 4:39
8. Find My Way (Tim Christensen, Nic Wastell) 4:42
9. For God's Sake/Mother Nature's Recipe/67 Seas In Your Eyes (Tim Christensen) 14:42
10. Waterline (Tim Christensen) 5:17
11. Alexander Salamander (Tim Christensen) 1:32
12. Silverflame (Tim Christensen) 5:28
13. Two Of You (Tim Christensen, Nic Wastell) 6:28
Disc 4: The Rest Of Dizzy Mizz Lizzy
1. Waterline [From EP "Dizzy Mizz Lizzy", 1993] (Tim Christensen) 4:34
2. ...And So Did I [From EP "Dizzy Mizz Lizzy", 1993] (Tim Christensen) 4:09
3. Silverflame [From EP "Dizzy Mizz Lizzy", 1993] (Tim Christensen) 5:01
4. Barbedwired Baby's Dream [From EP "Dizzy Mizz Lizzy", 1993] (Tim Christensen) 3:26
5. Hurry Hurry [Single B-Side, 1994] (Tim Christensen) 2:35
6. Pain Before My Eyes [Bonus Track for the 1995 japanese "Rotator" album] (Tim Christensen) 2:50
7. Barbedwired Baby's Dream [From album "One Guitar, One Bass And A Drummer, That's Really All It Takes, Live In Japan", 1995] (Tim Christensen) 3:59
8. Mother Nature's Recipe [From album "One Guitar, One Bass And A Drummer, That's Really All It Takes, Live In Japan", 1995] (Tim Christensen) 4:59
9. Silverflame [From album "One Guitar, One Bass And A Drummer, That's Really All It Takes, Live In Japan", 1995] (Tim Christensen) 5:08
10. Waterline [From album "One Guitar, One Bass And A Drummer, That's Really All It Takes, Live In Japan", 1995] (Tim Christensen) 6:46
11. 67 Seas In Your Eyes [From album "One Guitar, One Bass And A Drummer, That's Really All It Takes, Live In Japan", 1995] (Tim Christensen) 7:01
12. Glory [From album "One Guitar, One Bass And A Drummer, That's Really All It Takes, Live In Japan", 1995] (Tim Christensen) 4:17
13. Back-Bone Beat [From album "One Guitar, One Bass And A Drummer, That's Really All It Takes, Live In Japan", 1995] (Tim Christensen, Martin Nielsen) 4:31
Créditos:
Tim Christensen: Guitar, Vocals
Martin Nielsen: Bass
Søren Friis: Drums
(*) A compilação abrange os discos "Dizzy Mizz Lizzy", de 1994, "Rotator", de 1996, e "Live In Aarhus '96", de 2002, além de singles e EPs.

Biografia:
A Dizzy Mizz Lizzy, banda dinamarquesa de rock alternativo, experimentou um enorme sucesso na metade dos anos 90 antes de dispersar-se em 1998, após o lançamento de dois discos multiplatina. O frontman Tim Christensen, um talentoso cantor, compositor e multi-instrumentista, posteriormente embarcou numa fértil carreira solo, soltando seu primeiro álbum em 2000.
Fundada em Copenhague, Dinamarca, no ano de 1988, a Dizzy Mizz Lizzy era constituída por Christensen (vocais e guitarra, nascido em 2 de julho de 1974), Martin Nielsen (baixo, nascido em 19 de outubro de 1974) e Søren Friis (bateria; nascido em 26 de setembro de 1973). Iniciando em 1991, a banda chegou à final do Danish Rock Championship por três anos consecutivos, vencendo a competição de talentos, finalmente, em 1993. Os membros da banda usaram o dinheiro do prêmio para gravar, com equipamento precário, um CD demo que entrou na programação das rádios roqueiras dinamarquesas e assegurou ao grupo um contrato com a EMI.
Produzido por Nick Foss, o homônimo disco da banda marcou sua estreia no mercado fonográfico.
O álbum estourou, gerando uma longa série de singles de sucesso ("Barbedwired Baby's Dream", "Love Is A Loser's Game", "Waterline", "Silverflame", "Glory"), ganhando 4 Grammys dinamarqueses (incluindo o de Melhor Grupo Dinamarquês) e abocanhando cinco discos de platina. Embora o disco seguinte, "Rotator" (1996), não tenha conseguido acompanhar o sucesso do seu antecessor, mesmo assim mostrou-se bastante bem-sucedido, originando alguns singles ("Rotator", "11:07 PM", "When The River Runs Dry"), garantindo Grammys adicionais e abiscoitando dois discos de platina. 
A banda dissolveu-se, em princípio, no ano de 1998, e Christensen embarcou em carreira solo, lançando em 2000 seu primeiro disco longo, "Secrets On Parade", um sucesso Top Ten nas paradas dinamarquesas.
Os discos posteriores do músico fizeram mais sucesso ainda, principalmente o segundo, "Honeyburst", de 2003, que liderou as paradas. No meio da exitosa carreira individual de Christensen, a EMI lançou, em 2002, a coletânea retrospectiva "The Best Of Dizzy Mizz Lizzy".
Em 2010, a banda reagrupou-se para uma turnê, que redundou em mais de 50 apresentações na Dinamarca e no Japão. Seguiu-se o disco da excursão, "The Reunion Tour: Live In Concert 2010", bem como um documentário sobre a extraordinária trajetória da banda: "Lost Inside A Dream: The Story Of Dizzy Mizz Lizzy", ambos lançados em 2010. Embora Christensen tenha retornado à sua carreira solo, o sucesso do primeiro reencontro da banda originou outra turnê em 2015, desta vez acompanhada de novos discos: primeiro alguns singles e um EP, e depois um disco longo, de estúdio, "Forward In Reverse", editado em abril de 2016, que prontamente chegou ao topo das paradas dinamarquesas (Jason Birchmeier, AllMusic; tradução livre do inglês).

3 comentários:

Indignaldo Silva disse...

Link

Jaimemellorock Mello disse...

Confesso que não simpatizava com o post grunge, foi então que conheci a Dizzy mizz Lizzy por seu intermédio, e logo percebi que trata-se de boa música, ou seja, Rock n`Roll autêntico. Abraços, Indignaldo.

Indignaldo Silva disse...

A banda tem seus méritos. Abraço, Jaime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...