segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Strange Flowers - Vagina Mother [Bonus Tracks]

Banda: Strange Flowers
Disco: Vagina Mother [Bonus Tracks]
Ano: 2009
Gênero: Alternative Rock, Garage Rock, Psychedelic Rock
Faixas:
1. Intro (A Welcoming Mandala) (Michele Marinò) 1:50
2. Blue Mothers (Michele Marinò) 3:25
3. Powder Tears (Michele Marinò) 4:20
4. Underneath Electric Wires (Michele Marinò) 4:21
5. The Followers Of Fame (Michele Marinò) 3:23
6. September (Michele Marinò) 3:46
7. Hollywood (Mirwais Ahmadzai, Madonna Louise Ciccone) 3:15
8. A Rose In Your Mouth (Michele Marinò) 4:01
9. Salvation (Michele Marinò) 3:23
10. Angela's Disease (Michele Marinò) 1:40
11. Seven Year Old Poets (Michele Marinò, Arthur Rimbaud*) 2:58
12. The Insect And The Fish (Michele Marinò) 5:11
13. Polvere [Bonus Track] (Michele Marinò) 3:53
14. The Naked Monk [Bonus Track] (Giovanni Bruno, Michele Marinò) 3:50
Créditos:
Michele Marinò: Vocals, Guitars
Nicola Cionini: Guitars
Alessandro Santoni: Bass, Backing Vocals
Gabriele Pozzolini: Drums, Percussions, Mellotron
Músico adicional:
Paolo Pierelli: Analog Keyboards (faixas 4, 12)
* Tradução livre de um poema do poeta francês.

Resenha:
A resenha que segue, em tradução livre do inglês, foi retirada do site da banda e é atribuída a Decoded, do Reino Unido.
"Vagina Mother", produzido por Federico Guglielmi para a Go Down Records, é o ponto mais alto da carreira da Strange Flowers (nota minha: banda italiana, formada em Pisa, no final de 1987), que já foi considerada um dos principais grupos do cenário musical independente. A banda sempre executou de modo peculiar o rock psicodélico, longe dos clichês revivalistas, e isso é novamente detectado nas doze faixas de "Vagina Mother", disco em que a colaboração com Guglielmi finalmente completa o processo de modernização iniciado em "Aeroplanes In The Backyard". "Vagina Mother" pode ser considerado um disco contemporâneo do início ao fim, onde a maturidade e o frescor das composições, a inteligência e a modernidade dos arranjos e a escolha rigorosa dos sons analógicos – sem mencionar a vigorosa performance em estúdio – agregam um valor artístico muito alto. O álbum é completo e variado, absolutamente impecável. Surpreende em cada canção, deixando claro que a Strange Flowers é uma das bandas mais preciosas do rock independente atual. Uma preciosidade que você não pode perder!

2 comentários:

Jaimemellorock Mello disse...

Seus Posts estão fortemente venenosos; isto em todos os seus sites! e está Banda é puro Rockn`Roll. Não entendo porque não recebem o merecido reconhecimento, isto inclui os verdadeiros amantes do Rock...

Indignaldo Silva disse...

As bandas europeias costumam ser muito boas e reverenciam o velho e bom rock and roll mais até do que os americanos. Abraço, Jaime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...