segunda-feira, 31 de julho de 2017

Stone Axe - Stone Axe I (Deluxe Edition)

Banda: Stone Axe
Disco: Stone Axe I (Deluxe Edition)
Ano: 2011(*)
Gênero: Classic Rock, Hard Rock, Stoner Rock
Faixas:
1. Riders Of The Night (3:29)
2. My Darkest Days (3:16)
3. Black Widow (4:11)
4. Sky Is Falling (3:08)
5. There'd Be Days (4:59)
6. Skylah Rae (5:16)
7. Rhinoceros (2:29)
8. Diamonds & Fools (4:45)
9. Return Of The Worm (3:31)
10. Taking Me Home (3:26)
11. Riders Of The Night [Live] [Bonus Track] (3:51)
12. King Of Everything [Live] [Bonus Track] (4:24)
13. Ain't Gonna Miss It [Live] [Bonus Track] (4:39)
14. There'd Be Days [Live] [Bonus Track] (5:08)
15. Taking Me Home [Live] [Bonus Track] (3:19)
16. Skylah Rae [Live] [Bonus Track] (5:21)
17. Sky Is Falling [Live] [Bonus Track] (2:38)
18. Diamonds & Fools [Live] [Bonus Track] (4:56)
Músicas de autoria de Dru Brinkerhoff e Tony Reed.
Créditos:
Dru Brinkerhoff: Vocals
Tony Reed (aka T. Dallas Reed): All Instruments (faixas 1-10), Guitar & Vocals (faixas 11-18)
Mike DuPont: Bass (faixas 11-18)
Mykey Haslip: Drums (faixas 11-18)

Biografia:
Nascida em 2007, em Port Orchard, Washington, DC, EUA, por iniciativa do multi-instrumentista T. Dallas Reed (Mos Generator), sua existência teve um propósito definido: a preservação do rock setentista.
Pense em Free, em Thin Lizzy, nos dias gloriosos do power trio. Os primeiros movimentos de Judas Priest, Ozzy Osbourne, Iron Maiden, Foghat e AC/DC. Reed reproduz esses sons vitais com uma vibração diferente da atual safra de bandas revivalistas. Não se trata de moda. Trata-se do espírito do rock and roll, o espírito da criação.
A Stone Axe executa rock and rock clássico, apaixonadamente colhido e vitalmente desenvolvido. Você pode ouvi-lo na guitarra de Reed ou nos vocais elegantes do cantor Dru Brinkerhoff. Não há ironia em nada do que a banda faz. Ela não pisca o olho e chama a atenção para dizer: "É isso aí, curta isto, mas não leve muito a sério". Ela encara as coisas com seriedade. O tempo todo.
Em seu curto tempo de vida, a Stone Axe lançou dois discos longos, homônimos, além de splits, singles e EPs, à disposição de você, através das gravadoras Music Abuse Records (selo do grupo), Roadburn Records, Ripple Music, Hydro-Phonic e RxEvolution Recordings. Reed controla as gravações pessoalmente e está sempre compondo, por isso não espere vê-lo, ou mesmo a banda, desacelerando.
O empenho não é para inovar e sim para celebrar. Quando você escuta a Stone Axe, você ouve trechos que remetem àqueles ícones roqueiros e você se alegra. Se sorrir, melhor ainda. Significa que você sacou o lance. A Stone Axe não está a fim de reinventar a roda, está a fim de mantê-lo ligado num mundo em permanente tensão (JJ Koczan/The Obelisk, Reverbnation; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...