terça-feira, 11 de abril de 2017

Grand Mal - Pleasure Is No Fun

Banda: Grand Mal
Disco: Pleasure Is No Fun
Ano: 1997
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock
Faixas:
1. I'm In Trouble (2:41)
2. Give Yourself To The Devil (3:28)
3. Wholle Lotta Nuthin' (4:22)
4. Quittin' Time (3:19)
5. Lucky Stiffs (2:51)
6. Light As A Feather (2:49)
7. Superstars (3:19)
8. Cold As A Donor (3:07)
9. Blow Your Nose (3:05)
10. The Thing To Do (5:39)
11. Don't Be Late (3:31)
Músicas de autoria de Bill Whitten.
Créditos:
Bill Whitten: Vocals, Guitars, etc.
John DeVries: Lead & Rhythm Guitars, Noises, Sounds, Dub Bass (faixas 3, 9), Backup Vocals
Phil Schuster: Bass Guitar, Piano (faixa 3)
Grasshopper: Lead Guitar (faixa 6), Guitar Solo (faixa 10), Noises & Sounds (faixas 7, 9), Backup Vocals
Carmen Quinones: Backup Vocals (faixas 1, 6, 7, 9, 10), Lead Vocals (faixa 11)
Dave Fridmann: Keyboards, Backup Vocals
Thomas P. Goss: Drums & Percussion

Biografia:
Bill Whitten formou a banda nova-iorquina Grand Mal após a dissolução do seu antigo grupo, St. Johnny, de Connecticut, em 1995.  Enquanto a extinta banda reverenciava o estilo da Sonic Youth, com guitarras distorcidas e efeitos de feedback (com uma característica atmosfera displicente), a Grand Mal era decididamente menos letárgica, exaltando um glam rock agressivo e uma sórdida e descuidada sonoridade punk.
A Grand Mal estreou no mercado fonográfico com um EP homônimo, em 1996, que era basicamente um trabalho solo de Whitten. O ritmo energético e as vigorosas investidas na cultura disco/eletrônica/rave (reforçadas pelos vocais de Carmen Quinones) indicaram um novo caminho para Whitten. O guitarrista John Vries (ex-Agitpop) logo provou ser um competente aliado de Whitten, e os dois continuaram buscando inspiração em grupos roqueiros setentistas, como New York Dolls e Mott The Hoople. Um elenco rotativo de músicos contribuiu para a gravação dos dois primeiros discos do grupo. Por ocasião do lançamento de "Maledictions", de 1999, a Grand Mal solidificara sua formação, agregando, ao lado de Whitten e Vries, o baixista Steve Borgerding, o baterista Parker Kindred e o tecladista Jonathon Toubin. A banda editou o álbum "Precision Exits" em 2000; três anos depois apareceu o pesado "Bad Timing", na linha glam rock (Erik Hage, AllMusic; tradução livre do inglês).

4 comentários:

bobbysu disse...

thank you so much

Indignaldo Silva disse...

You're welcome, bobbysu.

robgronotte disse...

Loved this band! If you have more albums by them, would love to see them here as well.

Indignaldo Silva disse...

I have but the posts will take a while. Thanks for comment.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...