segunda-feira, 17 de outubro de 2016

The Bright Light Social Hour - Discografia básica

Banda: The Bright Light Social Hour
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock, Neo-Psychedelia


Disco: The Bright Light Social Hour
Ano: 2010
Faixas:
1. Shanty (5:45)
2. Bare Hands Bare Feet (3:23)
3. La Piedra de la Iguana (4:41)
4. Detroit (5:04)
5. Men of the Earth (2:34)
6. Back and Forth (3:53)
7. Men of the Sea (1:05)
8. Garden of the Gods (9:43)
9. Rhubarb Jam (3:33)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Curtis Roush: Guitar, Vocals
Jack O'Brien: Bass, Vocals
A.J. Vincent: Organ, Rhodes, Grand Piano, Clavinet, Vocals
Joseph Mirasole: Drums
The Frontier Brothers: Vocals ("Bare Hands Bare Feet")
http://segue.se/40o

Disco: New Year's Live
Ano: 2011
Faixas:   
1. Shanty (TBLSH) 6:17
2. Detroit (TBLSH) 5:13
3. Young Man Blues (Mose Allison) 6:20
4. Mannish Boy (Muddy Waters) 10:53
Créditos:
Jack O'Brien: Bass, Vocals
Curtis Roush: Guitar, Vocals
A.J. Vincent: Keys, Vocals
Joseph Mirasole: Drums
Gravado ao vivo no The Parish, em Austin, Texas, EUA.
http://abreai.net/72WzO

Disco: Space Is Still the Place
Ano: 2015
Faixas:
1. Sweet Madelene (5:43)
2. Slipstream (2:56)
3. Dreamlove (5:05)
4. Ghost Dance (2:35)
5. Sea of the Edge (3:51)
6. Aperture (4:40)
7. Ouroboros (4:29)
8. Infinite Cities (4:42)
9. The Moon (3:15)
10. Escape Velocity (8:13)   
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Joseph Mirasole: Drums, Dave Smith Tempest, Elektron Analog Four, Moog Voyager, Effects, Tape Machine
Jack O'Brien: Bass, Vocals, Roland Juno 60, Tambourine
Curtis Roush: Guitars, Vocals, Roland Juno 60, Moog Voyager, Wurlitzer, Effects, Tambourine
http://twixar.me/8Rx

Disco: Live at Lincoln Hall, Chicago
Ano: 2015
Faixas:
1. Intro (0:44)
2. Sea of the Edge (3:44)
3. Dreamlove (5:42)
4. Aperture (4:47)
5. Sweet Madelene (5:36)
6. Slipstream (2:53)
7. Ghost Dance (3:28)
8. Back and Forth (6:02)
9. Ouroboros (5:14)
10. Infinite Cities (6:18)
11. Detroit (6:26)
12. Escape Velocity (12:00)
13. Garden of the Gods (11:17)
Músicas de autoria da banda.
Créditos (prováveis):
Joseph Mirasole: Drums, Percussion
Jack O'Brien: Bass, Vocals
Curtis Roush: Guitars, Vocals
Gravado ao vivo no Lincoln Hall, Chicago, Illinois, EUA, no dia 13 de novembro de 2015.


Biografia:
Evocando uma audaciosa versão moderna de psicodelia espalhada por hard rock, R&B, eletrônica e pop, a Bright Light Social Hour é uma banda americana do Texas que apreende a rica tradição underground da Lone Star de modo a preservá-la e adequá-la aos novos tempos. 
A banda formou-se em 2002, quando os membros fundadores Jack O'Brien (teclados e vocais) e Curtis Roush (guitarra) ainda estudavam na Universidade Southwestern, em Georgetown, Texas, localizada perto de Austin, a cidade mais musical do estado. Integrantes de uma irmandade universitária dedicada ao rock artístico, O'Brien e Roush uniram-se ao baterista Thomas Choate e ao baixista Ryan O'Donoghue e começaram a realizar shows com bandas punks e alternativas locais. Por volta de 2006, os estudos de Choate obrigaram-no a ir embora do Texas, e Joseph Mirasole, que tinha aprendido a tocar bateria no exército, ingressou no grupo. Em 2007, a Bright Light Social Hour gravou "Touches", seu primeiro EP, e, após a saída de Ryan O'Donoghue, O'Brien deslocou-se para o baixo. A banda admitiu um novo tecladista, A.J. Vincent, e editou um segundo EP, "Love Like Montopolis", em 2008. 
Como a sua sonoridade tornou-se mais eclética e ambiciosa, a gravação de um álbum tornou-se imperiosa. Assim surgiu "Bright Light Social Hour", lançado em 2010 pela Maple Music Recordings, que logo fez sucesso em Austin, nova sede da banda, ganhando seis troféus no SXSW Austin Music Awards, de 2011, incluindo Álbum do Ano, Música do Ano (para "Detroit") e Banda do Ano. Estardalhando em casa, a BLSH botou o pé na estrada à procura de novos públicos, tocando em centenas de shows ao longo dos anos seguintes e aparecendo até nos festivais de Lollapalooza e Austin City Limits. 
Em 2013, o grupo soltou o single "Wendy Davis", homenageando a senadora do Texas que virou manchete em junho do mesmo ano ao obstruir os trabalhos legislativos que buscavam restringir o aborto; Mirasole, O'Brien e Roush participaram do protesto de Davis e usaram seus celulares para filmá-lo e usar o vídeo como pano de fundo para a música. "Wendy Davis" também marcou a estreia de Edward Braillif nos teclados, substituindo A.J. Vincent, que recém largara a banda. Em março de 2015, a BLSH desovou "Space Is Still The Place", seu segundo e muito aguardado álbum, através da Frenchkiss Records; o grupo disse que as novas canções inspiraram-se na sua visão de um "Futuro Sul" (nota minha: no original, "South Future", que traduz a preocupação da banda com o futuro da região sul americana), depois de passar muitas horas matutando, durante as viagens, sobre a desaceleração econômica dos Estados Unidos (Mark Deming, AllMusic; tradução livre do inglês).

4 comentários:

bobbysu disse...

thank you so much

Indignaldo Silva disse...

You're welcome, bobbysu.

Allez disse...

A big thank you!
Alas the segue.se site is down, any chance of re-upping the 2010 album?

Indignaldo Silva disse...

Link fixed. Thanks for advice and comment.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...