segunda-feira, 23 de maio de 2016

The Dentists - Some People Are On The Pitch They Think It's All Over It Is Now [Bonus Tracks]

Banda: The Dentists
Disco: Some People Are On The Pitch They Think It's All Over It Is Now [Bonus Tracks]
Ano: 2005(*)
Gênero: Alternative Rock, Garage Rock
Faixas:
1. Flowers Around Me (3:14)
2. I'm Not The Devil (2:56)
3. Tony Bastable V John Noakes (2:06)
4. You Make Me Say It Somehow (2:50)
5. Mary Won't Come Out To Play (2:49)
6. I Had An Excellent Dream (3:34)
7. Kinder Still (3:26)
8. The Little Engineer's Set (3:07)
9. Back To The Grave (3:19)
10. Tangerine (3:02)
11. The Arrow Points To The Spot (3:30)
12. Everything In The Garden (2:36)
13. One Of Our Psychedelic Breakers Is Missing (2:48)
14. Strawberries Are Growing In My Garden (And It's Wintertime) [Bonus Track] (3:17)
15. Burning The Thoughts From My Skin [Bonus Track] (3:48)
16. Doreen [Bonus Track] (2:52)
Músicas de autoria da banda.
Michael Murphy: Vox, Guitar
Mark Matthews: Bass
Robert Collins: Guitar
Ian Smith: Drums
Denise Barnes: Clarinet ("Back To The Grave", "Kinder Still")
(*) LP lançado originalmente em 1985.
http://goo.gl/VoL7Ks

Biografia:
A biografia da banda, que segue, em tradução livre do inglês, foi extraída do site Oldies, que, por sua vez, cita, como fonte primária do texto, a Encyclopedia Of Popular Music, de Colin Larkin (sob licença da editora Muze).


Formado em Chatham, Kent, Inglaterra, esse grupo era integrado por Michael Murphy (nascido em 8 de outubro de 1963, em Bexley, Kent, Inglaterra; guitarra e vocais), Robert Collins (nascido em 12 de junho de 1965, em Gillingham, Kent, Inglaterra; guitarra solo), Mark Matthews (nascido em 15 de maio de 1965, em Farnborough, Hampshire, Inglaterra; baixo) e o baterista Ian Smith, substituído, em 1986, por Alun Gwynne Jones (nascido em 3 de fevereiro de 1966, em Chatham, Kent, Inglaterra), que acabou também substituído, em 1991, por Robert Grigg (nascido em 28 de julho de 1968, em Canterbury, Kent, Inglaterra).


O lineup inicial forjou-se, em dezembro de 1983, com os ex-membros das bandas locais Split Decision e Ancient Gallery. Contemporânea de outras bandas de Medway Towns, como Milkshakes e Prisoners, a esforçada Dentists modelou seu estilo pop melódico (lembrando, em alguns momentos, a Smith) no circuito das casas noturnas londrinas dos anos 90, construindo um público considerável e fiel. O grupo lançou "Strawberries Are Growing In My Garden", seu primeiro e esmerado single, em janeiro de 1985.


O estreante EP "Down And Out In Paris And Chatham", de 1986, ganhou louvação da crítica, o mesmo acontecendo com o EP subsequente, "Writhing On The Shagpile", que alcançou as paradas independentes do Reino Unido em 1987. A partir daí, a banda manteve-se comedida em relação às suas atividades, lançando vários EPs e álbuns através de diferentes gravadoras. "Heads And How To Read Them", seu disco de 1990, garantiu-lhe resenhas favoráveis na imprensa, que não se mostraram suficientes, porém, para empurrá-la para fora da categoria secundária do cenário musical em que se inseria desde a sua criação.


Entretanto, durante o biênio 1991 e 1992, a Dentists conquistou uma parcela significativa de ouvintes no meio universitário americano, indicando que, em comum com artistas como Jazz Butcher e Robyn Hitchcock, um futuro potencialmente lucrativo afigurava-se no horizonte. Assinando com a EastWest, a banda burilou seu som e tentou disputar espaço no mercado convencional, não conseguindo, todavia, alcançar seu intento plenamente. Após o lançamento de "Deep 6", a EastWest desistiu da banda e Collins abandonou-a. Murphy, Grigg e Matthews continuaram sob a denominação Shot Marilyns, posteriormente alterada para Coax.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...