segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Ne'er Do Evers - Discografia básica

Banda: Ne'er Do Evers
Gênero: Alternative Rock, Psychedelic Rock


Disco: Ne'er Do Evers
Ano: 2003
Faixas:
1. Half Past 6 (3:54)
2. (a lonely boy steps out from behind the) Palm Fronds (1:51)
3. Verse Vice (1:56)
4. Jewel (2:45)
5. Welcome Back, Marlene! (0:54)
6. Upsides Down (2:37)
7. Pedro's Bull (3:16)
8. Buoy O Buoy (3:30)
9. Grey Eyeliner (3:13)
10. Consenting Adults (2:11)
11. Rote Memorization In Romance (12:21)
Músicas de autoria de Chris Buckridge.
Créditos:
Chris Buckridge: Vocals, Bass, EBow, Washing Machine
Geoff Mann: Drums, Organ, Bass Pedals, Backing Vocals
Josh Kaufman: Guitars
Mike Quoma: Guitar, Backing Vocals
Nate Martinez: Guitar
Bob Hoffnar: Pedal Steel Guitar
Matt Moon: Air Guitar
http://tiny.cc/0mpd9x

Disco: Idiot Garden
Ano: 2007
Faixas:
1. Throwaway (1:54)
2. Hell Is Other People (4:06)
3. You'll Think Of Something (3:18)
4. Archsup Poured (1:29)
5. Backyard (2:48)
6. Front Row City (1:57)
7. My Self Is Benign (1:43)
8. Thirteen (4:29)
9. You Want My Heart (1:50)
10. Diligent Toiler (2:42)
11. Turn Around (2:30)
12. No, I Don't Want To Have A Good Time (1:14)
13. BSS (2:26)
14. Sally's Song (3:34)
Músicas de autoria de Chris Buckridge, salvo "Turn Around", composta por They Might Be Giants.
Créditos:
Chris Buckridge: Vocals, Guitar, Bass, Drums, Percussion
Josh Kaufman: Guitars, Acoustic Guitar
Pascal Balthrop: Keyboards, Omnichord
Kyle Fischer: Lap Steel
Tavo Cargone: Casio-verb
Mike Quoma: Guitars
http://tinyurl.com/gqqrxly

Disco: 100% Wrong
Ano: 2008
Faixas:
1. Lhasa Apso (Ne'er Do Evers, Buckridge, Quoma) 3:28
2. Who Forgot You (Ne'er Do Evers, Buckridge) 2:21
3. Closing The Coffin (Ne'er Do Evers, Buckridge) 3:26
4. Matt1 (Ne'er Do Evers, Moon) 3:56
5. Downtime (Ne'er Do Evers, Buckridge) 4:02
6. Choose Your Own Adventure (Ne'er Do Evers, Moon) 2:45
7. Floory Anna (Ne'er Do Evers, Buckridge, Moon, Quoma) 2:02
8. Ditch (Ne'er Do Evers, Buckridge) 2:53
9. Rat Rat Ratty Hole (Ne'er Do Evers, Buckridge) 5:52
Créditos:
Chris Buckridge: Vocals, Guitar
Jason Bemis Lawrence: Drums, Percussion
Matt Moon: Vocals, Bass, Treated Sax
Mike Quoma: Guitar, Vocals
http://ow.ly/YCp9N


Biografia:
Produto da pulsante cena musical que é o nova-iorquino Brooklyn pós-milênio, a Ne'er Do Evers vem fazendo o seu caótico punk pop desde agosto de 2006. Com um lineup de músicos experientes tocando as músicas do frontman Chris Buckridge, a banda é uma animada mistura de raiva, humor e vulnerabilidade, cada emoção pronta para vir à tona e/ou esmagar os outros a qualquer momento. A Ne'ers toca uma música que é cinquenta por cento de ideias vigorosas e cinquenta por cento de reações automáticas, com um som melhor descrito como um visceral tapa na cara, uma destilação de arte, álcool e atitude – não só intoxicando, mas entorpecendo a mente para um bom caminho.


O nome da banda reflete o lado preguiçoso de Buckridge: "Sempre admirei as pessoas que não eram ambiciosas", diz ele. "Nós não pensamos muito sobre isso, só em tocar". Mas isso não é toda a história. Buckridge tem trabalhado arduamente para elaborar a ilusão de indiferença: o EP "Vessels" e o disco longo "Idiot Garden" foram gravados numa máquina de 4 canais pré-2006, com Buckridge tocando praticamente todos os instrumentos em todas as faixas, com uma pitada de músicos convidados colorindo os álbuns.
A Ne'er Do Evers tem uma eclética mistura de influências, muitas delas baseadas na estética do "faça você mesmo", exemplificada por Daniel Johnston, Sebadoh, Frank Black & The Catholics, Dinosaur Jr., Paul Westerberg, Iggy Pop, The Stooges, Black Flag, The Minutemen, Todd Rundgren e They Might Be Giants, só para citar os mais importantes. Ora, se vários artistas podem ir em frente assim, por que a banda não poderia ir também?


Antes da formação atual da banda, a Ne'ers teve uma vida anterior com um elenco rotativo modelado em idêntico rodízio praticado pela Guided By Voices nos recentes anos 90. Cansado da inconsistência, Buckridge desativou a banda durante três anos, sem gravar, sem tocar, mas continuou escrevendo novas canções para a Ne'er Do Evers. Em agosto de 2006, ele e o guitarrista Mike Quoma, um dos integrantes do lineup anterior, promoveram a volta da banda. Eles trouxeram o baixista Matt Moon, um veterano da cena do Brooklyn, bem como o talentoso baterista Jason Lawrence Bemis, os quatro trabalhando quando e onde o trabalho se oferecia. Jason trouxe uma intensidade nova e emocionante para o grupo, ajudando a empurrar a música mais longe e mais rapidamente, em mil direções ao mesmo tempo. O quarteto percorreu o nordeste americano com grande sucesso e planeja cair na estrada novamente o mais cedo possível. No que diz respeito a Buckridge, essa é a formação que ele sempre sonhou para a Ne'er Do Evers.


"100% Wrong" é o registro mais recente da Ne'er Do Evers. Um regresso ao estúdio, e o primeiro com esse lineup, que marca também a entrada do grupo no campo das composições e arranjos, no espírito do constante dinamismo da Ne'er Do Evers.
"Chris Buckridge é o segredo musical melhor guardado do Brooklyn. Pop viajante, rock bebum, diversão louca... ele faz tudo isso – muitas vezes na mesma canção. Alguns dizem que ele é o irmão caçula de Frank Black, perdido há muito tempo; eu digo que é melhor o Sr. Black assistir a sua volta" - Andrew Hultkrans, escritor, "Forever Changes" (33 1/3 series) (Sonicbids; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...