sábado, 9 de janeiro de 2016

Domestic Problems - Discografia básica

Banda: Domestic Problems
Gênero: Jam Bands


Disco: Scattered Pieces
Ano: 1996
Faixas:
1. 24 Hours (4:47)
2. Would I Want To Know (4:00)
3. Scattered Pieces (5:40)
4. I Think It's Funny (4:17)
5. Livin' In A Dream (4:37)
6. I'm A Line (4:11)
7. Ernie's Tragic Love Triangle (4:14)
8. Listen For The B.J. (7:01)
9. I Know You Are But What Am I (7:43)
10. Untitled (6:50)
Músicas de autoria da banda e Andy Holtgreive, salvo "Livin' In A Dream", composta pela banda, Andy Holtgreive e Seth York, e "Listen For The B.J.", composta pela banda, Andy Holtgreive e Tom Holtgreive.
Créditos:
Job Grotsky: Alto Saxophone, Tenor Saxophone, Flute
Andy Holtgreive: Lead Vocals, Acoustic Guitars, Electric Rhythm Guitars
Billy Kenny: Trumpet, Mandolin
Tadd Kimble: Drums
Jason Modoy: Bass
John "Ned" Niedzielski: Acoustic Lead Guitars, Electric Lead Guitars, Vocals
Mark Rehl: Additional Vocals ("Ernie's Tragic Love Triangle", "I'm A Line")
James Taylor, Domestic Problems: Additional Vocals ("I'm A Line")
http://tinyurl.com/jsr5psy

Disco: Play
Ano: 1997
Faixas:
1. Play (3:14)
2. Ernie's Tragic Love Triangle (4:11)
3. Bowling (5:05)
4. Summer In The Sandbox (4:29)
5. I Think It's Funny (4:13)
6. Just Let Go (4:57)
7. Hob Nob (5:10)
8. James Francis (3:56)
9. Bastard Machine (4:18)
10. Marry (6:06)
11. Simple Guy (6:09)
12. My Only Love (4:21)
Músicas de autoria da banda e Andy Holtgreive, exceto "Summer In The Sandbox", composta por Andy Holtgreive e Vince Schreck.
Créditos:
Christian Stankee: Drums, Percussion
Jason Moody: Bass
Bill Kenny: Trumpet, Fluglehorn, Mandolin
Andy Holtgreive: Vocals, Electric Guitar, Acoustic Guitar
Tadd Kimble: Drums
John Niedzielski: Lead Guitar, Backing Vocals
Job Grotsky: Alto Saxophone, Tenor Saxophones, Flute, Clarinet
Músicos adicionais:
The "Monkey Boys" (Ted Lowis, Larry Lowis): Slide Trombones
Sarah Landry: Backing Vocals
http://ow.ly/WPJ84

Disco: Live
Ano: 1999
Faixas:
1. I Think It's Funny (Domestic Problems, Holtgreive) 5:35
2. Summer In The Sandbox (Holtgreive, Schreck) 4:49
3. I'm A Line (Domestic Problems, Holtgreive) 6:00
4. Free (Kenny, Holtgreive, Landry) 4:20
5. Stump The Hippie (Unknown) 1:14
6. Bowling (Domestic Problems, Holtgreive) 6:11
7. James Francis (Domestic Problems, Holtgreive) 4:40
8. 24 Hours (Domestic Problems, Holtgreive) 5:35
9. Marry (Domestic Problems, Holtgreive) 7:01
10. El Matador (Unknown) 11:22
11. Ernie's Tragic Love Triangle (Domestic Problems, Holtgreive) 5:15
12. Where Have You Gone (Unknown) 5:13
13. Untitled (Domestic Problems, Holtgreive) 6:09
Créditos (prováveis):
Andy Holtgreive: Guitars, Vocals
Billy Kenny: Trumpet, Flugelhorn, Mandolin
James Black: Organ, Piano, Background Vocals
Job Grotsky: Woodwinds, Horns
Jason Moody: Electric Bass, Upright Bass, Electric Upright Bass
Christian Stankee: Drums, Percussion
Músicos adicionais:
Dave Moroney: Cello
Roy Wallace: Violin
http://thinfi.com/vfz

Disco: Patiently
Ano: 2001
Faixas:
1. What It Is (Kenny, Black, Domestic Problems, Holtgreive) 3:11
2. Patiently (Holtgreive) 3:20
3. Where (Holtgreive) 4:09
4. Beautiful Girl (Black, Holtgreive) 4:13
5. Free (Kenny, Holtgreive, Landry) 2:52
6. Hey Bartender (Holtgreive, Black, Kenny) 3:35
7. Stand Up (Holtgreive, Black) 3:28
8. Untitled (Holtgreive) 3:51
9. In Good Time (Niedzielski, Domestic Problems, Holtgreive) 3:20
10. It's Alright (Kenny, Holtgreive) 3:47
11. Peoria (Gerrity, Holtgreive) 4:26
Créditos:
Andy Holtgreive: Guitar, Vocals
Bill Kenny: Trumpet, Mandolin, Trombone, Flugelhorn
Job Grotsky: Saxophone, Tin Whistle
Jamie Black: Piano, Organ, Clav, Fender Rhodes, Backing Vocals
Earl Tolliver Jr.: Bass
Reggie Ness: Drums, Percussion
Músicos adicionais:
AJ Dunning: Electric Guitar
Glenn House III: Acoustic Guitar ("Peoria")
Brad Wildey: Acoustic Guitar ("Where")
http://bit.ly/1OXw6m5

Disco: Live At Club Soda
Ano: 2002
Faixas:
1. Play (Domestic Problems, Holtgreive) 3:57
2. I Think It's Funny (Domestic Problems, Holtgreive) 4:29
3. What It Is (Kenny, Black, Domestic Problems, Holtgreive) 3:36
4. North Dakota (Unknown) 4:38
5. Down Again (Unknown) 3:31
6. Free (Kenny, Holtgreive, Landry) 2:55
7. James Francis (Domestic Problems, Holtgreive) 5:08
8. Patiently (Holtgreive) 5:11
9. I Could Be (Unknown) 3:50
10. Bastard Machine (Domestic Problems, Holtgreive) 4:14
11. In Good Time (Niedzielski, Domestic Problems, Holtgreive) 3:24
12. Peoria (Gerrity, Holtgreive) 4:44
13. It's Alright (Kenny, Holtgreive) 6:14
14. Summer In The Sandbox (Holtgreive, Schreck) 5:32
Créditos (presumíveis):
Andy Holtgreive: Guitars, Vocals
Billy Kenny: Trumpet, Mandolin, Guitars, Vocals
Matt Fouts: Bass, Vocals
Andrea Steves: Woodwinds
Reggie Ness: Drums
Jon Niedzielski: Guitars, Vocals
http://qr.net/br8rm


Biografia:
A biografia da Domestic Problems, que segue, em tradução livre do inglês, foi retirada do seu site, que não existe mais. A banda mantém apenas sua página no Facebook.
"Eu quero que as pessoas sintam que há algo de concreto sobre a nossa música (...) algo que as pessoas possam agarrar e levar com elas. É uma linda, mágica e edificante experiência" – Andy Holtgreive, vocalista, Domestic Problems.
A história da Domestic Problems (DP) remonta a mais de uma década, em um quarto apertado de um dormitório universitário, em Grand Rapids, Michigan, EUA. Dentro daquele quarto, forjou-se uma amizade que se tornou a espinha dorsal de uma banda que iria lançar sete discos independentes, apresentar-se em lugares famosos mundialmente e realizar turnês com mais de 200 shows por ano.


Andy Holtgreive e Bill Kenny eram amigos de longa data antes de tocarem juntos. No início, cada um perseguiu a música do seu próprio modo. Kenny passou algum tempo numa banda de jazz, refinando o seu talento no trompete, enquanto Holtgreive concentrava-se em escrever e tocar. Passaram-se três anos para a dupla decidir conjugar seus esforços em um show de talentos da faculdade.
Sucessos rápidos empurraram Holtgreive e Kenny para uma batalha de bandas, que logo os levou a fazer o show de abertura num bar local. Isso abriu as portas para o grupo tornar-se a atração da casa nas quartas-feiras à noites. Com um punhado de canções originais, esse conjunto musical começou a crescer. Como outros integrantes foram adicionados, o nome do grupo teve que ser escolhido. A dupla optou por chamá-lo de Domestic Problems, após descartar um favorito Blues Brothers. A DP realizou o seu primeiro show oficial pago em 1992, no Martini's, em Grand Rapids.


As músicas assimiláveis da banda e suas letras cativantes ganharam legiões de fãs. Com Holtgreive e Kenny sempre ao leme, a DP construiu uma base de admiradores que se estendeu primeiro em todo o estado e, em seguida, em toda a região e depois mais além. A banda lançou o seu primeiro disco, "Scattered Pieces", em 1996. Um crítico disse que era "um CD de estreia com profundidade e talento".
Nos anos seguintes ao "Scattered Pieces", a DP lançou mais seis álbuns com músicas originais. "Play", de 1997, foi saudado, pelo crítico John Serba, do Grand Rapids Press, como "mais divertido do que uma garagem cheia de macacos e Mountain Dew" (nota minha: Mountain Dew é um refrigerante do tipo energético [daí o chiste do comentário] bastante popular nos Estados Unidos). Em 1999, a banda lançou seu primeiro CD ao vivo. O disco surgiu como resultado de uma apresentação com casa lotada no Kalamazoo State Theatre, em Kalamazoo, Michigan, apenas dois meses antes do seu lançamento. Como ocorreu com os álbuns anteriores da DP, "Live" foi recebido com ótimas críticas.


Em 2000, a DP deu um sério passo à frente no seu catálogo musical. A banda entrou em estúdio e não saiu de lá a maior parte do ano. Quando finalmente aventurou-se à luz, o grupo tinha nas mãos o seu disco mais ambicioso. Onze músicas novas em folha, que exploraram profundas emoções e puseram à prova os talentos musicais da banda mais do que nunca. Lançado na primavera de 2001, "Patiently" foi proclamado um sucesso por qualquer pessoa que o escutou.
Nessa época, a DP tinha criado uma base de fãs com um apetite insaciável para degustar a música da banda. No inverno de 2001, a DP lançou "Domestic Problems Christmas". Repleto de novas versões de cânticos tradicionais, bem como peças clássicas instrumentais, o CD tornou-se um sucesso instantâneo. Com os admiradores clamando por mais música, o sétimo CD da banda, "Live At Club Soda", foi gravado em fevereiro de 2002, no Club Soda, em Kalamazoo, Michigan. O registro foi lançado na primavera de 2002 e continha várias canções novas.


Com dois CDs ao vivo bem-sucedidos provando isso, para a DP, a pedra angular de seu sucesso tem sido justamente as suas apresentações fora do estúdio. Dez minutos em um concerto da DP conquistarão até o crítico mais resistente. A energia da banda é contagiante e o seu entusiasmo é agradável. Seu rock acústico faz os pais ficarem de pé ao lado dos seus filhos, as duas gerações desfrutando canções positivas e espirituosas.
"Nós estamos inspirados para tocar na frente de tantas pessoas quanto for possível. As pessoas devem esperar muita energia e um monte de sentimentos bons. Essa é a maior razão pela qual eu faço o que faço" – Andy Holtgreive, vocalista, Domestic Problems.
Ao longo da sua rica história, a DP tem se apresentado em locais bem conhecidos nos Estados Unidos: House of Blues e Vic Theatre, em Chicago, Illinois, St. Andrew's Hall, em Detroit, Michigan, Clutch Cargos, em Pontiac, Michigan, House of Blues, em Boston, Massachusetts, Pine Knob Music Theatre, em Clarkston, Michigan, Orbit Room, em Grand Rapids, Michigan, e The Wetlands, em Nova Iorque, NY. A banda já dividiu o palco com vários grupos e artistas nacionais, incluindo Barenaked Ladies, Ben Folds Five, Better Than Ezra, Buddy Guy, Eve 6, Leftover Salmon, Neil Young e Soul Coughing.

2 comentários:

bobbysu disse...

thank you very much

Indignaldo Silva disse...

You're welcome, bobbysu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...