sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Midnight Woolf - Tropical Disease

Cover
Banda: Midnight Woolf
Disco: Tropical Disease
Ano: 2008
Gênero: Garage Rock, Psychobilly
Faixas:
1. Who's Your Man? (Midnight Woolf) 3:09
2. My Libido (Midnight Woolf) 2:34
3. Lost Again (Midnight Woolf) 3:25
4. One Plus One (Midnight Woolf) 2:39
5. Motor-Psycho Nightmare (Dylan) 3:16
6. The Ballad Of Frankie & Johnny (Rodgers) 2:48
7. Kinky Twitch (Midnight Woolf) 2:59
8. Turn Me Loose (Pomus, Shuman) 3:11
9. River Swamp Stomp (Midnight Woolf) 2:11
10. Oxygen (Midnight Woolf) 2:47
11. Delicious (Midnight Woolf) 3:37
12. Lost Highway (Payne) 3:10
Créditos:
Raul Sanchez: Guitar, Vocals
Lluis Sanchez: Guitar, Vocals
Tom Heathcote: Bass
Isabel Santana: Drums

Biografia:
A título de biografia (porque não a encontrei em lugar nenhum, nem mesmo no blog do grupo ou na sua página no Facebook), segue, em tradução livre do inglês, a entrevista concedida por Raul Sanchez, guitarrista e vocalista da banda, ao blog Undone.
UNDONE: Qual é a história por trás da Midnight Woolf? Como vocês se conheceram e quando vocês se reuniram?

5
Bem, a Midnight Woolf começou como um trabalho solo, eu estava muito envolvido com blues por volta de 2004, então gravei canções em casa usando um gravador cassete, sem letras, apenas guitarras, sons e bateria, juntei tudo e fiz cerca de 50 cópias, com uma capa preta e branca, para dar aos meus amigos e colocar à venda em algumas lojas como a Missing Link. Lluis fez alguns desenhos e acabei inserindo-os também. Foi o primeiro disco, chamado "Blues That Just Won't Quit".
Em seguida, Lluis e sua namorada, na época, vieram de Valencia (Espanha) para passar um feriado e acabamos formando uma banda para tocar algumas dessas músicas e outras novas. Lluis estava ficando esperto na guitarra e Isabel estava aprendendo a tocar bateria. Fizemos alguns shows e depois convencemos um amigo meu, Adam Laidlaw, a tocar guitarra conosco. Num curto período gravamos o segundo álbum, "Electric Deluxe Graveyard Blues", novamente um registro instrumental, e nós mesmos o lançamos. Lluis e Isabel retornaram para a Espanha.

6
Em 2006 eu fui para Valencia e fiquei lá durante três meses. E, com o baixista Julian El Gegan (The Giant) e o gaitista David Flack, compusemos e gravamos o terceiro disco, "Voodoo Canape", o primeiro com vocais meus e de Lluis. A gravação foi feita na nossa garagem, usando uma aparelhagem rudimentar. Trouxe as fitas para Melbourne, completei os vocais e mixei o disco. Realizamos também alguns shows na Espanha enquanto eu permaneci ali. Nosso som havia mudado um pouco, influenciado por Cramps, Sonics, Scientists, Link Wray, rock garagem e rock dos anos 50.
Em 2007 Lluis e Isabel mudaram-se para Melbourne e passamos a tocar pra caralho. O gaitista David permaneceu com nós por um tempo. Começamos a compor e gravamos o quarto álbum, "Tropical Disease", após fixarmos Tom Heathcote no baixo, devido à saída de Adam Laidlaws. Agora que Isabel foi embora e temos o incrível Dante Gabriele na bateria, somos uma montanha-russa roqueira!!

10
UNDONE: Quem mais toca na banda e quais de vocês tocam em outras bandas?
Bem, uma série de músicos já tocou com nós, e todos nós também já tocamos em diferentes bandas. No momento, a situação é esta:
"Fuzzhound" Lluis está tocando na Lost Ones.
Dante Gabriele atualmente está tocando bateria na Silence Dead Silence.
Eu, Raul Sanchez, toco na Magic Dirt e na River Of Snakes.
Tom Heathcote tocou num montão de bandas, mas nós tocamos juntos, nos anos 90, numa banda chamada Muffcake.

4 comentários:

dado disse...

Great muchas grazie mille merci for this band !!!

Musicômano disse...

De rien, dado.

Waly disse...

Obrigado pela aportacion, você é o melhor, eu estou ansioso para que você me diga que você encontrou o lp. I'll Be a Dog

Musicômano disse...

Espere o dia terminar, Waly...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...