quinta-feira, 16 de outubro de 2014

The Kingfish - Discografia básica

Banda: The Kingfish
Gênero: Blues, Blues Rock, Electric Blues

 
Front
Disco: Roadrunner
Ano: 1993
Faixas:
1. No Mercy Is Rockin' (1:54)
2. Automobile (2:27)
3. Let's Have A Party (2:40)
4. Scrapyard (4:51)
5. Taste Of Your Love (3:25)
6. Roadrunner (3:21)
7. Slipped Tripped (3:57)
8. Mona (3:03)
9. Marked Deck (2:35)
10. Bonnie Maronie (4:04)
11. Ride On (5:38)
12. Love Song To Me (2:35)
13. High And Lonesome (3:29)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
https://mega.co.nz/#!UssgTSQT!LJvXHcDF2T66aXcYAz_tGkVMC4NmIDgkwNzjHAgO3sE

Front
Disco: Two Ways To Skin A Cat
Ano: 1995
Faixas:
1. Sosonowski (0:24)
2. 16 Tons Upon Your Head (3:26)
3. Two Ways To Skin A Cat (2:54)
4. I'm Something Else (3:13)
5. Take A Train (2:35)
6. I Feel Good (2:33)
7. Evil One (2:32)
8. Dirty Deeds (3:38)
9. Autumn Webs (4:24)
10. You Gonna Get What You Deserve (3:04)
11. See Me In The Evening (4:38)
12. Everyones A Winner (3:40)
13. Red Hot (2:16)
14. King Bee (5:48)
15. Catwhistle (2:10)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
https://mega.co.nz/#!s54jGKCZ!dGMsp0sEYCCvYUW0g2laENlvoU8qysRPPHYdi6MKVqA

Front
Disco: G-String
Ano: 1997
Faixas:
1. Kingfish (4:56)
2. Terraplane Blues (3:23)
3. G-String (2:46)
4. Sexual Healing (5:32)
5. Sugar Daddy (4:06)
6. Slot Machine (2:17)
7. Don't Tell Her That You Love Her (4:27)
8. All Around Man (2:57)
9. Stack O'lee Blues (2:29)
10. Brand New Shoes (2:18)
11. Boogie Man (4:10)
12. Black Coffee (3:49)
13. Cortége (1:27)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
https://mega.co.nz/#!s54jGKCZ!dGMsp0sEYCCvYUW0g2laENlvoU8qysRPPHYdi6MKVqA

Front
Disco: No Mercy
Ano: 2000
Faixas:
1. My Opinion (4:07)
2. Dance The Night Away (3:19)
3. 16 Tons (Part 2) (4:22)
4. Please, Please, Please (2:38)
5. Count Off (4:06)
6. You Can Lead A Horse To Water (3:47)
7. Nothing Left To Say (4:33)
8. Billion Times (3:48)
9. Who Follows In My Footsteps (3:41)
10. Weekend Litany (1:43)
11. You Can't Judge A Book (4:06)
12. If You Want Trouble (4:21)
13. Travelling Blues (3:37)
14. Sosonowski 2 (2:18)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
https://mega.co.nz/#!s54jGKCZ!dGMsp0sEYCCvYUW0g2laENlvoU8qysRPPHYdi6MKVqA

Front
Disco: The Robert Johnson Project
Ano: 2010
Faixas:
1. They're Red Hot (3:41)
2. Phonograph Blues (3:35)
3. I'm A Steady Rollin' Man (3:45)
4. Preaching Blues (Up Jumped The Devil) (3:06)
5. If I Had Possession Over Judgement Day (6:30)
6. Come On In My Kitchen (3:24)
7. 32-20 Blues (4:29)
8. Terraplane Blues (3:32)
9. Me And The Devil Blues (4:21)
10. Travelling Riverside Blues (3:07)
11. Stop Breakin' Down Blues (3:48)
12. Stones In My Passway (2:57)
13. From Four Till Late (3:35)
14. Love In Vain (3:46)
Músicas de autoria de Roberth Johnson, exceto "Come On In My Kitchen", composta por Johnson e Payne.
Músicos convidados:
Holger Trull: Bass (faixas 1, 3, 6, 8, 10, 12, 13)
Jan-Heie Erchinger: Keyboards (faixas 1, 5, 13), Piano (faixas 2, 14)
Johnson Waehneldt: Keyboards (faixa 2), Organ (faixa 11)
Tadeusz Jakubowsky: Saxophone (faixas 5, 9)
Britta Rex: Backing Vocals (faixas 1, 11)
https://mega.co.nz/#!s54jGKCZ!dGMsp0sEYCCvYUW0g2laENlvoU8qysRPPHYdi6MKVqA

 
Créditos em todos os discos (presumíveis):
Andreas Linke: Guitar, Lead Vocals
Eddie Filipp: Drums
David Jehn: Bass, Backing Vocals
Jürgen Sosnowski: Guitar, Backing Vocals


Biografia:
O texto de apresentação da banda (de Bremen, na Alemanha; não há nenhuma relação com a banda americana homônima, liderada por Bob Weir), que segue, traduzido livremente do inglês, foi retirado da sua página no MySpace, e constitui-se, na verdade, numa celebração ao bluseiro Robert Johnson, homenageado pelo grupo no seu último disco, "The Robert Johnson Project", de 2010.
Robert Johnson (1911-1938) é considerado o mais importante bluesman do delta do Mississippi. O lançamento de um álbum póstumo de Robert Johnson pela Columbia em 1961 foi um sucesso esmagador. Ele influenciou principalmente bandas de rock britânico dos anos 60 (Cream, Rolling Stones e muitas outras).

6

Durante sua breve vida, ele gravou 29 músicas diferentes, entre elas clássicos como "Sweet Home Chicago", "I Believe I'll Dust My Broom" e "I'm a Steady Rollin' Man" (nota minha: no original, os nomes das duas últimas músicas estão incompletos). Muitos mistérios giram em torno da sua vida. Há o boato de que, a fim de aprimorar a sua técnica, ele teria vendido sua alma ao diabo. Provavelmente a maneira mais fácil de evitar as chatas horas de treinamento. Ele próprio estimulava o mito, pois todo mundo sabe que os mitos e as lendas são um caminho seguro para a fama. De qualquer forma, sua música é incrível. Não só as suas músicas estão impregnadas de blues e rock'n'roll até hoje.

5

Pode-se encontrar seus riffs de guitarra, a sua maneira de cantar e adaptações de suas letras, de modo geral, no blues, no rock e na música pop. Ele foi provavelmente o primeiro músico de blues que compunha suas canções de modo a ajustá-las ao tempo de reprodução das antigas vitrolas. Músicos de blues, naquela época, eram errantes. Eles se conheciam durante um tempo, tocavam juntos, influenciavam-se mutuamente e iam embora. Ninguém se preocupava com os direitos autorais. Se Robert Johnson foi o precursor de tudo isso, não se sabe ao certo, mas o seu mérito é indiscutível, já que ele deixou gravada uma pequena mas notável coleção de músicas. Agora, a primeira metade das suas canções foi adaptada e ganhou novos arranjos pela Kingfish, com muitos convidados especiais e bastante empatia, para agradar não só a você, ao público, mas também ao observador mais crítico de música diabólica - o próprio diabo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...