segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Born Broke - 2007

Front
Banda: Born Broke
Disco: 2007
Ano: 2007
Gênero: Blues Rock, Hard Rock
Faixas:
1. Atomic Boogie (Holbert) 3:30
2. Pick Up The Phone (Holbert) 2:55
3. Shotgun (Holbert) 2:33
4. Hippie's Lament (Holbert) 3:18
5. Low Down In The Street (Gibbons) 2:27
6. Movin' On (Hamilton) 3:50
7. So Blue (Holbert) 2:52
8. Thinkin' Music (Holbert) 3:02
9. Truckin' (Hamilton) 3:40
10. Everything's Alright (Holbert) 2:44
11. Where Have You Been (Holbert) 2:37
12. Who's To Blame (Holbert) 3:04
13. On The Highway (Holbert) 2:59
Créditos:
Jeff Holbert: Guitar, Vocals
Adam Hamilton: Bass
Spencer Wynn: Drums
https://mega.co.nz/#!s54jGKCZ!dGMsp0sEYCCvYUW0g2laENlvoU8qysRPPHYdi6MKVqA

Biografia:
A banda foi formada há dez anos (nota minha: certamente não existe mais), quando o guitarrista e vocalista Jeff Holbert (25) tocava bateria em outra banda, juntamente com o baixista Adam Hamilton (26), que também empunhava a guitarra. Os dois continuaram a tocar juntos ao longo dos anos, e mudaram de instrumentos para criar um som diferente: o som da Born Broke. A banda passou por uma sucessão de bateristas, antes de encontrar o músico ideal para as baquetas: Spencer Wynn, então com 16 anos, que já havia tocado com a banda Paradoxx.

6

O trio desenvolveu uma química que solidificou o seu som, e começou a tocar em restaurantes e eventos em toda a área de Henderson County (nota minha: condado da Carolina do Norte, EUA). Hoje, a Born Broke toca com frequência no Cat Daddy’s Bar e no Grille And Hannah Flannigan’s (nota minha: em pesquisa na rede, apurou-se que o nome correto é Flanagan), na Main Street, em Hendersonville (nota minha: cidade da Carolina do Norte, EUA). A Born Broke toca o tipo de música que faz você se lembrar da época em que tudo era diversão, dança e festa, um tempo bom, enfim. A banda tem um repertório com mais de 60 músicas, que vão de covers de Johnny Cash até hard rock originais.

5

As músicas são tocadas quase sempre na sua versão original, mas o grupo possui habilidade de estendê-las em jam ocasionais, num esquema psicodélico. Ao contrário de algumas bandas, a Born Broke não muda constantemente o seu estilo, mas faz um trabalho excelente ao equilibrar as jams com as canções destituídas de improvisação. Cada músico da banda consegue tocar seu instrumento muito bem, sem descuidar da harmonia com os demais. Holbert foi, inicialmente, um baterista, e mostra isso na sua forma de manter o ritmo, sempre determinado e impulsivo. Sua guitarra solo é excepcional na medida em que tem esse caráter de enlevo, transmitido através das notas.

8

Wynn é bom demais para um baterista de 16 anos, e tem aquele "tempero", que alguns músicos com o triplo da sua idade nunca adquiriram. Um destaque nos shows da Born Broke são os holofotes iluminando Wynn durante um solo. Mais do que qualquer outro aspecto, a coisa que torna a banda única é o baixo de Hamilton. Além de segurar o ritmo do grupo, sua forma de tocar o instrumento é envolvente, preenchendo sem descanso os espaços deixados pelos seus parceiros. Hamilton é um testemunho de que o baixo bem tocado acrescenta à música, sobretudo quando o baixista é participativo e procura o aperfeiçoamento (Tradebit; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...