sexta-feira, 8 de agosto de 2014

American Suitcase - Discografia básica

Banda: American Suitcase
Gênero: Powerpop

 
Cover 1
Disco: Bluefoot
Ano: 2000
Faixas:
1. Bullet (Egil Brækken) 3:20
2. A O R (Anders Vinnogg) 3:52
3. The Secret (Egil Brækken) 4:04
4. Indie Gurl (Egil Brækken) 4:16
5. I Don't Know (Egil Brækken) 5:19
6. Millenium Man (Egil Brækken) 3:49
7. Chapter 26 (Anders Vinnogg) 6:06
8. Ice Breaker (Egil Brækken) 4:07
9. Master James (David Fallon, John Fallon) 4:47
10. The Llord Is a Hoochie Coochie Man (Egil Brækken) 5:07
Créditos (presumíveis):
Anders Vinnogg: Vocals, Guitars
Ståle Heitmann: Bass, Vocals
Egil Brækken: Vocals, Guitars
Stefan Skånseng: Drums
Logo Design by FlamingText.com

Cover
Disco: Change [EP]
Ano: 2001
Faixas:
1. Change (3:18)
2. Sunstroke (4:43)
3. Stop Painting My Heart (2:58)
4. Back On Earth (3:48)
Músicas de autoria da banda.
Créditos (prováveis):
Anders Vinnogg: Vocals, Guitars
Ståle Heitmann: Bass, Vocals
Egil Brækken: Vocals, Guitars
Stefan Skånseng: Drums
Logo Design by FlamingText.com

Cover
Disco: Summerman
Ano: 2003
Faixas:
1. Lloyd Christmas (2:48)
2. A Legend Is Returning (2:56)
3. Turn Me On Dead Man (4:05)
4. Buffalo Bill (5:06)
5. Ghost Vibes (4:17)
6. Call To Arms (4:29)
7. Change (3:14)
8. There Again (5:04)
9. Million Dollar Man (4:20)
10. Love Trip (2:55)
11. Stay Behind! (4:11)
12. Run (2:11)
13. White Heart (4:17)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Anders Vinnogg: Vocals, Guitar, Banjo, Organ, Piano, Synthesizer, Clavinet, Flute, Bass, Drums
Egil Brækken: Vocals, Guitar, Banjo, Organ, Trumpet, Synthesizer
Ståle Heitmann: Bass
Lars Sørum: Percussion, Bass, Backing Vocals
Stefan Skånseng: Drums, Percussion, Backing Vocals
Lars Bendiksby: Lap Steel Guitar (faixas 8, 10, 11)
Emil Nicolaysen: Handclaps
KammeRockesteret: Strings (faixa 5)
Akane Nakamura: Theremin (faixa 5)
Logo Design by FlamingText.com

Cover
Disco: Pillowsky
Ano: 2009
Faixas:
1. Franny (4:11)
2. Christmas Blues #2 (3:28)
3. Miles Apart (3:18)
4. Pink Shirt (3:41)
5. You (4:00)
6. Star(S) (3:37)
7. Miss Mann (3:32)
8. Harry Dunne (2:47)
9. (Alabama) Cotton King (3:02)
10. Seen It Before (3:36)
11. Green Grass (3:08)
12. Ragnarok Waltz (3:28)
13. Pillowcloud (4:42)
14. Close (5:15)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos:
Aders Vinnogg: Vocals, Guitar, Bass, Keyboards, Percussion
Egil Brækken: Vocals, Guitar, Keyboards
Alexander Lindbäck: Drums, Percussion
Músicos adicionais:
Rune Elli: Bass (faixa 1)
Stefan Skånseng: Congas (faixa 1), Drums (faixas 2, 13), Percussion (faixa 13)
Erik Lillehagen: Drums (faixa 1)
Jørn Raknes: Pedal Steel Guitar (faixas 2, 14)
Jan Ole Kristensen: Drums (faixa 5, 10)
Hans Fredheim: Keyboards (faixa 9, 12)
Lars Sørum: Backing Vocals (faixa 10)
Vidar Ersfjord: Trombone (faixa 10), Organ (faixas 10, 13), Electric Piano (faixas 13, 14)
Birgitte Solberg: Vocals (faixa 13)
https://mega.nz/#!T4MS0aRb!AhSMk4bzCpEVYlvOh3V-wlxcoeqw0UNBxsHTQ4TF380

Cover
Disco: Lighthours
Ano: 2014
Faixas:
1. The Driver (3:20)
2. Think Of It (3:47)
3. Mr. Samsonite (2:54)
4. (I Don't Like) Looking Back (3:18)
5. Things About You (3:01)
6. Lightyears Away (4:38)
7. Bright Holes (4:51)
8. Everything & Nothing (2:10)
9. Polar Nights (2:51)
10. A Peculiar Day (3:37)
11. Hold On (3:37)
12. Sjømann (4:22)
Não se conseguiu descobrir a autoria das músicas.
Créditos (esperáveis):
Anders Vinnogg: Vocals, Guitars
Egil Brækken: Vocals, Guitars
Håkon Møller: Bass
Alexander Lindbäck: Drums
Logo Design by FlamingText.com


Biografia:
Na falta de biografia da American Suitcase (a sua página no Facebook está escrita em norueguês), segue, em tradução livre do espanhol, a primeira parte (que aqui interessa) de uma entrevista concedida por Egil Brækken e Anders Vinnogg, membros da banda, ao site espanhol IndyRock:
Da gelada Noruega chegam até nós, há alguns anos, as fantásticas canções dessa grande banda que, não faz muito tempo, lançou sua obra-prima: "Summerman" (Snap Records) e nos presenteou com sua primeira turnê espanhola. Após esse primeiro contato com o público espanhol, decidimos entrevistar o grupo. Egil e Anders (guitarras e vocais) respondem as perguntas:

4
Quando a American Suitcase começou suas atividades?
Egil: Iniciamos mais ou menos no princípio de 1996. Antes disso, tocávamos numa banda punk chamada Acid Donk.
O som do grupo é uma mescla entre o pop e o powerpop. Estão de acordo com essa definição?
Anders: Sim, isso nos definiria, mas eu não tenho certeza se saberia dizer qual a diferença entre o pop e o powerpop. Talvez os acordes sejam mais energéticos no pop?
Há um bom cenário powerpop na Noruega atualmente?
Egil: Existem muitas bandas agradáveis. Não posso garantir se todas essas bandas podem ser catalogadas como powerpop, mas as melodias dos anos 60 e 70 são inspiradas pelos sons de guitarras. Destaco os grupos Number Seven Deli, Julian Berntsen, Sgt Petter, Tables, Ricochets, Dipsomaniacs, Margarets...

6
Até agora, a banda lançou quatro discos. O que vocês pretenderam em cada um deles?
Anders: Bem, para falar a verdade, temos três LPs e dois EPs. É um tanto difícil encontrar um estilo único em cada um dos discos que nós lançamos. No primeiro EP ("Making Out With") e no LP ("Groovy Globe") éramos apenas quatro caras lutando para que as coisas no estúdio dessem certo. O álbum "Bluefoot" foi um lançamento mais coerente, todas as canções estavam bem ensaiadas e gravadas ao vivo antes de entrarmos no estúdio. As bases rítmicas foram gravadas em apenas dois dias num estúdio profissional e depois nos trancamos em nosso próprio estúdio para registrar as guitarras, vocais e outros arranjos. Em "Summerman", gravamos com muito mais tempo, o que não aconteceu com "Bluefoot".
Beatles, Big Star e Left Banke são alguns grupos que mais influenciaram a banda?
Egil: Sim! Ouvimos essas bandas e eu acho que você quer saber se elas nos influenciaram, certo? Penso que toda a música que você goste vai influenciá-lo no seu trabalho como músico.

2
Na American Suitcase, nota-se uma característica fundamental, que são as excelentes vocalizações e as melodias contagiosas.
Anders: As canções pegajosas e as harmonias vocais são coisas para as quais dedicamos uma atenção especial. Uma melodia grudenta é fundamental numa música pop e as harmonizações vocais a tornam melhor. É como uma música adicional.
Como vocês definiriam os dois últimos discos da banda: Summerman e Bluefoot?
Egil: Como Anders falou anteriormente, "Bluefoot" foi gravado praticamente num fim de semana (com exceção das faixas extras da versão espanhola), de modo que todas as canções têm a mesma sonoridade. Em "Summerman", fizemos tudo sozinhos (afora as mixagens) pela primeira vez. Acredito que, do primeiro ao último take de gravação, transcorreu mais de um ano, por isso é um disco um pouco mais variado. Nossas habilidades como músicos também melhoraram, então, pessoalmente, eu creio que "Summerman" é um álbum melhor do que "Bluefoot".



2 comentários:

Wally Runner disse...

Obrigado pela contribuição dessa grande banda para mim, estou muito feliz, eu espero que você continue a trabalhar bem, imbatível.
Um abraço

Musicômano disse...

Agradeço o gentil comentário, Wally. Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...