segunda-feira, 3 de junho de 2013

Redeye - Redeye

Cover
Banda: Redeye
Disco: Redeye
Ano: 2011
Gênero: Hard Rock
Faixas:
1. Intro (2:06)
2. Stand (4:50)
3. Smoke And Mirrors (5:04)
4. Mangy Dog (3:31)
5. Nailed (4:26)
6. Long Mile Walk (3:43)
7. Painter's Eye (4:40)
8. Surfer (5:01)
9. Closer (5:02)
10. Come Down (4:41)
11. Awac (3:43)
12. Cream (3:26)
13. Debutant (6:22)
14. Planetary (5:11)
Músicas de autoria da banda.
David Smith: Vocals
Jim Wharf: Guitars
Neil Webb: Guitars
Iain Marchant: Bass
Dave 'Basha' Sheldon: Drums
P

Biografia:
A biografia da banda, que segue, em tradução livre do inglês, foi retirada da sua página no Facebook.
A Redeye é jóia rara, uma verdadeira banda de rock local, composta de caras comuns da classe trabalhadora, que cresceram e aprenderam a tocar seus instrumentos juntos. Os membros da Redeye tocam e fazem shows ao redor da East London e Essex (onde, nos últimos anos, o grupo é conhecido como "Lenda Local") há mais de 15 anos, com incursões esporádicas no centro de Londres. Embora, eventualmente, toquem em outras bandas (Revolver, Physical Wreck, Fortunes Lost), os rapazes sempre retornam à Redeye como se voltassem para casa.

1
Com o apoio de uma recém-contratada e entusiasmada agência empresarial, a Redeye dirigiu-se ao estúdio e gravou o seu primeiro disco com 14 faixas, num intervalo de apenas 12 dias, entre dezembro de 2010 e fevereiro de 2011. Todas as músicas do álbum foram compostas coletivamente, arranjadas pela Redeye e escolhidas de material acumulado ao longo de 18 anos de trabalho conjunto.
A escolha do estúdio de gravação levou em conta a qualidade do som como prioridade máxima, e convidou-se um dos melhores profissionais do ramo para mixar e editar o disco: Jez Larder, que já havia trabalhado com David Bowie, One Eskimo, Katie Melhua, Hazel O'Connor e Amy MacDonald. Depois houve a revisão de Frank Arkwright, com serviços prestados a U2 (Joshua Tree), Joy Division, New Order, Arctic Fire (sic), Coldplay e ABBA (Gold). Jez e Frank gostaram do material e ficaram animados com o resultado.

2
O disco, homônimo, foi lançado em 18 de março de 2011.
Na primavera de 2011, a banda embarcou numa turnê de 20 shows, apresentando o álbum em alguns dos mais conceituados espaços musicais no centro de Londres e no Reino Unido (The Dublin Castle, The Cavern, O2 Academy, Fiddlers Elbow e outros).
Atualmente, a banda concentra-se na promoção do disco de outras formas, incluindo fixar residência durante um mês na sua cidade natal, Romford, em Essex, e haverá mais chances de assisti-la, lá e no centro de Londres (...). O grupo sempre se esforçará ao máximo nos seus shows e você não vai se decepcionar. Veja-o agora e você poderá dizer que esteve lá...

8 comentários:

Celso Loos disse...

Morning,

Gostei da capa e vou dar uma ouvida à noite.

Mas passei aqui para saber se aquele Vatapá com Caruru, repleto de pimenta não lhe fêz mal?

Abração

Musicômano disse...

Bah, nem me fala. Onde foi parar a lógica no futebol, se é que alguma dia o esporte dito "bretão" teve alguma. Num dia, uma atuação de luxo, noutro, uma atuação varzeana. Não dá pra entender. Mesmo.
Gostei dessa banda. É aquele tal de som honesto, que a gente já falou, como a Dirty Mercy. Nenhuma obra-prima, mas acima da média. Ou seja, escutável. Um abraço, Celso.

Leônidas disse...

Gostei muito, mas fiquei com uma dúvida: qual a relação desta banda com o Redeye (discos de 1970 e 1971) que já foi postado aqui?...

Musicômano disse...

Nenhuma, Leônidas. Apenas coincidência de nomes. Obrigado pelo comentário. Um abraço.

Anônimo disse...

Boa noite. Se não for incomodo, poderia disponibilizar a senha deste arquivo (http://freetexthost.com/6vhwhjl6iw), procurei no post e não achei. grato, e parabens pelo blog.

Musicômano disse...

A senha é melofilia, anônimo. Valeu pelo comentário. Abraço.

Anônimo disse...

Santa guitarra. Tinha até tentado essa, mas com a letra "M" maiuscula,rs. Brigadão. Valeu mesmo.


Musicômano disse...

Isso acontece, anônimo. Abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...