terça-feira, 25 de junho de 2013

Naam - Discografia básica

Banda: Naam
Gênero: Hard Rock, Stoner Rock


Disco: Naam
Ano: 2009
Faixas:
1. Kingdom (16:24)
2. Stone Ton (2:12)
3. Skyling Slip (5:00)
4. Fever If Fire (6:22)
5. Tidal Barrens (4:31)
6. Icy Row (7:51)
7. Westered Wash (2:49)
8. Frosted Thread (9:34)
9. Windy Gates (0:59)
10. Black Ice (7:42)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Ryan Lee Lugar: Guitars, Vocals
John Preston Bundy: Bass, Vocals
Eli Pizzuto: Percussion
Resenha:
Existem poucas bandas no universo musical que você pode dizer que tenham recebido influências de grupos tão variados como a Stooges, a Hawkwind e a Can. Mas o trio Naam, de Brooklyn, NY, encaixa-se na descrição acima. Em seu disco homônimo de estréia, de 2009, a banda apresenta um som clássico, que inclui elementos de stoner rock, rock garagem e rock psicodélico. Pense no primeiro trabalho da Monster Magnet e você não está muito longe do som que o grupo toca. Como todos os bons stoners, você recebe uma faixa obrigatória interminável, a mamute "Kingdom", que, no caso, começa o álbum arrebentando (com cerca de cinco minutos iniciais reproduzindo efeitos de som de vento).
Noutro lugar, você vai encontrar uma faixa que soa como se o Mark Arm, da Mudhoney, estivesse à frente do referido Monster Magnet ("Skyling Slip"), enquanto um bocado de grooves sabáticos roda em toda parte (especialmente no meio de "Icy Row"). Diferentemente de outros grupos de stoner metal, que se limitam a reproduzir o mesmo riff por minutos a fio, através de uma nuvem de fumaça, a Naam oferta suficientes volteios melódicos para mantê-la interessante (Greg Prato, AllMusic; tradução livre do inglês).
P

Disco: Drain You [Single 7"]
Ano: 2011
Faixas:
A. Drain You (Cobain) 4:53
B. Pennyroyal Tea (Cobain) 3:36
Créditos (prováveis):
Ryan Lee Lugar: Guitars, Vocals
John Preston Bundy: Bass, Vocals
Eli Pizzuto: Percussion
P

Disco: The Ballad Of Starchild
Ano: 2012
Faixas:
1. Sentry Of The Skies (3:49)
2. Lands Unknown (5:01)
3. History's Son (2:09)
4. The Starchild (10:56)
5. Exit Theme (4:40)
Músicas de autoria da banda e Johnny Weingarten.
Créditos:
Ryan Lee Lugar: Guitars, Tambura, Vocals
John Preston Bundy: Bass, Vocals, Piano, Synthesizer
Eli Pizzuto: Percussion
Johnny Weingarten: Lead Organ, Electric Piano, Mellotron, Lap Steel
P

Disco: Vow
Ano: 2013
Faixas:
1. Silent Call (1:41)
2. Vow (4:50)
3. In And Thru (1:00)
4. Pardoned Pleasure (5:02)
5. Laid To Rest (1:49)
6. Brightest Sight (0:45)
7. On The Hour (3:43)
8. Skyscraper (2:59
9. Midnight Glow (5:11)
10. Beyond (8:11)
11. Adagio (2:22)
Músicas de autoria da banda.
Créditos:
Ryan Lee Lugar: Guitars, Vocals
John Preston Bundy: Bass, Vocals, Piano
Eli Pizzuto: Percussion, Background Vocals
Johnny Weingarten: Organ, Piano, Synthesizer, Background Vocals
Rachelle Rahme: Vocals
P
 

Biografia:
A Naam formou-se no Brooklyn em 2009, inspirando-se num bando de grupos psicodélicos e lisérgicos para criar seu som pesado. Os membros do núcleo original da banda incluíam o vocalista e guitarrista Ryan Lee Lugar, o baixista John Preston Bundy e o baterista Eli Pizzuto. Depois de um EP independente, "Kingdom", lançado em 2009, o trio assinou com a Teepee Records e lançou seu primeiro disco longo, homônimo, no outono do mesmo ano.

1

O grupo excursionou longamente, primeiro nos Estados Unidos e, em seguida, no exterior, abrindo para bandas do mesmo gênero e até mesmo conseguindo espaço para apresentar-se no Roadburn Festival. Após alguns anos, a Naam lançou, em 2011, um single de 7", "Drain You", em edição limitada, com dois covers da Nirvana, e o EP "Starchild".

3

Em 2012, o grupo transformou-se num quarteto, com a entrada de John "Fingers "Weingarten, expandindo seu som com os irados órgão e teclados executados pelo novo integrante. O segundo álbum longo, "Vow", surgiu em 2013, e a Naam prosseguiu com sua agenda de shows aparentemente interminável (Fred Thomas, AllMusic; tradução livre do inglês).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...