domingo, 24 de fevereiro de 2013

The Damn Personals - Discografia básica

Banda: The Damn Personals
Gênero: Alternative Rock, Indie Rock
 
 
Cover
Disco: Driver, Driver
Ano: 1999
Faixas:
1. Stoned (3:42)
2. Premier (1:49)
3. Leg (3:01)
4. Orange Felix (3:04)
5. The New New (3:03)
6. Burned Alive (3:25)
7. Sparkwood & 21 (4:12)
8. Just A Woman (2:56)
9. If You Need A Lover (5:24)
10. Sunshine (3:05)
11. If I Could (2:26)
12. P2 (5:23)
Músicas de autoria da banda.

Cover
Disco: Standing Still In The USA
Ano: 2002
Faixas:
1. Fucking In NYC (3:19)
2. Coast To Coast (2:57)
3. Standing Still In The USA (3:15)
4. Back At You (4:17)
5. Models + Airliners (4:24)
6. Amphetamine Rifles (3:01)
7. Sleeping On The Floors, UTD (2:53)
8. Accidental Death + Dismemberment (5:31)
9. Saturday (4:21)
10. Better Living (4:08)
11. Tomorrow, God Willing (5:32)
12. Fruit Fly (2:16)
Músicas de autoria de Ken Cook e Damn Personals.


Créditos nos dois discos:
Ken Cook: Vocals, Guitar
Anthony Rossomando: Guitar
Jim Zavadoski: Bass
Mike Gill: Drums


Biografia:
A Damn Personals foi uma banda de rock de Boston, Massachusetts, EUA, que existiu desde meados de 1998 até o final de 2005, idealizada pelo cantor e guitarrista Ken Cook e o guitarrista Anthony Rossomando. Depois de vários falsos começos, o grupo concluiu o seu lineup no verão de 1998, com a adição de Jim Zavadoski no baixo e Mike Gill na bateria, que já tinham tocado em bandas anteriores com Cook e Rossomando, respectivamente.

1

A banda rapidamente fez nome no cenário indie e garageiro da costa leste, tornando-se conhecida pela sua seriedade, por suas canções cativantes e pelos arranjos originais que imprimia às suas indisciplinadas apresentações.
No outono de 1998, Chase Lisbon (agora em Supercult [nota minha: pelo que eu descobri, trata-se de um site de conteúdo adulto]), amigo e colega de moradia de Mike Gill, prestava serviço de serigrafia para a gravadora independente local, Big Wheel Recreation. Enquanto estampava umas camisetas, Chase mostrou para o proprietário do selo, Rama Mayo, quatro demos que a Damn Personals havia gravado recentemente. Rama Mayo tornou-se rapidamente um fã da banda e pediu a Gil para marcar um encontro com o grupo para discutirem um contrato de gravação.

2

A reunião renderia dois álbuns: o de estreia da banda, "Driver, Driver", de 1999 (com o produtor Darron Burke), e o segundo disco, "Still Standing In The USA", de 2002 (produzido por Michael Deming).
De 1999 até 2005, a banda percorreu os Estados Unidos mais de uma dúzia de vezes, apresentando-se com notáveis artistas, como Piebald, The Explosion, The Mooney Suzuki, Radio 4, Ted Leo And The Pharmacists, The Strokes, Jimmy Eat World e The Hives. Excursionou também uma vez pela Europa, quando foi convidada para acompanhar o grupo conterrâneo de Boston, Cave In, numa turnê na primavera de 2003.
Em meados de 2003, Jim Zavadoski deixou a banda e foi substituído pelo ex-integrante da Nigel 6, Michael Faulkner. Mais tarde, no mesmo ano, a banda ficou sem gravadora, com a dissolução da Big Wheel Recreation. Em 2004, Ken Cook deslocou-se para Nova Iorque, e tornaram-se frequentes os pedidos da Libertines para Anthony preencher o lugar do notório ausente membro da banda, Pete Doherty.

3

Independente da bagunça, a banda gravou o álbum "The World Will End", produzido por Andrew Schneider, que seria o seu último registro.
A Damn Personals decidiu dissolver-se no final de 2005, fazendo seu derradeiro show no ano-novo nova-iorquino, e inaugurando uma nova era em 2006.
Anthony formou a Dirty Pretty Things com Carl Barat e Gary Powell, membros da Libertines. Jim Zavadoski juntou-se à Snowleopards, de Boston. Ken Cook assumiu os teclados na banda Weird Owl, liderada por Trevor Tyrrell, ex-gerente de turnês da Damn Personals. Michael Gill deu vida à Murder Mile, com seu velho amigo, Ron Ragona, ex-frontman das bandas Spring Heeled Jack e Lost City Angels. Michael Faulkner juntou-se à Murder Mile no verão de 2008.
No final de 2007, o último disco da Damn Personals, "The World Will End", foi disponibilizado exclusivamente para download na Internet (MySpace; tradução livre do inglês).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...