domingo, 19 de fevereiro de 2012

Marcelo Nova - Grampeado Em Público (Volumes 1 e 2)

Músico: Marcelo Nova
Disco: Grampeado Em Público (Volumes 1 e 2)
Ano: 1999
Gênero: Rock Brasileiro
Faixas:
Volume 1
Capa
1. Faça A Coisa Certa (Marcelo Nova) 6:44
2. Rotina (Karl Hummel, Gustavo Mullem, Marcelo Nova) 5:28
3. Hoje (Marcelo Nova, Karl Hummel) 5:59
4. Ainda Não Está Escuro (Not Dark Yet) (Bob Dylan, versão: Marcelo Nova) 8:06
5. Quando Eu Morri (Marcelo Nova) 6:28
6. Não Sou Passageiro (Marcelo Nova) 4:35
7. Beth Morreu (Robério Santana, Marcelo Nova) 2:25
8. A Ferro E Fogo (Marcelo Nova, Karl Hummel, Gustavo Mullen) 8:44
9. A Garota da Motocicleta (Marcelo Nova) 4:21
10. Cocaína (Marcelo Nova) 4:41
Volume 2
Capa
1. Gotham City (Macalé, Capinan) 5:35
2. O Adventista (Marcelo Nova, Franz Hummel) 4:50
3. Coração Satânico (Marcelo Nova) 16:17
4. O Ponteiro Tá Subindo (Marcelo Nova) 5:00
5. Só O Fim (Karl Hummel, Gustavo Mullen, Marcelo Nova) 4:46
Créditos:
Marcelo Nova: Voz, Guitarra
Johnny Boy: Guitarra
Lu Stopa: Contrabaixo
Denis Mendes: Tambores
http://www.filesbomb.biz/78lsd2xdi4lf.html

Biografia:
A biografia do músico, que segue, tem a assinatura de Carlos, o Chacal, e foi publicada no site Whiplash em 6 de abril de 2006.

Marcelo 7
Marcelo Nova, o motor que fez girar a máquina chamada Camisa de Vênus durante anos, resolveu formar sua primeira banda de rock quando ouviu um disco do Rolling Stones. Não a formou, mas passou tardes inteiras tocando guitarra com a raquete de tênis de seu pai ao som de "Satisfaction".
Seu primeiro disco foi de Little Richards, quando tinha oito anos de idade. Suas principais influencias foram Chuck Berry, Little Richards e o único artista brasileiro que o influenciou foi Raul Seixas, com o qual tinha uma grande e eterna amizade.
Marcelo Nova que nunca se considerou um cantor, já lançou uma dezena de discos, sem contar as coletâneas e os discos gravados ao vivo. Em 1988, com o fim do Camisa de Vênus, iniciou sua carreira solo com o disco "Marcelo Nova e a Envergadura Moral", uma obra com um número maior de baladas do que rock ‘n roll, falando mais dele próprio e de sua visão do mundo. Um disco pra dentro, intimista, reflexivo, já que na época do Camisa de Vênus suas composições eram mais criticas políticas e sociais. Este disco que contou ainda com Genival Lacerda na gravação da faixa "A gente é sem Vergonha", de autoria do próprio Genival.

Marcelo 9
A grande amizade entre Marcelo e Raul Seixas começou como admiração, na época de Raulzito e seus Panteras. Marcelo Nova não o conhecia, e ia aos shows na Bahia. Depois das apresentações ia até o palco apertar a mão de Raul.
Quando certa vez o Camisa estava tocando no Circo Voador e Raul foi ver, Marcelo o chamou para o palco, mesmo não acreditando que Raul iria. Mas para surpresa de todos, Raul subiu ao palco e eles tocaram, na base do improviso, um medley de rock‘n roll misturando "Long Tall Sally" com "Be-Bop-A-LuLa" e "Tutti Frutti". Marcelo ficou tão emocionado que não conseguia cantar nada.
Depois disso, em 1984, Marcelo foi ao último Show de Raul em São Paulo e quando foi cumprimenta-lo, acabaram trocando endereços. Ficou surpreso quando num Domingo, às 11 da manhã, Raul, Tony Osanah e suas respectivas esposas bateram à sua porta.
Em 86 o Camisa de Vênus gravou "Ouro de Tolo", de Raul, e no ano seguinte Marcelo compôs a letra e Raul a música de "Muita Estrela, Pouca Constelação". Depois disso os dois não pararam e fizeram mais de 50 shows juntos.

12 comentários:

Only Good Song disse...

Olá, como vai?
Como vc deve ter reparado estou numa batalha repostando todos os links mortos.
O serviço vai bem, obrigado, e já levantei até abril de 2011 (tô indo de trás prá frente).
E vai até fev/2010.
E programei 4 posts diários por pelo menos 3 semanas.
Mas vim até aqui pra saber se vc não teria um link para aquele Thunderclap que postei, pois num consegui achá-lo.
E como recentemente troquei de HD desconfio que ele esta no antigo.
Se vc não tiver não ha problemas, pois é só eu ir atrás dele no hd velho. Mas gostaria de não ter mais esse trabalho.
[]
qdo passar essa fase eu volto pra pegar umas coisas bem interessantes que vc andou postando recentemente.
mas não hj, que num aguento mais ver links (rs)

Musicômano disse...

Only, infelizmente acho que tu vais ter que trabalhar... Os meus arquivos de músicas estão espalhados em vários HDs externos e internos, inclusive no apartmento da praia. Então não tenho condições de ver se ainda tenho o arquivo. Nos HDs que tenho à mão, não encontrei. Talvez nos outros, mas, de qualquer maneira, a pesquisa iria demorar muito. Lamento mesmo não poder ajudar. Um grande abraço.

Only Good Song disse...

Mals.....
Pior que nem o Broca Stevas para postar esse negócio.
Na internet só o meu link mesmo.
Tem erro não, eu me viro por aqui.
[] e obrigado

Musicômano disse...

Cara, eu também procurei por tudo quanto é lugar, até na Ucrânia, mas, realmente, só o teu link é que rola no finado Multiupload (que o Diabo o tenha!). Pois é, nas horas em que a gente precisa do Brooklyn "The Thief" Steve, o cara não roubou... Já não se fazem mais ladrões como antigamente. Uma dica: tem uma gaveta da Alaska, onde se coloca qualquer HD interno, e funciona como HD externo. Se for o teu caso, vale a pena. Custa em torno de 120 reais. Eu tenho duas e garanto que funciona. É claro que isso é pra quem não quer perder o conteúdo do HD interno antigo, pois os HDs externos atualmente estão muito baratos. Um de 1tb custa mais ou menos 300 reais. Um abraço.

Only Good Song disse...

Eu tenho um CASE que aceita 2 hds de 3,5 e tem conexão IDE e USB 2.0.

+/- parecido com esse
http://www.mtek.com.br/EN355A2_DualCase

O meu problema não foi de armazenamento, mas AONDE eu coloquei esse negócio.
Como falei eu troquei um HD que tava problematico recentemente. Copiei tudo e coisa e tal, mas vacilos sempre acontecem
Já dá pra encontrar um 1tb externo por bem menos que isso.

É vero! Ladraozinho de quinta aquele outro. Se tivesse lá iria até deixar um comentário agradecendo
(rs)

Only Good Song disse...

Acharam para mim!!!

Musicômano disse...

E eu aqui ensinando o padre a rezar missa... Tu disseste uma vez que não entendia nada de computador. Imagina se entendesse.
É, se tu copiaste tudo do velho para o novo HD, e não consta o arquivo, lamento te dizer, mas foi pro saco. Agora, só indo nas boas casas especializadas no ramo (na Amazon e na iTunes parece que tem o disco). Ou então botar um anúncio, pedindo para quem baixou te devolver o link. Isso aí tá muito na moda hoje em dia. Um abraço. E lastimo novamente não poder te ajudar. Mas quando até o Celso não acha, é sinal que não se acha MEEEEEEEEEEESMO (isso também tá na moda: o estica-texto). Aliás, se tu não compraste o disco, o link deve ter sumido com os sumiços do Megaupload e do Multiupload.

Musicômano disse...

Êba! Foi a corrente do Padre Marcelo Rossi. É o que eu sempre digo: tem que ter fé. Aleluia!

Only Good Song disse...

De jeito nenhum!
Lembro que qdo cheguei na loja falei pro vendedor que só comprava se eles montassem. (rs)
O único "CASE" que eu conhecia até então eram os exemplos que se dão nos cursos e simpósios da vida.
Lembro que paguei alguma coisa como 250 reais (só na caixa). Os hds eu já tinha.
Valeu mesmo sua atenção.

Musicômano disse...

Confesso que esse "case" eu não conhecia. Mas hoje, com o advento dos grandes HDs externos, acredito que perdeu um pouco a finalidade.
E não tem que agradecer nada. Sempre que precisares, é só prender o grito... Um abraço.

Ganso Loko disse...

Cara, valeu pela postagem, vou visitar seu blog mais vezes, parabéns pela iniciativa

Musicômano disse...

Obrigado pelo comentário, Ganso. E volte sempre. Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...